quarta-feira, 3 de maio de 2017

ELEIÇÕES NA IMPERATRIZ: André Nunes Santos - Chapa 1

Por Israel Ávila 

O Setor 1 vai iniciar uma série de entrevista com os candidatos a presidência das escolas de samba que irão realizar eleição neste ano. Para começar, vamos de Imperatriz Dona Leopoldina onde dois candidatos concorrem ao cargo máximo da escola. Por ordem de inscrições das chapas, o primeiro entrevistado é o candidato da Chapa 1, André Nunes Santos.

- Nome: André Nunes Santos

- Idade: 33 anos

- Conte um pouco sua história na escola:
Estou na Imperatriz Dona Leopoldina há 20 anos. Comecei minha trajetória na escola através de uma das tradicionais alas da escola, a Ala dos Malandros. Depois disto ajudei a fundar uma ala também tradicional na escola, a Filhos do Povo. Foi então que a partir de 2002 comecei a desenvolver dentro da escolas as atividades mais ligadas ao carnaval. Fui ajudante de barracão confeccionando alegorias, fantasias e adereços, trabalhei na coordenação da escola, de 2003 a 2013 participei da diretoria , e neste período exerci diversas atividades, tais como: responsável pela copa, diretor de harmonia geral (com três estandartes de ouro2009,2010 e 2011) , diretor de barracão, vice-presidente (2012 e 2013), diretor de carnaval e colaborador ativo em 2017.


- Diga um carnaval memorável da Imperatriz:
Eu tive alguns carnavais memoráveis junto à Imperatriz, alguns que poderiam nos fazer acumular mais taças de campeã à nossa prateleira, mas vou citar o carnaval de 2016.
Em 2016 nós estávamos vindo de um carnaval com uma colocação ruim, a comunidade estava desacreditada, insatisfeita, exatamente como acontece hoje, quando retornamos para escola e resgatamos a sua identidade. Apresentamos um tema que já estava pensado há muito tempo, eu e uma equipe maravilhosa que lá estava nos dedicamos dentro do barracão como há muito tempo não acontecia, mesmo com todas as dificuldades financeiras que tivemos a ausência dos lideres da escola, o Diretor de carnaval trabalhava em Brasília e o presidente tentava resolver as questões burocráticas, eu mergulhei de cabeça naquele projeto juntamente com quem queria e podia estar ali e graças a um grande trabalho baseado em quesitos, nos consagramos mais uma vez Campeão do carnaval de Porto Alegre! Foi ali que eu vi que eu estava pronto para assumir a escola!

- Porque o senhor acha ser a pessoa certa para o cargo de presidente:
Eu acredito que além dos meus 20 anos de dedicação para a Imperatriz que a escola do meu coração, eu me qualifiquei e aprendi muito em todos estes anos de carnaval. Durante toda a minha trajetória dentro da escola eu exerci quase todas as funções relacionadas à diretoria. Hoje me sinto pronto , preparado e bem assessorado por pessoas competentes e que tem pensamentos semelhantes aos meus, para assumir o cargo de presidente da escola. Por muitas vezes não pude implantar coisas que acreditava ser boas para escola porque não era eu quem tinha a “caneta”. Por isso acho que chegou a minha hora.

- Pretende fazer mudanças no quadro de contratados e de destaque da escola:
Uma escola de samba é feita de pessoas apaixonadas por carnaval, quem quiser estar no trabalho da Imperatriz, caso sejamos eleitos, estará! O importante é ter sempre em mente e à frente de toda e qualquer vaidade que o Pavilhão da escola é maior que tudo! Mas, um carnaval se faz e se ganha com quesitos, vamos reavaliar a situação dos quesitos atuais da escola, chamar para uma conversa e manter quem tiver interesse e comprometimento com a escola.

- Quais serão suas primeiras atitudes tomadas caso seja eleito:
A imperatriz hoje se encontra fragilizada devido ao resultado obtido neste carnaval atípico que foi o de 2017, então serão necessárias algumas atitudes a realizarmos, se assumirmos, a escola. Então acredito que os primeiros atos a fazer serão fazer um levantamento mais aprofundado da situação da escola, tentar organizar a casa e motivar as pessoas para que possamos dar inicio ao Projeto carnaval 2018 e colocar em pratica as nossas propostas: Recadastramento e organização do quadro social:
Permitir que os sócios da escola tenham suas contrapartidas pela aquisição dos títulos de sócios remidos e não remidos, tais como entrada gratuita nos ensaios, mediante a apresentação de carteirinha de sócio (a ser implantada); Descontos em produtos e serviços oferecidos pela Escola;

Resgate da identidade da Escola:
Resgatando a comunidade para participar das atividades oferecidas pela escola; Firmando parceria com a iniciativa privada para buscar serviços e projetos em prol da comunidade; Recolocação da Imperatriz ao seu merecido lugar, que é entre as potencias do carnaval de Poa, através do planejamento e organização de um trabalho bem planejado e estruturado;

Profissionalização do carnaval:
Através de oficinas, seminários, workshops, intercâmbios e palestras, para formar novos gestores e elenco para nossa escola, priorizando o material humano que temos na comunidade;

Gestão auto sustentável:
Com criatividade, organização, busca de parceria , planejamento para o carnaval da Imperatriz não depender somente do auxílio dado pelo poder público;


- O que vê de positivo e de negativo no carnaval de Porto Alegre:
De positivo vejo o amor que envolve esta cultura, mesmo com o atípico carnaval que tivemos este ano, o povo estava lá! Isso é muito legal de ver, não tem idade, sexo, bandeira , estavam todos lá nas filas, nas arquibancadas, frisas, camarotes para prestigiar nossa cultura, levantando a bandeira de que nossa cultura não pode morrer!
De negativo eu vejo a falta de comprometimento do poder público com a nossa cultura, a falta de debate entre nós carnavalescos das diretrizes que norteiam nosso carnaval. Se houvesse diálogo, planejamento e organização nosso movimento teria mais força e nossa cultura não estaria enferma como esta. Mas eu acredito que com dialogo e comprometimento por parte de todos os carnavalescos, ainda é possível resgatar nosso Carnaval.

- Deixa uma mensagem para comunidade da escola:
Comunidade da Imperatriz Dona Leopoldina, hoje eu me sinto apto a lutar pelos interesses desta escola que há vinte anos ocupa um imenso espaço em meu coração. Eu quero com a ajuda dos meus colaboradores e principalmente com a ajuda da comunidade resgatar a identidade desta grande escola e para isso precisamos que a comunidade abrace, novamente, a Imperatriz. Precisamos construir com solidez a escola e o carnaval que queremos deixar para os nossos filhos e netos. A Imperatriz precisa exercer as atividades que lhe denominam como uma Sociedade Beneficente, Recreativa e Cultural, e para que isso aconteça a participação da comunidade é fundamental.

Então eu convido toda a comunidade a unir-se à nós pela busca destes objetivos!
Vem com a Chapa 1- Inovação para um CARNAVAL campeão!!


CHAPA 1

Presidente: André Nunes Santos
Vice-presidente: Katia Regina Ribeiro de Oliveira
1º secretário (a): Antônio Carlos Machado Pereira
2º secretário (a): Alexandre Rocha Carvalho
1º tesoureiro (a):Alan Carlos Dias da Silva
2º tesoureiro (a): Marcelo Rocha Carvalho