quarta-feira, 8 de março de 2017

"Quem quer fazer fará, com dificuldade ou não!" - diz carnavalesco da Restinga


Israel Ávila 

Seguindo a visita aos barracões da Série Ouro do carnaval de Porto Alegre, chegamos a terrinha pra viajar no tema do Estado Maior da Restinga, que deve falar da cachaça com o enredo: "Da Nossa Cana Doce Sai, a “Pinga” Minha Gente! E a Tinga Faz a Festa com Nosso Ouro Aguardente."

No barracão da escola estava o carnavalesco Reinaldo Oliver que nos contou que a Restinga trará 4 alegorias para seu desfile, e que as dificuldades da escola não são diferentes das demais, contando com 18 profissionais trabalhando diariamente e que o trabalho estaria 50% concluído.

Reinaldo, que é carioca, nos conta que foi uma alegria quando chegou o material da Cadeia Produtiva do carnaval, porque nos seis anos em que trabalha no carnaval de Porto Alegre é a primeira vez que se começa com alguma coisa: “... em outros anos a gente tinha que começar do nada!”

“Vejo a dificuldade do carnaval com muita naturalidade, pois chegou a hora de separar o joio do trigo: os que querem fazer de verdade ou quem quer só falar mal! Quem sempre viveu “as custas” do carnaval, e quem realmente faz o carnaval. Quem quer fazer fará, com dificuldade ou não! Chega a ser bobo quem quiser comparar o carnaval de agora com outro qualquer já realizado antes, além de bobo essa pessoa tem maldade. Acho que será o carnaval da superação e de novos caminhos, já estava na hora. O carnaval de Porto Alegre precisava de um novo caminho, e infelizmente está se aprendendo na dor, quando poderia ser no amor...”