quinta-feira, 16 de março de 2017

Porto Seco: do carnaval e do axé!


Por Israel Ávila 

No início da noite desta quarta feira (16), a convite da LIESPA, e da UCP (União carnavalesca Popular) Babalorixás e Yalorixás fizeram uma visita a pista de desfiles no Complexo Cultural do Porto Seco para organizarem a cerimônia de lavagem da pista de desfiles no dia 23, quinta feira, antes do inicio dos ensaios técnicos.

O cortejo contará com membros das religiões de matriz africana, alabês, representantes dos projetos Padedê do Samba, Projeto Bailado e Dançando para o Amanhã, além das baianas de todas as entidades do carnaval da capital.

Ao centro da pista estarão os pavilhões de todas as escolas de samba do carnaval de Porto Alegre onde será feito um ato ecumênico junto a padres, pais e mães de santo. 

Já tradicional em carnavais como o do Rio de Janeiro, o ato da lavagem se dá para levar o axé e boas energias ao local do desfile, e fazer uma confraternização de alegria, contra qualquer tipo de intolerância religiosa. 


Um dos babalorixás convidado para a realização da lavagem é Pai Vilson de Oxum, que era tema de uma escola de samba no município de Sapiranga, escola esta que foi impedida de desfilar na sua cidade devido a intolerância religiosa e o preconceito.

A coordenação geral é da LIESPA, UECEGAPA, Simone Ribeiro (Padedê do Samba), Chula Silveira (Projeto Bailado) e UCP - União Carnavalesca Popular. 

PARTICIPE!

Babalorixás e Yalorixás bem como alagbês interessados em participarem do ato da lavagem poderão participar usando roupas na sua totalidade branca. Interessados podem entrar em contato pelo telelefone/Wahtsapp (51) 99178-8311 com Rô.