quarta-feira, 8 de março de 2017

Acadêmicos de Gravataí: "Fazemos tudo aqui, não compramos carnaval!"


Por Israel Ávila

Antes mesmo de entrar na parte em que ficam as alegorias da escola, o carnavalesco que nos aguardava já exclamou: “A presidente não autoriza tirar fotos tá?”, talvez para fazer segredo ao adiantado trabalho da parte artística da atual vice-campeã do carnaval.

Para contar a história de Chacrinha, a comissão de carnaval de Acadêmicos de Gravataí realiza um trabalho desde Abril, baseado no voluntariado das pessoas envolvidas e na criatividade para driblar a crise.

Wagner Silveira, integrante desta comissão, disse que na escola o trabalho está 70% avançado tanto na confecção das fantasias como das três alegorias e 1 tripé. Sete profissionais trabalham dia e noite para dar vida a história do “Velho Guerreiro”.

“Nós viemos trabalhando desde Abril, e ao longo do ano nos encontrávamos todos os fins de semana para desmanchar o carnaval 2016 e iniciar a reciclagem para o carnaval 2017. Inicialmente foram os protótipos das fantasias, que demoraram três meses pra ficarem prontos. Em seguida o foco foi nas alegorias: a decoração está toda pronta. Assim que finalizar o madeiramento será só aplicar. Está sendo difícil em todas as atividades, no barracão, nos ensaios, mas a Rita (presidente) tem feito de tudo pra nada parar. Nosso grande diferencial é o voluntariado, só por isso nosso carnaval irá acontecer. Não compramos carnaval, fazemos tudo aqui!”