sábado, 25 de fevereiro de 2017

Série Bronze de Porto Alegre poderá não desfilar em 2017


Por Israel Ávila 

Enquanto a massa carnavalesca se delicia com os desfiles do Rio de Janeiro e São Paulo, por aqui as coisas parecem ainda estar incertas. A divulgação de que o empresário Ricardo Salomão da Impacto Vento Norte garantirá a estrutura do Complexo Cultural do Porto Seco fez com que os carnavalescos pudessem dar aquele suspiro de alívio... mas não todos.

Reunidos hoje na quadra da Escola de Samba Fidalgos e Aristocratas, os presidentes das escolas do Grupo Bronze, antes chamado de grupo de acesso, estão inclinados e ventilaram a ideia de não desfilar em 2017. A decisão seria tomada devido a incerteza quanto ao repasse do cachê das escolas de samba.

Como todos sabem, a prefeitura organizou uma força tarefa da qual participam integrantes do governo municipal, carnavalescos e publicitários para tentar captar recursos através da iniciativa privada para custear o carnaval da capital, mas o valor segue incerto.

Caso a decisão dos presidentes seja oficializada, o carnaval de Porto Alegre deixaria de ter a noite de 23 de Março, quinta feira, passando a ter somente duas noites de desfiles. A definição deste impasse deve sair na próxima semana.

Participam da Série Bronze as escolas: Escola de Samba da Glória , Protegidos da Princesa Isabel, Filhos da Candinha, Mocidade Lomba do Pinheiro, Fidalgos e Aristocratas, União da Tinga, Acadêmicos da Orgia e Unidos do Guajuviras.