sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Em Sapiranga: O PRECONCEITO VENCEU!


Nota oficial da Unidos de Sapiranga

A Associação Recreativa Cultural e Carnavalesca Unidos de Sapiranga vem através deste informe oficial trazer a publico nossa atual situação referente a realização do carnaval de Sapiranga 2017.

Como vem sendo noticiado nas mais diversas mídias e redes, a entidade vem recebendo uma série de negativas por parte da prefeita Municipal CORINHA BEATRIZ MOLLING, para proibir o desfile da Unidos de Sapiranga, mesmo a escola de samba não tendo utilizados recursos públicos. A mandatária do administrativo inclusive usou covardemente de sua autoridade para entrelaçar as entidades, coincidentemente nenhum dos mesmos órgãos se manifestou ou foram solidários a realização do evento.

Recebemos, da Prefeitura Municipal, no dia 21 de Fevereiro uma notificação alegando que a realização do carnaval prejudicaria a tranquilidade dos cidadãos. Hoje, 24 de fevereiro, véspera do desfile, recebemos uma notificação do Corpo de Bombeiros informação a proibição do evento por falta de PPCI, que nunca foi nos solicitado.

A tarde, fomos notificamos pela terceira vez, agora pela brigada militar, alegando que caso haja o evento eles serão obrigados a “agir” contra os foliões, mesmo sabendo que nos 14 anos realizando carnavais, a Unidos de Sapiranga sempre contou com base familiar, em eventos sadios e com grande participação da população.

Nossa última esperança que era via judicial também foi negada pelo fórum de Sapiranga, e ai não nos restou muito a fazer, pois o evento não teria a liberação da via, e consequentemente o policiamento, o que deixa os órgãos em total contradição: A prefeitura não irá liberar a via por falta de policiamento, e a brigada não irá liberar policiamento porque a prefeitura não irá interditar a rua.

Nestas conjunturas, após exaustivas lutas e batalhas, fomos vencidos pelo preconceito, pelo intolerância religiosa e também pelo não cumprimento das leis orgânicas da cidade por parte da própria prefeitura. Desta forma, e não querendo por em risco a integridade física dos foliões e grande público que certamente estaria presente, a Unidos de Sapiranga lamentavelmente informa que está IMPEDIDA de realizar o seu desfile de amanhã, 25 de fevereiro, e também qualquer atividade alusiva a escola no município.

É uma pena que a escola que tem no seu nome, o nome da cidade, seja impedida de desfilar para que seus foliões e pessoas que tenham poder aquisitivo menor, que não podem ir a praia por exemplo, não tenha acesso a cultura e sejam impedidas de festejar o único momento de fato popular desta cidade. Cabe ainda ressaltar que de forma alguma depois de toda esta conspiração contra a nossa cultura popular iremos desistir. Somos uma entidade legal perante a constituição, e temos além de deveres DIREITOS, pelos quais jamais deixaremos de lutar. ESTA HISTÓRIA NÃO ACABOU...

Convidamos o público em geral a prestigiarem os desfiles da região, onde a Unidos de Sapiranga desfilará completa, inclusive com suas alegorias, para quem realmente entende o valor da cultura popular.


Lamentamos.
Att.
Valter Vanderlei Vacariano Pereira.
Presidente da Unidos de Sapiranga