segunda-feira, 16 de janeiro de 2017

Especial - Concurso Rainha do Carnaval 2017, noite inesquecível


Por Leandro Amarante

Ontem (15), no Complexo Cultural do Porto Seco, aconteceu o concurso que elegeu o novo trio de beldades que irá representar a festa do povo no ano de 2017.

A edição ocorreu este ano no barracão da LIESPA, órgão responsável pela condução e desenvolvimento de todo o evento.

O concurso contou com a participação em massa de grande público amante da arte, que antes do início dos eventos principais já lotava a sede da Liga. O público ainda pode matar a saudade e energia das antigas competições que ocorriam no Ginásio Tesourinha com aquele carinho e vibração das nobres torcidas que coloriram a noite de Domingo e início de segunda-feira.

Os responsáveis pela comunicação do evento Odir Ferreira (voz oficial do carnaval de Porto Alegre) e Evandro Hazzy (Diretor Artístico do evento) conduziram um momento que foi épico para o carnaval da cidade, logo após apresentação inicial das candidatas. Após grande show dos destaques convidados, o palco, ainda abrilhantado com as personalidades do carnaval de Porto Alegre, ganhou ainda mais potência com belo texto proferido pelo diretor artístico e, na sequência, pela voz master da diva gaúcha Cláudia Quadros que ecoou a canção Não Deixe o Samba Morrer arrebatando ao final uma grande salva de palmas.

O concurso em si contou com alguns momentos passarela específicos: samba no pé com convidados das escolas, desfile coletivo em trajes de banho, desfile individual com trajes de banho, entrevista com os jurados em trajes sociais e o samba no pé caracterizadas com fantasia. Para as apresentações de samba no pé a convidada fora a Velha Guarda da Bateria de Bambas da Orgia, que conduzidos brilhantemente por Mestre Nilton realizam seu já tradicional impecável show.

A Liga definiu que, na edição 2017 a votação do júri seria ainda mais transparente. Para tal, cada um dos 12 jurados apresentou suas três preferências dentro da ordem de coroação. Após minutos de ansiedade, já nas primeiras horas desta segunda-feira (16), a corte 2017 estava formada:

Rainha – Raquel Sampaio; representante da Tribo Carnavalesca Os Guaianazes
1ª Pricesa – Tayná Viera; representante de Acadêmicos de Gravataí
2ª Princesa – Ilana Xavier; representante da Estado Maior da Restinga 

Mauricio Melo foi reconduzido ao posto de rei momo do carnaval de Porto Alegre

As premiações não pararam por aí! Maiane Alves (representante da escola de samba Império da Zona Norte) foi a agraciada com o voto popular, que foi organizado pelo setor de comunicação LIESPA.

As torcidas mais animadas e cumpridoras das regras foram escolhidas por representantes dos órgãos de comunicação que, atentos a movimentação durante todo o evento agraciaram as torcidas de Imperadores do Samba e da Tribo Carnavalesca Os Guaianazes.

Arquivo de dispositivo móvel. Leandro Amarante/Setor 1

A seguir disponibilizamos a leitura realiza na abertura oficial do evento e o link para acesso desta apresentação completa.

Quanto riso, ó quanta alegria...??

Carnaval, festa de sonhos e fantasias, sonhos que vão com os foliões e fantasias que estão na cabeça e no corpo, enfeitando o desejo de ser feliz.
No balancê de cada roda, se encontra a alegria e empolgação que unida ao desejo de ser feliz, realiza a satisfação do carnavalesco na avenida.
Como diz a letra da velha canção, "mais de mil palhaços no salão", palhaços do riso, do choro, da alegria exagerada e muitas vezes vítimas de suas próprias palhaçadas.
Não tem como conter a alegria de foliões exaltados, se na avenida estão todos seus sonhos e desejos, sentimento de liberdade, com sabor de amor e amizade.
Carnaval é assim Felicidade acima dos níveis de cuidados, sem parâmetros para a alegria, carnaval vale tudo, só não vale tristeza , folião bom é folião apaixonado.
Na virtude do carnaval se encontram os poetas das passarelas que embalam a festa fazendo seus enredos e lavando o carnaval ao nível das grandes obras culturais , Carnaval é Cultura sim, uma obra divina de artistas anônimos e únicos ...
Quem sabe, é o que deixa a melhor impressão do carnaval, seja no talento de artistas muito bem inspirados pela alegria, ao fazer sua vida dar uma volta sem arrependimentos ...
Carnaval é isso, é uma bateria com milhares de participantes á sincronizar um rítmo que embala desde os simples foliões  aos mais sérios e elegantes.
Um trabalho de mestres que sem temer o resultado final confia na sua equipe e faz do seu trabalho uma bela resposta aos ouvidos mais afinados dos contras.
Dentro da festa não existem somente um rei uma rainha, todos reinam em uma adversidade sem fim, sem preconceitos de raça , cor , sexo ou sabores; como fazendo um pacto para a felicidade não escapar ao som do tamborim.
Realmente a felicidade reina nesse lugar, pois o mais problemático dos homens em plena passarela da alegria se vê transformado em senhor da euforia, que domina seus sonhos como uma fantasia real, mesmo sendo a realidade desleal.
Carnaval é isso, meninas ainda criança num sonho de gente grande, senhoras balzaquianas num sonho de adolescente, e assim a alegria toma conta do coração, levando consigo todo uma perspectiva de no final sair feliz, completa e plenamente.
Uma festa que é sinônimo de alegria, sobre tudo o carnaval joga pra longe o entristecer que a rotina do dia-dia os coloca, aqui no nosso Carnaval Cultura não há tristeza.
Carnaval é assim, toda grandeza de uma esplêndida apresentação, muito brilho, muita animação, mas na quarta feira, retorna o inferno e a queimar se vê toda a alegria com a chegada da realidade num imenso caldeirão, devolvendo a rotina da vida ao coração., mas fica o desejo do dever cumprido , fui o Pierrot e a Colombina do Brasil , que trabalha , luta por um mundo melhor , sem rótulos, pessoas que sonham os 365 dias do ano nesta festa que enaltece nossas tristezas , somos felizes no carnaval e por isso fica uma súplica : O SAMBA NÃO PODE MORRER JAMAIS , Este é o nosso CARNAVAL !!!

Homenagem realizada por Evandro Hazzy