segunda-feira, 19 de dezembro de 2016

Sartori: O governador que samba na cara dos gaúchos!


Por Israel Ávila


Vendo o noticiário do dia sobre as barbáries propostas pelo o nosso atual governador do Estado do Rio Grande do Sul, Sr. José Ivo Sartori (PMDB), fiquei fazendo uma breve analogia sobre a ligação de tudo o que está acontecendo ao nosso carnaval.

Você pode dizer que isso não tem nada a ver, mas SIM, tem ligação direta com a nossa festa de momo. A incapacidade administrativa do gringo de Caxias do Sul (nada contra gringos, nem contra Caxias do Sul) vai afetar diretamente o andamento do carnaval, ao menos no carnaval de 2017.

Isso porque, os foliões do funcionalismo público mal estão conseguindo pagar as contas, quanto mais visitar uma quadra de escola de samba, pagar o ingresso e comprar aquela cervejinha que faz toda diferença no caixa das entidades.

Vai ficar difícil também pra quem quiser desfilar e adquirir sua fantasia. Sem grana, sem carnaval! Até porque, “pelado não dança!”, e se dançar, vai ter que pagar mais caro por isso. Tudo está mais caro! Do transporte até a costureira, isso mesmo, a Dona Maria teve de subir o preço da costura porque “tudo subiu” e o salário diminuiu.

A incapacidade do povo gaúcho na hora de votar, fez com que o protagonista do enredo, que em outros tempos já seria o carnaval, fosse o nosso despreparado governador.

Teremos “grana” pra pagar o ingresso do carnaval e ver nossas escolas desfilarem? Pra comprar o churrasquinho na saída do Porto Seco ou mesmo pegar o transporte coletivo pra retornar a nossas casas? Vai ter lance alto este ano leilão de frisas e camarotes?

Uma série de perguntas sem respostas! E assim, o assunto que deveria ser a nossa festa, foi trocado para que todos falem sobre as atrocidades feitas por um único palhaço: O bobo da corte José Ivo Sartori, que está fazendo da vida dos gaúchos uma diária “quarta feira de cinzas” sem direito a desfiles das campeãs, afinal, com isso, a gente só perde...