segunda-feira, 1 de agosto de 2016

RioSamba debate: Beija-flor de Nilópolis...


A Beija-flor de Nilópolis, consagrada e respeitada agremiação carioca, surpreende, agrada, e espanta os foliões de todo Brasil ao anunciar que existe a possibilidade de sua ala de baianas atravessar a avenida com os seios expostos. A notícia pegou de surpresa a todos, porem agradou a maior parte das simpáticas senhoras da ala, as mesmas já se dizem ansiosas para desfilar com seu figurino que supostamente representará as matriarcas indígenas. A agremiação deixou claro que essa é apenas uma proposta, e não uma ideia fixada, pois é preciso primeiro saber o nível de aceitação, mas pelo o que tudo indica, a reclusão foi exceção já que as vovós posaram para fotos em um ato de “liberdade carnavalesca”.


PORQUE O ESPANTO?

Imagem: Jornal Extra
Ao aceitar a opção da escola, elas estariam apenas incorporando o enredo que tem como título “Iracema, índia dos lábios de mel”. Uma musa agrada ao público ao representar uma pirâmide e usa apenas um “tapa sexo”. O principal elemento desta história, as baianas, já aceitaram e estão entusiasmadas para chegar o grande dia, não estão sendo forçadas...

Por outro lado, estaria desconstruindo a imagem cultural desse elemento que mesmo não sendo julgado, tem enorme representação para o carnaval. As nobres senhoras, nos tempos de desfile na Avenida Rio Branco (centro do Rio) eram as responsáveis por resguardar e delimitar as laterais de toda a extensão da agremiação durante seus desfiles. São elas as “Mães baianas”, na qual se deve pedir benção e proteção, fato esse incorporado pela não só pela sua representatividade mais também pela sua postura, pela figura que é. Com o passar do tempo e a evolução dos carnavais, tornou-se raro ver uma ala de baianas vestirem torço, colares ou guias, abadás e vestidos rodados em renda, tornou-se mais raro ver uma BAIANA...

O carnaval carioca é visto como inspiração para os demais do Brasil e do mundo, ao assumir essa representatividade,  a possibilidade de no futuro ser a ala de baianas da sua escola que desfilará assim, torna-se grande.

Por isso o Setor 1 gostaria de ouvir a sua opinião...

Você defende a ideia?

Já que estariam elas sendo autenticas índias em sua representação, e estão fazendo por escolha. Ou você reprova?

Visando o destino de uma figura marcante e cultural


Imagem: Jornal Extra

Nossa fanpage está aberta aos comentários para esse debate maravilhoso sobre esta proposta. Para ter acesso a página do Setor 1 no Facebook clique no link abaixo