domingo, 24 de abril de 2016

Sandro Gravador desliga-se de Unidos de Vila Isabel


E a movimentação de destaques e membros das agremiações segue com fluxo acelerado no carnaval porto alegrense.

Na madrugada deste sábado (23), o setor de comunicação Setor 1 foi acionado sobre o desligamento do mestre Sandro Gravador, e em busca da lisura fomos atrás da notícia.

Confirmamos, em primeira mão, com seus familiares, que o grande mestre de bateria deixou a função que exercia junto à tricolor de Viamão Unidos de Vila Isabel. Os motivos pelos quais teriam gerado o afastamento de tal figura importante para o seleto grupo de estrelas da agremiação seria a falta de cumprimento da cláusula pagamento, uma das problemáticas do nosso carnaval.

Figura extremamente competente e reconhecida por todos no meio carnavalesco, Sandro Gravador possui vasto currículo entre as linhas amarelas: foram 17 anos de intensa dedicação a nação vermelho e branco de Imperadores do Samba (de 1987 á 1998 com ritmista e no período 1999 - 2004 como mestre de bateria). Ainda realizou passagens marcantes nas escolas de samba Império da Zona Norte, Bambas da Orgia, União da Vila do IAPI, Academia de Samba Praiana e Unidos do Capão. Nos últimos dois anos esteve à frente da bateria furiosa de Viamão.

O personagem também ocupa o posto frente a bateria de grupo reconhecido dentro e fora do estado por mais de 10 anos. Trata-se da grande Banda da Saldanha.

Em seu “arsenal” de premiações o destaque é possuidor de diversas honrarias, destacamos os estandartes de ouro (duas vezes premiado na escola de samba Império da Zona Norte, uma vez pela Academia de Samba Praiana, uma vez por Unidos do Capão e duas vezes por Unidos de Vila Isabel). Foi premiado ainda com a honraria de melhor percursionista do festival de música da capital, dentre outros.

No ano passado, regidos sob o tema enredo “De São Sebastião... Cidade Maravilhosa: Rio, 450 anos de história!”, Sandro Gravador e sua bateria desempenharam brilhante trabalho e alcançaram as quatro nota dez no seu desfile Oficial, nota esta que não era adquirida pela agremiação nos últimos anos.

Não houve ainda pronunciamento oficial por parte da presidência e seus conselhos de novo substituto para o cargo na agremiação.

O Setor 1 deseja que o renomado mestre de bateria consiga alcançar todos os objetivos e metas traçados para este 2016. E esperamos um 2017 cheio de surpresas marcantes, emocionantes e toda aquela ginga que tanto arrepia a cada um de nós amante desta nobre arte de momo.