sexta-feira, 29 de abril de 2016

DESTAQUES DA VIDA: Anderson Castro

Voltando a nossa série, Anderson Castro, conhecido em nosso meio como Andy passista, é nosso entrevistado de hoje.

O destaque do carnaval porto-alegrense tem 30 anos de idade e trabalha como recrutador no departamento de Rh de uma empresa há sete anos com uma carga horária de 7 horas diárias e ainda cursa turismo.

Imagem: reprodução/ arquivo pessoal

Sua história de amor com o carnaval começa desde que ele se "entende por gente”. Relata que quando criança subia nas cadeiras de casa e se imaginava em um carro alegórico.

Nos anos de 2002 á 2004 começou sua jornada carnavalesca desfilando na ala de passo marcado Geração 2000 - ala esta que já era considerada uma das mais tradicionais do carnaval na época. Em 2005 com a ala ainda desfilou na Restinga quando elas retornaram para o Estado Maior.
           
Como passista, por incrível que pareça a primeira escola que dançou foi a Imperatriz Dona Leopoldina no pré-carnaval de 2005.

Andy chegou na escola através do passista Tchaca, que era o primeiro passista da escola naquele ano; ele lançou a idéia para Andy ser o terceiro da laranja junto com sua vizinha Priscila que dançava muito. Passado algum tempo e reforçando ainda mais sua ginga e riscado com a experiência, formou par com Letícia Costa no posto de segundo casal em 2006 e 2007. Em 2008 dançou com Flavia, uma moça da comunidade que dançava muitooooo, segundo relatou o entrevistado. A substituição era necessária tendo em vista a inscrição da passista Letícia que deixava de ser passista para concorrer a rainha do carnaval, onde sagrou-se primeira princesa.


Em 2009, surge a grande oportunidade de ser primeiro passista na Majestosa do Vale Império do Sol. Andy nos relata: “Fui para substituir o meu amigo e hoje irmão Eder Gauchinho que tinha se desligado da escola, ele me indicou para ficar no seu lugar. A idéia inicial era de ir com minha parceira da Vila Isabel, mas ela optou por ficar na escola. Então era Anderson sem passista hehehehe... Foi então que me deu um estalo... lembrei de uma moça que eu já tinha visto nas quadras da vida. Me lembrava vagamente do seu corpo, cabelo, era bonita e se mostrou muito simpática. Eu tinha um show para fazer com o Império em São Leopoldo e precisava de alguém nem que fosse para quebrar um galho. Foi então que liguei pro Giovanni Góis , que eram amigo pedindo em comum pedindo o telefone dela, a Sandi (risos), agora pasmem: ela não gostava de mim  (claro que ela me contou anos depois). Fizemos o show e fechamos a parceria que já dura 7 carnavais!”

Em 2009, o casal foi campeão no grupo A e agraciado com  o estandarte de Ouro. Ficaram na escola até 2010. Em 2011 foram para a escola de samba canoense Acadêmicos de Niterói.

Andy abre outro relato: “Respeitando sempre a todas, mas a Niterói é uma escola ótima de se trabalhar. Nossa! Uma escola que faz o destaque se sentir em casa. Quem já passou por lá sabe do que estou falando. Ficamos lá por 3 carnavais (2011, 2012 e 2013), só saímos da escola por um único e exclusivo motivo ou um alguém na verdade, por que senão estaríamos lá. Em 2014 eu tirei férias do carnaval fiquei de fora apenas aplaudindo os amigos e em 2015 eu volto e volto na escola onde “iniciei” IMPERATRIZ DONA LEOPOLDINA, e estou lá até hoje todo trabalhado no laranja e campeão hehehehe!!!"

Finalizando a entrevista para nossa série Andy finaliza dizendo: “Carnaval para mim é um lazer que levo muito a sério. Não é brincadeira, cumpro horário, faço minhas roupas (tento estar sempre bem apresentável). Sorriso no rosto, pois ali eu estou representando toda uma comunidade que acredita na sua escola, que paga seu ingresso para ver um grupo show. Eu não posso me dar ao luxo de ir “meia boca”. O carnaval me trouxe amigos, amigos aqueles que se pode contar para todas as horas. Me trouxe um afilhado lindooooooooooooooooo : Vicente, que o dindo ama e não tem vergonha de dizer. Assumo que o carnaval também me proporcionou uma linda história de amor... Gente vivam as coisas boas do carnaval que é dar risada... É eu estar em casa vendo TV, do nada o whats app toca... é a PB do IAPI Suelene mandando áudio (eaiii manaaaaaaaaaa) hehehe... É parar na Esquina Democrática e perder a hora do dentista por ter ficado horas rindo e conversando de carnaval... Essas coisas são boas de serem vividas.. Bom esse sou eu, ANDY - passista da IMPERATRIZ DO LEOPOLDINA."


Ficamos por aqui, com Anderson Castro,nosso destaque da vida e do carnaval. Até mais...

Texto: Giovana Mello
Edição: Leandro Amarante