terça-feira, 1 de março de 2016

Mamães do Estandarte!

Por Israel Ávila


Parece que ser porta estandarte é sinônimo de fertilidade, e vida nova. A bênção divina de gerar a vida povoa o posto e não é de hoje.


Em 2013 Luana Ramos foi anunciada como 1º porta estandarte da União da Vila do IAPI, em substituição a Cris Pereira que saía da escola, mas não chegou a cruzar a avenida no posto, pois ficou grávida de seu primeiro filho, João Guilherme, hoje com 2 anos. Na época foi ao desfile na avenida, mas como não pode fazer o pré-carnaval devido a gravidez, empunhou o estandarte tema da escola em cima do trem da alegria (carro alegórico), sendo substituída no 1º estandarte por Rejane Perola Negra.




Izaura Mello foi outra porta estandarte mamãe que teve de temporariamente, abandonar seu posto para se dedicar ao filhote. Cruzou o Porto Seco em 2015 empunhando o primeiro estandarte da escola de sua comunidade, a Imperatriz Dona Leopoldina já gravida, e teve de abandonar o posto no carnaval seguinte, onde ao invés de girar com seu pavilhões, passeou com o pequenino Adryan, de apenas 04 meses que foi conhecer o Porto Seco.




Outra mamãe que cruzou o sambódromo, sorrindo, assim como o tema de sua entidade, foi a premiadíssima Shaienne, 1ª porta estandarte de Bambas da Orgia. Com a barriga de fora ela cruzou a pista no ensaio técnico a girar seu pavilhão com muito amor, assim como no desfile oficial, onde estava vestida como uma linda bailarina e levando na barriga a princesinha Beatriz.




Gabriella Moacir, a nova mamãe do carnaval


A nova integrante das mamães estandartes e Gabriella Moacir, primeira porta estandarte do Império da Zona Norte, que deixou o posto esta semana devido a gravidez de 04 meses. A nova mamãe do carnaval cruzou a avenida já grávida de Valentina. Ela será substituída por Amanda Rocha, que neste carnaval empunhou o 2º estandarte. 

Fotos da matéria: 
Luana Ramos - arquivo pessoal 
Izaura Mello - Arquivo Pessoal 
Shaienne - Leandro Osório 
Gabriella Moacir - Tondy Guedes