domingo, 13 de março de 2016

Carnaval de São Leopoldo: "Merecemos mais respeito"

Acadêmicos do Rio Branco foi a ultima a desfilar - Foto Setor 1

Por Israel Avila 


Na noite de ontem (12) São Leopoldo realizou seu carnaval. Embora a festa de momo nos remeta sempre a alegria do nosso povo, o clima não era de festa entre os dirigentes das escolas de samba.
Das seis escolas que desfilam na avenida, todos os presidentes e dirigentes usam o microfone na arrancada para clamar por melhorias e respeito ao carnaval.

O presidente Roberto Pinheiro, da Estação Primeira de São Leo usou o espaço para explicar que cada escola teria o direito de receber o valor de R$ 5.000,00, mas que por terem de auxiliar a colocar a documentação da Associação das Entidades carnavalescas em dia para poderem receber o recurso, tiveram de abrir mão de parte do valor, ficando assim para cada escola apenas R$ 3.600,00.

“E triste após dez anos fora do carnaval de São Leopoldo retornar e ver o que esta acontecendo aqui hoje” – exclamou Silvio Oliveira, carnavalesco dos Imperadores do Samba, que na ocasião foi convidado a estar junto da escola de samba Acadêmicos do Rio Branco.

Pelas idas e vindas do carnaval, e também a confirmação da apresentação quase que em cima da hora, o publico foi muito aquém dos memoráveis carnavais capilé.

A Império do Sol, escola campeã do Grupão em Porto Alegre e representante da cidade no carnaval da capital não se fez presente, alegando que com o valor disponibilizado não seria possível realizar um desfile como São Leopoldo merece.

Trajando vestido longo, remetendo a uma noite de gala, a presidente da Associação das entidades carnavalescas Eloisa Moraes comemorou a realização do carnaval de rua da cidade.

Façamos votos que o povo do carnaval de São Leopoldo inicie a realização de seu carnaval 2017 a partir de amanhã e não se cale perante os desmandos de quem quer destruir com a nossa cultura. Só assim teremos novamente grandes carnavais na cidade, e reais motivos para se comemorar.