quarta-feira, 2 de março de 2016

Até logo Brasil!


Por Mestre Boneco 

Bom povo do ritmo. Aqui pela capital a galera de direção de bateria já esta com os surdos desafinados. E já projetando um próximo ritmo. Eu aceitei o convite para falar de bateria no site Setor 1. Mas achei que deveria fala das outras baterias e não da minha. Em alguns pequenos casos fui mal interpretado, mas a vida e assim devemos aprender a lidar com ela.

Em um ano de crises financeiras. Tivemos ótimos resultados em bateria. (a crise não chegou na gente). O ritmo foi muito bom pra todos. Pois baterias perderam no máximo 2 décimos e isso não e de se sentir derrotado. Achei ótimo que todos os grupos focem julgados pelos mesmos 4 jurados de bateria. Valorizou o tal grupão. Baterias com muita criatividade.

E no especial 80% das baterias deram para suas escolas os 30 pontos que essas precisavam. Fica somente uma observação: será que desaprendemos a afinar nossos surdos? Ou o atual posicionamento do júri desfavoreceu uma boa audição? Criatividade? O que significa no quesito bateria? Tem a ver com ritmo com bossas ou paradinhas? Tem questionamentos que devemos fazer.

No trabalho que fiz sinceramente não questiono minhas notas. Pois cada um sabe onde pode perder. E eu sabia. Mas os demais concordam? Acho que a classe deve se unir mais pra debater esses assuntos. Ainda em um pensamento de que podemos e devemos crescer mais. Precisamos que nossas escolas nos de suporte para realizar oficinas de percussão. Para cada agremiação ter o seu máximo de ritmistas.

Certa vez lendo o regulamento do carnaval carioca vi que não era permitido uma escola desfilar com instrumentos da outra. Isso aqui ia fazer com que as escolas se obrigassem a investir. Reflitam sobre isso. É inadmissível não termos instrumentos para ensaios e desfile. Enfim, acho que nossas baterias estão em ótimo estagio, mas podemos melhorar. 

Deixo aqui um abração a todos mestres, diretores e ritmistas.  Me despeço da coluna. Pois vou me ausentar por um tempo. Licencio-me também do cargo de vice presidente da ASDIBA, e deixo aqui meus agradecimentos ao site Setor 1 pela oportunidade. Logo espero voltar. E dai quem sabe poder fazer aquilo do que mais gosto.  

Abraços
Filipe Ritter - Mestre Boneco

Relembre: Mestre Boneco na Suíça
Por Israel Ávila

Se é verdade que o ano inicia logo após o carnaval, então Mestre Boneco iniciou seu ano com o pé direito. Embora a Unidos do Capão, escola em que passou no carnaval 2015, tenha sido rebaixada, o diretor de bateria assinou um contrato pra lá de especial.

Boneco comandará durante seis meses o Live Show, Grupo show comandado por Veronice de Abreu na Suíça. Ele também será o responsável por oficinas de percussão para crianças e adultos, no intuito de levar um pouco mais da cultura do carnaval para todos os cantos do mundo.

Sobre sua estada no carnaval 2017 em Porto Alegre, o diretor de bateria não descarta esta possibilidade: “Em Agosto eu volto, e se tiver alguma escola de samba que queira o meu trabalho e me de condições de realiza-lo, aceitarei!”