domingo, 7 de fevereiro de 2016

Carlos Henrique deixa Acadêmicos de Gravataí


Por Israel Ávila

O primeiro passista da Acadêmicos de Gravataí deixa seu posto na escola após sua passagem na última sexta feira junto a escola. Segue comunicado escrito por ele na íntegra.


Boa noite !!
Nota: Certo de estar tomando a decisão mais corrreta e, com a sensação de dever cumprido, que venho através deste em contato após informar a direção de carnaval, comunicar a quem de interesse for o meu e de minha passista Kettelin Carvalho Dos Santos Carvalho desligamento da Acadêmicos De Gravataí. Despedi-me do cargo de 1° Passista da Entidade na dispersão, logo após ter realizado um dos melhores desfiles da minha vida...
Tenho pela "Acadêmicos" o maior respeito e gratidão pois foi ela a grande Escola que me ensinou e impulsionou para que o meu talento fosse reconhecido e ganhasse notoriedade quando apostaram em um menino para ser o seu primeiro passista.
O tempo passou e eu cresci... Fiz uso de tudo o que aprendi, adquiri mais conhecimento, desfilei por outras Entidades, minha arte foi brindada com o tão sonhado "Estandarte de Ouro" e assim entendi que havia chegado o momento de retornar para casa.
Eu voltei... Voltei para reencontrar todos os melhores sentimentos os quais marcaram minha vida e que iriam me conduzir a vitória. Voltei para ficar próximo à minha Família, aos meus amigos, à minha raiz. Sonhando com a valorização do meu talento e certo de que o trabalho seria coroado de êxitos me entreguei à causa para honrar a confiança depositada em mim mais uma vez. Fizemos um desfile magnífico que rendeu quatro premiações. A Onça Negra foi meu amuleto poderoso...
Porém, como uma história não se escreve somente com fatos alegres, as tristezas começaram a se fazer presentes nessa história manchando esse novo capítulo.
O descaso e a omissão foram os fatores determinantes para o meu desligamento. Esperava no mínimo ser respeitado como profissional por quem dirige a Escola. Ambas as partes possuem direitos e deveres... o contratante cobrou-me meus deveres e quando exigi meus direitos não obtive a resposta a qual esperava e merecia.
Todo o profissional, independente do segmento em que atua, precisa de infra estrutura para realizar o seu trabalho da melhor forma, caso isso nao aconteça é impossível apresentar resultados significativos. 
E foi isso o que aconteceu nesse carnaval.
A diretoria da Escola foi omissa em relação a cachê e a fantasia - deveres da Escola e direito meu. Desfilei ricamente bem vestido por meritos meus e de quem me acompanha. A escola, na figura da sua presidente, faltou com respeito não só a mim mas principalmente com o meu trabalho e minha história.
Desfilei por consideração a minha avó que sempre né apoiou aos meus familiares,as pessoas que torcem bravamente pela entidade, aos mais de cinquenta anos de existência do pavilhão tricolor e pelas paixões que me movem: A dança e o carnaval.
Agradeço a todos os amigos que me ajudaram a chegar ate a concentração! 
Agradeço mais uma vez à Acadêmicos De Gravatai pela bagagem que me proporcionou. Essa entidade sempre terá para mim uma importância ímpar.
Despeço-me certo de que na minha história como folião e profissional dessa festa meu nome será sempre associado a credibilidade, talento e respeito.

Um Feliz carnaval a todos !!