terça-feira, 24 de novembro de 2015

Sábado foi dia de ritmo!


Bom gente... Neste último sábado (21) estive na festa da bateria da Academia de Samba Puro, bateria Cadência do Morro do amigo Krlinhos.

Primeiramente gostaria de dizer que subir no morro da Conceição a meia noite está mais seguro que ir ao centro da capital ao meio dia. A galera recebe bem o povo lá em cima.

Perdi a apresentação da febre amarela de Mestre Chiquinho, mas a boca pequena dizia: deram conta do recado (foram muito bem).

Quando cheguei estava começando a apresentação da bateria de Mestre Lipo (Bateria Sem Carinho da escola de samba Realeza). Swing gostoso e bossas suculentas. O pouco que conheço de bateria me permite dizer: Eles são “nojentos”. São destemidos,  não existe grande nem pequeno.

As baterias do grupão estão fazendo coisinhas... É muita audácia e criatividade. Uma pegada bem firme.

Eu já estive em alguns ensaios da bateria da realeza, e posso dizer eles tem tudo pra chega na linha amarela dando porrada. Parabéns Lipo e ao grupo de ritmistas vocês foram demais.

Logo após a apresentação da Sem Carinho veio a Sinfônica Vermelho e Branco. Imperadores é Imperadores... não adianta! A galera vibra e delira ao som do mar vermelho e branco. 

Depois de Imperadores, a dona da casa toma conta do pedaço. Paulinho Durão que faz o papel de comunicador e apresentador do evento chama ela... Mariaaaaa?????

Já viram né... O morro tremeu! Samba Puro está com um time de diretores e de ritmistas que estão quebrando tudo. Já tinha visto e ouvido na mostra de sambas e repito: É “batera” de deixa nego com água na boca. Os caras estão zoando geral nas paradas.

Que alegria e que qualidade musical. Krlinhos???? Quebra tudo parceiro, pois o som ta “de responsa”.

Eis que o trem da Zona Norte chegou. Time de linha de frente. Suelene e Marcelinho, Comishow, mulatas nota teen... Juliana Oliveira, Marquinhos Leal, Cezinha e Borracha...  E lógico a nossa bateria Meninos da Vila no comando de Mestre Ninho.

Particularmente sempre vou me emocionar. Como já dizia um samba antigo: "SENTIMENTOS A FLOR DA PELE"... Em mim a emoção sempre pega. Falar de IAPI da aquela emocionada. Eu gostei vibrei e dancei ao som desta bateria que tenho guardado no lado esquerdo do peito.

Vi o público indo no embalo do trem. É bom saber que o trabalho está em boas mãos - Ninho, Rodriguinho e Cia. Parabéns meninada... Boa sorte nesta caminhada que sabemos é árdua, mas com foco e humildade da pra se chegar lá.

Finaleira estratégica, certa. Deixar uma grande pra segurar o público. E assim foi.

Trovão Azul pra cima deles! Mestre Dada pra variar veio arrebentando... A batera forte e valente. As bossas feitas com convicção.  A cartada de Mestre Dada aparentemente está sendo um trabalho muito forte e bonito em cima dos surdos. Fiquei até com medo... Ainda brinquei com Dada: acho que esse ano eu não vou, pois os surdos estão trabalhando e muito nas bossas (a três carnavais saio tocando surdo de segunda na Trovão Azul). Mestre Dada disse que está tudo dentro da realidade. Então eu assino embaixo...
Parabéns Bambas da Orgia pelo lindo e forte trabalho. Parabéns Samba Puro pelo lindo evento, sem incidentes.

Deixo aqui também uma recomendação: Curta a página do Setor 1 no Facebook para se manterem sempre informados e acompanhem também pelo Facebook a página VAI SUBIR. Vídeos e matérias sobre baterias. Espiem lá, pois tem uma gurizada em cima de tudo o que diz respeito as nossas baterias.



Eu sou apaixonado por nossos ritmos. E deixo um abraço à todos que fazem ritmo aqui. Não está fácil pro grande e nem para o pequeno, mas os “nego tão se puxando”...

Fui... Até a próxima