sexta-feira, 6 de novembro de 2015

Hoje é dia de celebrar os pavilhões!


Hoje, 06 de novembro é o dia de celebrar os pavilhões, pois é o Dia do Mestre Sala e da Porta Bandeira, onde também é comemorado o Dia da Porta Estandarte.

Esta data é especial para os carnavalescos gaúchos, pois foi pensada e idealizada especialmente para o Rio Grande do Sul. Inspirados por duas cidades de importância no mundo do carnaval brasileiro: a cidade do Rio de Janeiro, a capital do samba, que comemora a data em 24 de novembro e da cidade de São Paulo, que comemora a data em 10 de junho.

Em Porto Alegre, a data escolhida ocorre no dia 06 de novembro, e não é por acaso... o dia é marcado pela fundação da Escola de Mestre Sala, Porta Bandeira e Porta Estandarte Padedê do Samba, uma escola de aprendizado, o núcleo gaúcho da Escola Mestre Dionísio do Rio de Janeiro – RJ. Vale lembrar que é uma escola que forma casais e porta estandartes, sem vinculo direto com as escolas de samba, apesar de ter alunos e instrutores desfilando em quase todas (se não todas) as escolas do carnaval gaúcho.

Neste dia dedicado ao mestre sala, à porta bandeira e à porta estandarte, é o dia de celebrar os sagrados pavilhões, estes sagrados panos, que quando agitados pela porta bandeira e pela porta estandarte, evocam toda a ancestralidade, os fundadores, os baluartes, a velha guarda... esta energia, do girar do pavilhão aguça nossos sentidos, mexe com nossas emoções... ou seja, sem as bandeiras e os estandartes, de nada valeria, nada em nossas escolas e tribos aconteceria, pois sem estas cores, formas, insígnias e símbolos não teríamos motivação para os desfiles, enredos, disputar sambas, confeccionar fantasias e alegorias... nada...

Ao celebrar os pavilhões, há uma lição muito importante, pois é dever de todos, saber se portar diante de um pavilhão... Ao ser apresentado pelo casal, nunca vire de costas, aplaudir é a regra, retire a cobertura, se estiver usando chapéu, e se por ventura o casal lhe homenagear, oferecendo a borda da bandeira, por favor, jamais junte seus lábios diretamente à bandeira, pois você estará maculando o pano consagrado da escola, beije sempre a sua mão (as costas da mão) que segura o pano da bandeira.

Ao casal e à porta estandarte, cabe evitar de apresentar a bandeira e o estandarte aquelas pessoas que estão bebendo (com copo à mão) que estejam fumando, de chapéu... enfim, parece bobagem, mas o comportamento e a vestimenta de quem assiste a dança do mestre sala e da porta bandeira, assim como a porta estandarte é de suma importância, é equivalente aos saraus, as festas da realeza... momento muito especial.


FONTES:

http://www.setor1rs.com.br/2014/11/24-de-novembro-dia-do-mestre-sala-e-da.html

http://www.escolamestredionisio.net.br/#