terça-feira, 24 de novembro de 2015

Em Alvorada candidata é proibida de concorrer a rainha do carnaval por não ter como comprovar endereço

O carnaval é conhecido por ser uma festa popular e permissiva a pobres, ricos, negros, brancos, mestiços, gays, heteros... enfim, uma festa pra todos, mas algo ocorrido no município de Alvorada deixou uma dúvida em toda esta “liberdade carnavalesca”.

Uma "mãe, magoada," expressou em sua rede social que a filha (não vamos divulgar o nome da menina) foi proibida de inscrever-se no concurso que escolherá a rainha do carnaval da cidade por morar em uma localidade onde as casas não tem endereço.

A mãe postou: “ACHO MUITO ENGRAÇADO , UMA DE MINHAS MENINAS QUE ESTAMOS COLOCANDO PRA CONCORRER A RAINHA DO CARNAVAL DE ALVORADA NÃO PODE CONCORRER PORQUE MORA NO MUTIRÃO DA SANTA BARBARA, LA EM CIMA NAS CASINHAS DE PASSAGEM NA VILA , PORQUE ELA NÃO TEM COMO COMPROVAR SEU ENDEREÇO, UMA BAITA DESCRIMINAÇÃO COM MINHAS CRIANÇAS ESTOU MUITO INDIGNADA, PORQUE NÃO SOBEM A VILA PRA COMPROVAR ONDE AS MENINAS MORAM, PODE SER QUE ASSIM POSSAM AJUDAR, MAS NA HORA DO DESFILE TODOS QUEREM MINHAS CRIANÇAS E TODAS MORAM LA

Em contato com a Associação das entidades carnavalescas de Alvorada o presidente da entidade, Cesar Xavier, informou que durante muitos anos as escolas tentaram inscrever candidatas de outras cidades (como São Leopoldo e Canoas, por exemplo) o que causa um transtorno para a organização do evento e o que, pra ele, é injusto com as representantes do município.

O artigo de número 06 do regulamento da Escolha da Rainha do carnaval de Alvora diz o seguinte: É OBRIGATÓRIO QUE AS CANDIDATAS RESIDAM EM ALVORADA, DEVERÃO TAMBEM APRESENTAR COMPROVANTE DE RESIDÊNCIA, COM DECLARAÇÃO DO PROPRIETARIO SE FOR O CASO, AUTORIZAR O USO DE IMAGEM, O NÃO CUMPRIMENTO DESSAS EXIGÊNCIAS E DO ITEM 5, A CANDIDATA DEVERA SER DESCLASSIFICADA A QUALQUER MOMENTO; ARTIGO ÚNICO: QUEM NÃO CUMPRIR O ITEM 5 E 6 PERDERÁ 20% DO CACHE NO ANO DE 2016.

Para preservar a imagem da moça, não vamos divulgar nome nem a foto da bela que presentaria a escola de Samba Tradição Alada. A presidente da escola emitiu a seguinte nota: 


Nota de esclarecimento: Devido a transtornos passados a respeito de candidatas ao concurso de rainha do município de Alvorada e critérios estabelecidos em reuniões pelos presidentes e a ARCCA, dos quais muitas vezes fomos contra. Este ano, apesar de relutarmos em colocar candidatas infantojuvenis e sim só a adulta. A diretoria da ARCCA não aceitou nossa candidata pq a mesmo mora em um mutirão(casa de passagem). Ao abrirmos nossos horizontes vimos q em Alvorada tem muitos jovens,crianças q gostariam de participar e com a parceria com ONG Estrela do Oriente, q muito ajudou as escola mirins e coirmãs, resolvemos dar esta oportunidade a estes jovens alvor adenses. Por não termos o comprovante de agua ou luz e sim a declaração assinada pela mãe e a presidente Sonia da ONG onde a menina faz parte não foi aceita nossa candidata. Estamos sujeitos a mais uma penalidade por atraso na apresentaçao dos documentos não aceita,e se não colocarmos a candidata outra penalidade vista em regulamento. E tive q aceitar mesmo não concordando. Estamos muito entristecidos e esta na hora de mudar e abrir este tipo de concurso e deixar com q nossas escola possam escolher as candidatas melhores sejam do município ou não. Pois com certeza só tende a crescer o nosso carnaval.Ja diz em nosso estatuto sem credo religioso,discriminação ou raça. E para melhor esclarecer estas casa de passagens são de responsabilidade do município e com certeza estaremos apoiando sempre estes carnavalesco não só no carnaval e sim em muitas atividades dentro e fora de Alvorada. Por fim agradeço em nome da Tradição Alada e a ONG Estrela do Oriente o apoio e toda a indigniçao visto q ja precisaram desta pessoas em suas entidades e por estarem em nossa escola estão sendo discriminadas ou não..........assino Iara Maria Freitas da Silva -presidente e diretoria da Tradiçao Alada