segunda-feira, 23 de novembro de 2015

Dia Nacional do Samba será celebrado na Igreja do Rosário

Evento passa a ter cunho itinerante a partir deste ano e irá percorrer paróquias identificadas com a população afrodescendente. Um culto ecumênico vai reunir católicos, seguidores dos cultos afros e baianas de escolas de samba no dia 2 de dezembro, no Centro Histórico de Porto Alegre

A cerimônia inter-religiosa pela passagem do Dia Nacional do Samba, que emocionou a todos que assistiram no ano passado na Igreja Nossa Senhora das Dores, no Centro Histórico de Porto Alegre, vai mudar de local este ano. A celebração vai acontecer na Igreja Nossa Senhora do Rosário (Rua Vigário José Inácio, 402), também na área central da Capital, no dia 2 de dezembro, a partir das 19h30.

Sérgio Peixoto, presidente do Centro de Estudos e Pesquisas de Tema-Enredo e Memória do Carnaval (CETE), – uma das entidades promotoras do evento – explicou que a ideia dos organizadores é de que o evento passe a ter um cunho itinerante. “A lavagem das escadarias da Igreja das Dores no ano passado foi um momento histórico e emocionante para a cidade de Porto Alegre. Este ano nos foi sugerida a realização na Igreja do Rosário. Topamos a proposta e queremos que, a cada ano, a celebração possa acontecer nas paróquias mais identificadas com a comunidade afrodescendente de Porto Alegre”, afirmou. Segundo Peixoto, há uma boa perspectiva de que em 2016, o Dia Nacional do Samba seja celebrado na Igreja São Jorge, no bairro Partenon.

O culto ecumênico contará com bênçãos religiosas, através do babalorixá Clóvis Alberto Oliveira de Souza (membro do Conselho Estadual da Umbanda e dos Cultos Afro-Brasileiros), Padre Luis Carlos Almeida (pároco da Igreja das Dores) e a benção das águas, que será ministrada por frei Luiz Carlos Suzin. (O evento será apresentado pelo jornalista Claudio Brito, do Grupo RBS.) A seguir, a exemplo do que ocorreu ano passado, na paróquia das Dores, as mães de santo e as baianas de escolas de samba farão a lavagem simbólica em frente ao passeio público da Igreja do Rosário.


A parte artística estará a cargo do grupo Afrosul e do coral Cecune e da presença dos estandartes das entidades carnavalescas. Logo em seguida, uma bateria acompanhada de intérpretes convidados fará o samba ecoar pelo centro de Porto Alegre, da saída da igreja até a Esquina Democrática (cruzamento da Borges de Medeiros com Rua dos Andradas), onde, a partir das 21 horas, haverá a Descida da Borges, que marca a abertura das comemorações da Semana do Samba.