terça-feira, 27 de outubro de 2015

Deu muito samba, e de qualidade!


      Olá povo do samba... do carnaval... Setoristas em primeira grandeza, tudo bem?

          Já está quase pronto o CD com as trilhas sonoras que embalarão o nosso carnaval. E com a qualidade dos músicos e profissionais envolvidos na produção do disco, a qualidade final do produto é uma certeza.

          Passados os festivais, fica o desejo que as obras escolhidas sejam “adotadas”, “adoradas” e “muuuuito cantadas” por suas comunidades e agremiações. É isso que faz o samba “acontecer”. Isso é que faz com que a música se torne um “grande samba”.


          Esse ano tive o prazer também de poder acompanhar presencialmente duas finais de festivais no Rio de Janeiro. Lá também como aqui, há divergências e especulações, porém com uma dimensão bem maior.

          Estive na final da União da Ilha. Lá o clima foi tranqüilo. Mestre Ciça e sua bateria são umas das jóias da Azul, Vermelho e Branco. Que prazer ouvir aquele balanço. No mic 1 da escola Ito Melodia é um show-man, tem a escola na mão. E ouví-lo cantando sambas antológicos da Ilha que ficaram imortalizados na voz de seu pai já fazem valer a pena a visita na quadra. 

          Em outra noite fui na tão falada e esperada grande final do Salgueiro. O clima era de uma expectativa muito grande, tendo em visto os falatórios e áudios vazados em redes sociais e aplicativos de mensagens Brasil afora. Mais o espetáculo no geral foi grandioso. Destaco aqui com orgulho a participação de Viny Machado que cantou na defesa de um dos sambas finalistas. Nosso canário já é uma realidade em solo carioca. Ninguém mais segura esse menino (nem tão menino assim né cantor? Hehehe). O Salgueiro com certeza é o Caldeirão e é facinho encontrar pela quadra muitos gaúchos. A plasticidade do show da escola eu não tinha visto ainda em nenhuma escola de samba. Tudo muito lindo (Viviane Araújo então... ô glória!)


           Outra coisa que me impressionou demais nas duas quadras foi a qualidade do som. Siiiiiiiiiim... existe quadra de escola de samba que oferece qualidade de som a seus visitantes. Quadras lotadas, bicho pegando e pasmem... A GENTE CONSEGUE OUVIR O QUE CANTAM , O QUE TOCAM E AINDA CONSEGUE  CONVERSAR E OUVIR O QUE OUTROS FALAM ! Sensacional !!

           Voltando ao nosso carnaval... deixo um pedido. Vamos cantar, cantar e cantar. Fazer ecoar em nossas quadras e no Porto Seco os hinos de nossas escolas. Mesmo que o samba escolhido não tenha sido o de sua preferência no festival. Isso agora não importa mais. Agora ele é a trilha oficial da sua escola. Não há outra opção.

          Cante ! Cante muito! Com emoção. Com amor. Com orgulho. Com o coração !!!
            Por hoje tá dado o recado! Abraço Astral em geral !


           Aaah ! Alô povo da Vale dos Sinos e Grande Porto Alegre. No sábado, dia 14 próximo, na quadra da Protegidos em Novo Hamburgo estarei fazendo um som na abertura do show do grande Arlindo Cruz. Imperdível !! Bora lá !!!!  Fuuuuuui...