quarta-feira, 17 de junho de 2015

Perfil especial: Igor Vidal

Como todos sabem, no mês de Junho o Setor 1 está completando 2 anos. Ao longo de todo este mês vamos estar publicando Perfil’s especiais com os integrantes da equipe Setor 1. Vamos conhecer um pouco mais sobre Igor Vidal, editor do Setor 1.

Nome: Igor Carvalho Vidal
Idade: 21 anos
Naturalidade: Porto Alegre-Rs
Função no carnaval: Comissão de frente
Profissão: Assistente Administrativo 
Religião: Católico 
Estado Civil: (   ) Solteiro   (    )casado   (x) namorando  (   ) enrolado (    ) a procura

Escola que começou: Academia de Samba Praiana.
Escola por onde passou: Praiana, Academicos da Orgia, Restinga, Samba Puro, Imperatriz Dona Leopoldina.
Escola que está: Samba Puro.
Escola do coração: Praiana


Se não ocupasse a função que ocupa no carnaval, o que você seria? : Certamente seria de bateria ou harmonia musical, pois sou muito barulhento.

Profissional do carnaval gaúcho que você admira: Todos que conseguem levantar o povo com sua arte.

Um carnaval inesquecível: Todos em que tive a honra de participar com a comissão de frente Pekado.

Uma palavra: Esperança
Um sonho: Nosso Brasil vivendo em plena igualdade.
Um programa de TV: Esquenta
Um filme: A espera de um milagre.
Um amigo ou amiga: Minha mãe
Uma música: Ta escrito/ Revelação 
Um defeito: Confiar nas pessoas acima de tudo.
Uma qualidade: Ser verdadeiro.

O que você vê de certo no carnaval: A oportunidade que os jovens vêm recebendo. Nosso carnaval esta se reinventando aos pouquinhos.
O que você vê de errado no carnaval:  A maneira como nosso carnaval é administrado. Nosso Sambódromo já era pra estar pronto há anos.


Uma história de carnaval: No ano de 2009, Primeiro ano em que passaria como comissão de frente no Porto Seco.  Tava muito feliz pela oportunidade que os guris tinham me dado, pois era meu sonho desde criança. Fui o primeiro a chegar no Porto Seco e pra variar, estavam atrasados. Parecia que a hora não passava, fiquei tão nervoso que me ataquei da gastrite. Os guris chegaram se arrumaram e eu ali me retrocedendo de dor. Cheguei pro Lucas Nascimento e Pro Junior que eram os coordenadores da comissão e falei: “-Não tenho condições de desfilar”. - Eles sabiamente me disseram que isso passaria, pois eu estava ansioso, mais também me falaram que eu tinha que dar meu jeito, pois a comissão não podia vir com um a menos, prejudicaria o andamento da coreografia. Fui no sacrifício, olhava para o resto dos guris e eles riam da minha cara. Foi muito ruim, mais no final valeu apena, fomos recompensados com um Estandarte de Ouro do Grupo de Acesso.

Mensagem aos leitores do Setor 1: Primeiramente queria agradecer a oportunidade de fazer parte da melhor equipe de mídia carnavalesca  do Brasil. Leiam e façam do nosso site a sua casa. O S1 é nosso, do povo que ama o carnaval o ano inteiro, vamos ler compartilhar e ser felizes. Um grande abraço e que Deus abençoe todos vocês