quinta-feira, 18 de junho de 2015

A Pedido: Uecgapa

UECEGAPA DIZ NÃO À PROPOSTA DA LIESPA

            Diante da proposta da LIESPA apresentada para as Escolas do Grupo A, Escolas do Grupo de Acesso e das Tribos em reunião na noite do último dia 16, de reduzir o número de participantes do Grupo Especial do Carnaval de Porto Alegre de 10 escolas para 8, supostamente pelo interesse da RBS TV de voltar a transmitir o desfile, a UECEGAPA vem oficialmente se manifestar através da sua Executiva e das suas Associadas, tornando pública esta posição, conforme abaixo.

 Primeiramente, a RBS TV terá seu contrato findado no próximo ano. Para renová-lo, a LIESPA (Liga Independente das Escolas de Samba de Porto Alegre) terá de realizar uma concorrência aberta e transparente entre os canais de comunicação interessados nesta transmissão. A propósito, o desfile da UECEGAPA (União das Escolas de Samba dos Grupos Intermediários e de Acesso de Porto Alegre), entenda-se Grupo A, não é transmitido pela televisão. Então, não tem porque sermos tolhidos e afastados dos nossos objetivos em razão da decisão dos integrantes do Grupo Especial.

 Esta proposta da LIESPA não é digna, nem justa, para com as escolas que fazem parte do nosso grupo, grupo este que ambiciona e deseja legitimamente, a cada ano, crescer no carnaval da capital, pois não privilegiará, tampouco premiará aquela Escola de melhor desempenho na avenida no Carnaval de 2016. Segundo a proposta, nenhuma Escola subiria para o Grupo Especial; ou seja, o desfile não teria valor algum, já que não proporcionaria à campeã a participação entre as principais da capital dos gaúchos. Seria apenas um desfile de exibição, com os altos custos com os destaques e alegorias, onde é sabido que, mesmo na disputa, valendo o acesso, o prejuízo é certo.

 Com isso, não concordamos e não aceitaremos esta proposta, solicitando que a mesma não prospere junto à sociedade, principalmente com o Poder Legislativo e Executivo, responsável maior pela realização do tradicional evento carnavalesco, lembrando que a verba para este fim é pública, acima de tudo, respaldada pela Câmara de Vereadores. Continuaremos trabalhando, com a dificuldade de sempre, para chegarmos ao patamar maior da sociedade carnavalesca.



Danilo Gomes Moraes
Presidente da UECEGAPA