sexta-feira, 29 de maio de 2015

Vem ai os festivais: Vai dar samba!


E aí “Setoristas”, todos na paz?

         Estão sendo dados os primeiros passos para o Carnaval 2016. Aqui e por todo o Brasil. As escolas de samba estão definindo seus enredos. As histórias ou estórias que serão levadas, contadas e cantadas nas passarelas por esse mundão de Deus.

          E com a definição dos enredos, dar-se-á início aos processos de escolhas dos Sambas-Enredo, através dos Festivais ou encomendas diretas.

          Quem me conhece mais de perto sabe que nunca fui muito fã dos festivais. Não que não ache legal ver o movimento nas quadras, o envolvimento das pessoas, as apresentações e tal. Não confio é na lisura dos processos de escolha. Mas isso é opinião minha apenas, não uma lei a ser seguida por quem quer que seja. E já aviso aos meus amigos compositores: se quiserem manter minha amizade, não me chamem pra nenhum festival esse ano hein?! Hehehe. 

Há quem vá dizer que tenho essa opinião porque perdi esse ou aquele festival. Não!   Certa vez quando achei que devia uma “retribuição” a uma escola em que trabalhei por muito tempo e onde sempre fui bem tratado, ofereci de graça meus serviços de compositor, e aí o presidente me disse que só aceitaria se eu entrasse no festival. Meu samba seria o vencedor, e ele faria o festival apenas pra “movimentar a quadra” e vender umas caixas de cerveja. Até entendi a sua intenção de movimentar o povo, mas obviamente não aceitei. Jamais aceitaria.

          Tirando os bastidores (e é o que me faz “antipatizar” com isso) acho muito legal o envolvimento todo da rapaziada com o processo que vai desde compor e ensaiar até as apresentações nas quadras, as torcidas, a repercussão, etc. São encontros muito legais. Quem foi, por exemplo, na final do festival do Bambas (e cito o festival do Bambas apenas porque foi o que participei) ano passado assistiu um espetáculo de altíssimo nível. Para quem foi ver foi muito legal! Apresentações inesquecíveis! Talvez um dos maiores festivais que tivemos.


         Ratifico aqui que essa é apenas minha opinião. Baseado nas experiências que vivi. Não quero aqui generalizar nada e respeito todas as opiniões contrárias. Que fique isso bem claro! Enfim... Começarão as “criações” !!

         Que os deuses do samba abençoem e iluminem a mente de todos os compositores, sejam os que vão participar dos festivais, sejam os que vão fazer os sambas por encomenda! Que venham grandes sambas! Que venham grandes festivais! Quem ganha com isso é o carnaval como um todo.

         Aproveitando o assunto, amanhã , na Assembléia Legislativa, a partir das 14 hs, dentro da programação do CETE, eu e Ramão Carvalho estaremos palestrando sobre todo esse processo, da escolha e montagem do enredo, sinopse até a confecção das trilhas sonoras do carnaval. Vai ser muito legal. Estão todos convidados!

        Por hoje era isso! Fiquem com Deus! Abraço Astral em geral e ó... fuuui !!!!