quarta-feira, 13 de maio de 2015

Dia de Comemorar! ... 26 anos de União da Tinga


Hoje é dia de dar parabéns a mais uma das majestosas do nosso carnaval , e a escola que hoje navega pelo mar da vida completando mais um ciclo é a Sociedade Recreativa Beneficente e Cultural Academia de Samba União da Tinga, isso mesmo a “Tinguinha” que hoje nos presenteia ao completar 26 anos de intenso amor e dedicação ao carnaval riograndense.

Sua história nos remete a um passado não tão distante, 1988, quando um grupo de foliões, descontentes com as políticas apresentadas pela administração que conduzia Estado Maior da Restinga, decidiram então concretizar seus sonhos.

Depois de horas de discussão e intensas reuniões, sob os pensamentos de João Cardoso da Fonseca, principal incentivador da criação, José Brasil, Guaracy Vieira, Itacolomi Cândido e Setembrino Bond agregaram diversas pessoas ao pequeno grupo, fazendo assim da data de 13 de maio de 1989, na sede da ala Vai Vai o estopim de criação da agremiação. Seu primeiro presidente foi Guaracy Viera que demonstrando exemplar tino carnavalesco foi atrás de patrocínio e, assim o fez conseguindo empresários que apoiassem a idéia de construir uma bateria com 100 homens.

Episódio marcante na história da agremiação foi a disputa entre as agremiações no bairro Santana no então Grupo Extra, criado para dar chance as diversas entidades que surgiram na época. As postulantes a vaga para desfile entre as escolas que já faziam suas apresentações eram várias, mas nada abalara o alicerce erguido para a proteção do pavilhão da escola.

O Pavão foi pra batalha. Desfila pela primeira vez no ano de 1990, e  recebe o título de campeã do Grupo Extra o que garantia acesso ao então Grupo II. Começa a ascensão ao topo da União da Tinga. No ano seguinte, foi campeã novamente e ingressou no Grupo 1B da capital.

A crescente da escola foi grandiosa, em apenas quatro carnavais, já estava no grupo de elite da capital... Será que isso tudo foi em vão? Respondo-lhes que não!



A fibra e raça de cada integrante, faz até hoje de União da Tinga escola especial e querida pelos amantes de carnaval. Suas propostas voltadas a temas educacionais e movimentos culturais, entretenimento, apoio á tantas outras entidades fazem valer o título-mor que se carrega uma agremiação: ESCOLA, local destinado a formação de seres humanos de bem.

Cito trecho de “O Pavão só quer responsabilidade”:

(...) “Mestre-escola e escola-mestra... essa é a diferença ...
Isso torna o povo unido ... mantendo a boa presença ...
Acreditando que tudo é possível ... que  perspectiva.
Debaixo de um barracão ... e até mesmo ao relento ...
Esse povo que veste a camiseta ... que enche todo evento ...
Sabe como dar importância para o nome da sua escola’’. (...)

Disso ninguém poderá descordar ...

O desfile nos remete realmente a essência do nosso carnaval, de onde é possível ver a dedicação e o bem fazer de seus destaques, esforçados em apresentar e representar com garbo e elegância o seu símbolo, que os impulsiona que os faz vibrar, tudo em tons de amarelo, verde e vermelho – cores entranhadas em seu ser.

Fico extremamente feliz em hoje estar aqui podendo contar um pouco da história desta que é uma das maiores sensações da capital e região.

E com isso, em nome da Equipe Setor 1 desejo cada vez mais sucesso em sua trajetória e que venham novos momentos memoráveis para lembrarmos sempre da importante contribuição da querida “Tinguinha” no nosso carnaval. Felicidades hoje e sempre SRBC Academia de Samba União da Tinga.