segunda-feira, 20 de abril de 2015

"O Rosto da Escola" - COMISHOW

Hoje na série "O ROSTO DA ESCOLA" vamos conhecer um pouco mais da história da COMISHOW,  uma das tradicionais comissões de frente do Carnaval de Porto Alegre.

A trajetória dos meninos começa La no ano de 1999, quando ainda pertenciam a extinta ala de pandeiros da União da Vila do Iapi, permanecendo até 2003, ano em que foram convidados pelo Mestre Milton e Jussara Pereira para se tornarem comissão de frente no trem da Vila. Foram 2 ótimos anos na frente da escola, e em 2004 foram agraciados com um Estandarte de Ouro.


Em 2005 migraram para o Império da Zona Norte onde permaneceram por cinco carnavais. Conquistando o prêmio Personagens da Folia no ano de 2009.

No ano de 2011 as cores mudaram... passaram a defender  o manto  laranja e preto da Imperatriz Dona Leopoldina, permanecendo até o ano seguinte.

O ano de 2013 com certeza fica na memória de todos os integrantes e simpatizantes da COMISHOW. Já na Vila Isabel, tinham tudo para brigar por todos os prêmios em disputa, mas acabaram sendo prejudicados por um ocorrido justamente no dia do desfile. Suas fantasias não foram entregues a tempo. Mesmo assim entraram na avenida com as fantasias que eles tinham, e fizeram valer o nome... deram um verdadeiro show, não só de dança mais de profissionalismo.


"Foi emocionante a escola toda conosco. A harmonia nos falou que não tinham chapéu pra tirar, mas tirariam os ternos. Só de lembrar me emociono..." - diz Jorge Leandro coordenador e coreografo da COMISHOW.

Em 2014 voltaram para os Leões alados do Sarandi.  Mais ao contrário da primeira passagem, não deu certo a permanência dos bailarinos do Império, e eles, como bons filhos, voltaram a Vila do IAPI.
Para a COMISHOW o Carnaval é levado muito a sério e é por conta disso que eles ensaiam praticamente o ano inteiro. Além dos ensaios são diversas reuniões de planejamento para o ano. 

"Nós da COMISHOW lutamos exaustivamente para o seguimento de comissão de frente seja mais valorizados. Acho que já passou da hora de virar quesito." – diz Leandro, coordenador do ROSTO da União da Vila do IAPI.