quarta-feira, 29 de abril de 2015

Dia Mundial da Dança

O Dia Internacional da Dança ou Dia Mundial da Dança é comemorado no dia 29 de abril e foi instituído pelo CID, o Comitê Internacional da Dança e pela UNESCO, a Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura no ano de 1982.

A dança é a manifestação do sagrado. Dançar é expressar arte, é exteriorizar e materializar os anseios da alma. [Grifo nosso].

Pensando somente nas danças do nosso ‘torrão’, poderíamos discorrer de páginas e mais páginas da diversificada e riquíssima arte brasileira. Podemos verificar diversas formas de expressão e de caracterização da dança, do compasso, do ritmo, da cadencia,da malemolência das diversas regiões de diferentes expressões culturais deste país.

A dança em terras brasileiras pode ser representada em diversas manifestações populares; na dança ritual das procissões, nos centros religiosos, nos terreiros... apresentando-se em dança afro, dança moderna, dança contemporânea; presente nas folias de reis, nas congadas, no calango mineiro, no axé, no afoxé, no carimbó, na chula, na ciranda, no chamamé e no fandango, no jongo (o avô do samba), da umbigada, no maxixe, maculelê, na capoeira, no frevo e muitas, muitas outras danças...


[...] Que emociona a velha-guarda / Lá na comissão de frente/ Como a velha baiana / Que foi passista / Brincou em ala / Dizem que foi o grande amor de um mestre-sala.[...] Samba de Martinho da Vila.

No carnaval a dança é essencial. A dança e o samba estão inter-relacionados e presentes em quase todo o contexto carnavalesco. Está definida em diversos quesitos, além de ser importantíssima no desempenho da comissão de frente, do mestre sala e da porta bandeira, da porta estandarte, das rainhas e reis, assim como nas alas, nas alas coreografadas, nos casais de passistas, nas baianas, na velha guarda, nas madrinhas, musas, e nos destaques e muitos outros... enfim, sem a dança, estes elementos (quase todos de uma escola) seriam descaracterizados.

Vamos aproveitar este dia para refletir sobre a importância da dança para as escolas de samba e tribos carnavalescas. Incentivar esta magnífica arte que a todos encanta é um dever de todo o dirigente e gestor. Escola de Samba é um local de ensino (por isso o título de escola) e é importante que este ambiente seja o promotor das bases da dança popular.

Em tempo: para celebrar a dança, alguns projetos de dança estão a pleno.
O Projeto Bailado que agora funciona na sede do Satélite Prontidão aos sábados.

O Padedê do Samba, que retorna com as suas atividades no dia 16 de maio, está programando diversas atividades para sua aula inaugural, aguardem...