quarta-feira, 25 de março de 2015

Salve os projetos carnavalescos


Os desfiles no Porto Seco acabaram, mas o povo do carnaval não para.

Uma das razões dessa movimentação se deve aos projetos culturais que são desenvolvidos durante o ano.

Um desses trabalhos é o Projeto Bailado realizada na Associação Satélite Prontidão, liderado pelo mestre-sala Chula Silveira que tem a participação da porta-bandeira Priscila e da porta-estandarte Tatiele, instrutoras do curso. O programa teve início no Estado Maior na Restinga, revelando novos talentos para o nosso carnaval. 

Padedê do Samba - Foto Humberto Macedo
Outro trabalho louvável é o Projeto Padedê do Samba que há cinco anos ensina aos amantes do carnaval o bailado da Porta-Estandarte, do mestre- sala e da porta-bandeira. O Padedê do Samba da presidente Simone Ribeiro e demais instrutores, retorna em Maio. Vale lembrar que este projeto virou escola, com CNPJ como associação beneficente, um ganho para nossos iniciantes. 

Esses são exemplos de iniciativas que estão dando certo no carnaval de Porto Alegre, ainda temos os trabalhos do mestre Guto no Estado Maior da Restinga, ensinando aos jovens da zona sul da cidade não somente a arte da bateria, mas sim o profissionalismo que o quesito exige. O CETE (Centro de Estudo e Pesquisa de Tema Enredo), idealizado pelo carnavalesco e temista Sérgio Peixoto, mostra como desenvolver um tema enredo e também forma novos julgadores para o carnaval gaúcho. Enfim projetos culturais que valorizam o nosso carnaval.

CETE - Foto: Luis P. Fraga

Mas um projeto que esperamos que volte ainda em 2015 é o Esporte da Samba, trabalho idealizado pelo vereador João Bosco Vaz, que em 2005, respondendo pela Secretária Municipal dos Esportes, Recreação e Lazer da Prefeitura de Porto Alegre, colocou na avenida uma escola de samba formada por crianças de 70 comunidades. Esperamos que todas as dificuldades possam ter sido superadas e que a escola volte com força na avenida.

Salve os projetos carnavalescos e os profissionais que compartilham o seu talento com os amantes do nosso carnaval.