quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

Setor 1 na Minha Quadra: Acadêmicos de Gravataí



No último domingo (01), a equipe do Setor 1 esteve presente no ensaio da Acadêmicos de Gravataí para saber um pouco mais do que a onça negra levará para a avenida em 2015. “Eis Que Tudo Transformei” é o enredo da vermelho, preto e branco de Gravataí, que cantará na avenida, o samba de autoria de Arilson Trindade, Alex Bagé, Acioli, Shazam, Chocolate, JR Silva, Léo Doido e Igor Vianna.

TOQUE DE OURO NA BATERIA



Pela primeira vez desfilando na escola de sua comunidade, Júnior Aruanda é o novo mestre de bateria do Gravataí e se diz muito feliz com esse encontro com a escola, num momento muito especial para ambos. Há quatro anos como mestre de bateria e com o peso de atingir os mesmos resultados que vem obtendo nos últimos anos, quando levou o Estandarte de Ouro de Bateria em 2013 e 2014 (pelo Império da Zona Norte), Aruanda afirma que a responsabilidade é grande, mas que o trabalho está sendo a principal base para garantir o sucesso na avenida. “Estamos trabalhando muito. Além dos ensaios de domingo, nós estamos intensificando os ensaios técnicos, ensaios de rua... E também no barracão da escola, no Porto Seco e na pista de eventos, fazendo todo o percurso de desfile.”

Segundo ele, a bateria fará alguma surpresa para o desfile, mas isso não será o principal na passagem da escola. “A gente está focando no trabalho. Lógico, alguma coisa eu vou fazer, de coreografia, paradinhas, até porque as pessoas cobram isso. Mas o ritmo, a nossa função será o primordial do desfile”, afirma o mestre.

Serão ao todo, 200 ritmistas na bateria do Acadêmicos de Gravataí.

VOZ PREMIADA NO CARRO DE SOM

Pelo quarto ano seguido como intérprete oficial da Acadêmicos de Gravataí, Lú Astral afirma que a expectativa para o desfile de 2015 são as melhores possível para buscar o título que não veio ano passado. “Nós vamos vir para brigar”, afirma a voz número um da escola.

As comparações entre os sambas de 2014 (que recebeu todos os prêmios da categoria nas premiações oficiais) e o de 2015 foram inevitáveis. Mas Lú Astral defende a nova obra da escola. “A aceitação do novo samba, no início foi um pouco resistente. Mas é aquilo, quando tu escuta uma vez, às vezes tu não consegue tecer uma opinião concreta, só depois de ouvir mais vezes, enfim...  O samba de 2014 foi uma unanimidade, algo que, talvez daqui há 10 anos aconteça de novo no carnaval de Porto Alegre. Mas a gente foi trabalhando o samba de 2015 e agora eu tenho a opinião de que ele é tão bom quanto o de 2014. São estilos diferentes mas tenho certeza que vamos cantar forte na avenida e fazer um trabalho tão bom quanto no ano passado.”

A harmonia manteve praticamente a mesma equipe de 2014, trabalhando desde a metade do ano passado. No carro de som do Gravataí, serão 3 cavacos, 2 violões, sete vozes de apoio e mais o intérprete oficial.

O COMPASSO CERTO DA DUPLA DE GUARDIÕES

Dupla ensaia firme para conquistar os 40 pontos. Foto: Lauro Evaniro

Andreísa desfila há 8 anos como porta-bandeira em Porto Alegre e junto com Alexandre Pereira, o Choco, completam 2 anos no Gravataí, em 2015. Já o mestre-sala, iniciou em comissão de frente após mais de 10 anos dançando no quesito, migrou para o bailado de guardião do pavilhão, desde 2011. Com a Andreísa, são três anos de trabalho, iniciando em carnavais no interior do Estado. Para 2015, a dupla promete um desfile emocionante.

Segundo Andreísa, o casal  tem ensaiado cerca de quatro vezes por semana, no Porto Seco, com um bom ritmo de trabalho e focados na avenida. A fantasia do casal, que inclusive já está completamente pronta, também serve nos testes da coreografia. “A gente vem buscando aprimorar ainda mais nossa dança, nos ensaios. Para muamba, também estamos pensando em algo diferente, utilizar a oportunidade para fazer mesmo um verdadeiro ensaio técnico de avenida, com peso até similar ao peso da fantasia, tudo para se preparar para o grande dia”, afirma Alexandre.

A FALA DA DIREÇÃO DA ESCOLA

Vice-presidente da escola confia no desfile de 2015 para o título de Gravataí.
Foto: Lauro Evaniro.

Gerson Dorneles, vice-presidente do Gravataí, afirma que as expectativas são as melhores para 2015, principalmente após o grande espetáculo apresentado em 2014. “A gente está trabalhando bastante, integrando todos os componentes. Hoje (domingo) estamos fazendo ensaio técnico aqui na rua, para ver o canto da escola, tudo certinho... Com certeza faremos um desfile digno para disputar o título”.

As dificuldades financeiras, que atingiram as escolas este ano, embora preocupante, não afetou o barracão da escola, que de acordo com Gerson, segue firme em fase de conclusão. “Nosso barracão está trabalhando a todo vapor e com certeza chegaremos na avenida com tudo pronto e da melhor qualidade possível”.

Acadêmicos de Gravataí será a segunda escola a desfilar, na sexta-feira de carnaval, 13 de fevereiro.