quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

São Leopoldo e o carnaval da resistência

Mesmo sem recurso, foliões garantem a folia - Foto reprodução

O carnaval de São Leopoldo para o ano de 2015 esteve, assim como diversas atividades na cidade, sob efeito gangorra. Teve seus altos e baixos, suas aceitações e negações.

Mas como se costuma dizer “A voz do povo, é a voz de Deus” e, “Se Deus é brasileiro” o carnaval da cidade aconteceria.

Após intensa negociação por parte da associação carnavalesca e sua comissão de carnaval, integrantes das diretorias das escolas e simpatizantes com o governo do município por aproximadamente seis meses – reuniões, presença em sessões na câmara dos vereadores, passeatas pacíficas - enfim, a novela que circundou as festas de momo da cidade teve seu final feliz: o carnaval ocorrerá sim!

Mesmo sem o repasse da verba que costumeiramente ocorria, a associação que tem a tarefa de reger um dos maiores carnavais da região metropolitana não deixará de realizar o evento. O evento foi batizado de desfile comunitário. Quem acompanhou essa trajetória até aqui resume o fato á uma palavra: RESISTÊNCIA!


A FOLIA ESTÁ GARANTIDA!
E segue o baile para os foliões...

 A festa ocorrerá no próximo sábado (28), a partir das 19h30min no tradicional local das apresentações, a Avenida Dom João Becker (em frente ao ginásio municipal Celso Morbach).

Quase todas as escolas de samba marcarão presença no desfile comunitário leopoldense: Alambique Leopoldense, Acadêmicos do Rio Branco, Academia de Samba da Zona Norte, Estação Primeira de São Léo e Imperadores do Sul. 

As escolas União da Vila, Imperatriz Leopoldense e Império do Sol não irão participar do evento. 

A luta do povo do carnaval - Foto Andrea Thurler

A apresentação das entidades carnavalesca será diferente este ano: a comissão de frente, por exemplo, será composta por integrantes das oito agremiações da cidade simbolizando a união em prol do carnaval. Esta é apenas uma das modificações. O evento será inovador. Vale à pena prestigiar.

O padrão dos desfiles para o público será próximo dos que ocorriam nos anos 90. Por isso chegue mais cedo a Av. Dom João Becker com suas famílias, cadeiras e isopores para assistir o desfile de sua escola do coração com comodidade, pois não haverá arquibancadas ao longo da avenida.

A segurança do evento será por parte da Brigada Militar e Guarda Municipal, tudo acertado em reunião com a comissão, segundo relato do presidente.


Foto: Andrea Thurler
PALAVRAS DO PRESIDENTE 

Nesta quinta (25), após contato com o presidente da Associação das Entidades Recreativas e Carnavalescas de São Leopoldo, Evandro Santos, e perguntado sobre as perspectivas sobre o evento o mesmo, prontamente a pedido do Setor 1 remeteu nota de esclarecimento:

“Boa noite! Apesar de todos os esforços, a A.E.R.C.S.L lutou e apresentou todas assolicitações do município, e não conseguimos alcançar nosso objetivo de realizar o carnaval 2015. Estou muito triste com toda essa situação. Decepcionado... Até em tom de despedida da associação, pretendemos fazer um grande evento pensando sempre nas comunidades e nas escolas de samba. Os preparativos estão a todo vapor e os presidentes com muita vontade de fazer o melhor.”

                                                                                           EVANDRO SANTOS – PRESIDENTE DA A.E.R.C.S.L