sábado, 21 de fevereiro de 2015

O desabafo do presidente Miro Leal


Após o desfile que deixou a Academia de Samba Praiana com o terceiro lugar do Grupo intermediário A, o presidente da entidade Miro Leal escreveu um desabafo referente ao que se refere ao carnaval 2015. Veja a seguir as palavras do presidente da verde e rosa:
Infelizmente, para quem gosta da folia, preciso afirmar que o carnaval de Porto Alegre está e estará podre e comprometido até quando fizermos as mudanças necessárias para o seu restabelecimento prazeroso e original. Faço esta afirmação respaldado por provas e declarações de pessoas influentes, com muita vivência neste meio e até de carnavalescos cariocas, nossos "país" no samba.

Não é admissível que meia dúzia de pessoas domine o todo e determine quem vai ganhar, cair ou acessar o Grupo Especial do carnaval de cada ano. No meu caso específico, ultimamente como presidente da Academia de Samba Praiana há quatro anos, escola tradicional da cidade, uma das mais queridas, comprovo que estão nos impedindo de fazer um carnaval para a alegria da comunidade, no lugar de destaque aonde deveríamos estar. Sei que é pessoal e não contra a Praiana, pois aceitei o desafio de colocá-la na avenida, disputando o título, inclusive investindo dinheiro próprio, já que o subsídio oferecido é muito aquém do que se precisa atualmente para passar ambicionando algo. Aqui, vai outra constatação: se a escola não pagar o que é pedido por aqueles que vivem do carnaval, seu carro é arranhado, seu material é roubado e até sua família é ameaçada de morte.

Hoje em dia, a Praiana, com a nossa gestão, criatividade e posicionamento, é, sim, ameaça às "grandes" escolas como postulante ao título apenas, se fosse levado em consideração o que cada uma faz para apresentar o melhor e mais bonito desfile. Mas não; prevalecem interesses financeiros dos comandantes do carnaval municipal. E aqui, mais uma constatação: o carnaval de Porto Alegre precisa voltar a ser administrado pela Prefeitura, urgentemente. Ela é quem deve contratar os jurados para que estes julguem todos os quesitos de maneira isenta, sem obedecer acertos quando de suas contratações, mesmo que estes tenham sido contratados do Rio de Janeiro.

Ano passado, 2014, as avaliações foram ridículas, ainda por jurados de Porto Alegre, supostos amigos do Rei, o "roubo" foi escancarado, impedindo a Praiana de retornar ao Grupo Especial. Tanto é que as justificativas, que são públicas, de quem atribui as notas foram completamente descabidas, flagrantemente sem fundamentos, o que fez com que a AECPARS ( Associação das Entidades Carnavalescas de Porto Alegre e Rio Grande do Sul ), fosse desprestigiada por algumas escolas que criaram a UECGAPA (União das Escolas de Samba do Grupo A de Porto Alegre ). Assim, foi consumada a desunião da massa carnavalesca.

Em 2013, o grupo dominante prejudicou a Praiana ao corromper o nosso carnavalesco que afirmou, na véspera do desfile, que estava tudo certo e pronto, o que não se confirmou com a falta de adereço das baianas e da escultura principal do carro abre-alas, encontrado depois escondido na concentração. Ou seja, tudo manipulado pelos líderes para que a nossa escola fosse rebaixada e deixasse de ser uma ameaça para eles. Ainda: o regulamento foi alterado após a disputa e, ao invés de caírem duas escolas, rebaixaram somente a Praiana, permanecendo a Vila Isabel, escola do presidente da LIESPA ( Liga das Escolas de Samba do Grupo Especial de Porto Alegre ). Está tudo muito claro; são fatos que mostram que o carnaval gaúcho, com estes atuais “líderes” está comprometido. Alô, Prefeitura !! Alô, Secretário da Cultura !!

Tudo isto fez com que a RBS TV se desinteressasse pela audiência gerada pelo carnaval local, repassando a transmissão do Grupo Especial para a TV COM, emissora afiliada com muito menor estrutura e qualidade. Também a TVE deixou de transmitir o Grupo Intermediário; será por isso ? São evidências que estão aí para serem analisadas e julgadas por aqueles que desejam um carnaval limpo, melhor e ideal.

Portanto, prezados e queridos carnavalescos, este não é o carnaval que amo e que gostaria que evoluísse a ponto de ser, pelo menos, bonito de se ver e prazeiroso de se conviver. Me despeço com sentimento de dever cumprido, mas fragilizado quanto a este sonho, eliminado da minha lista. Logo que eu arrumar um presidente que tenha o perfil desta nossa gestão, que se dedique e invista como eu fiz nestes últimos anos, me afastarei definitivamente, sempre acompanhando a nossa verde e rosa, triste por este mal que aflige a grande maioria dos carnavalescos, mas feliz por ter feito a Praiana praianar. Valeu, queridos praianenses !! Obrigado.


MIRO LEAL
Presidente da AS Praiana