domingo, 1 de fevereiro de 2015

A última Descida da Borges de 2015

40 mil pessoas estiveram presentes na última sexta-feira (30).

Na noite da última sexta-feira (30), aconteceu a última edição da Descida da Borges 2015. E podemos dizer que a noite foi vermelha e branca. Unidos do Capão, Embaixadores do Ritmo e Imperadores do Samba fizeram a festa numa das mais tradicionais manifestações carnavalescas da cidade, que em sua última edição do ano, reuniu cerca de 40 mil pessoas, de acordo com dados oficiais divulgados pela Brigada Militar.

O TIGRE E A LENDA DO ESPORTE

Cantando o ídolo colorado Fernandão (falecido em 2014), a Unidos do Capão chegou na Borges animada e colocando o público para vibrar também. Bem trajada e com o samba na ponta da língua, a vermelho e branco de Sapucaia do Sul abriu em grande estilo a noite.

O intérprete Zinho Melodia soube mexer com o público, juntamente com a bateria Ritmo do Tigre, comandada pelo mestre Rodrigo Silveira, que conduziu muito bem o samba da escola.

Destaque para os pavilhões, Márcio Kremer e Kizzy Pereira, com a bandeira e Denise Nogueira, a primeira porta-estandarte da escola. O trio arrancou muitos aplausos do público ao longo do percurso.





TRADIÇÃO E JUVENTUDE NOS EMBAIXADORES



Segunda escola a descer a Borges, os Embaixadores do Ritmo mostraram-se muito bem alinhados e em perfeita sintonia no grupo. A escola, com mais de 60 anos de história, desceu a Borges trazendo todos os seus pavilhões (bandeiras e estandartes) à frente da escola. E o destaque disso tudo é que sendo a segunda escola mais antiga do carnaval de Porto Alegre, a responsabilidade de carregar suas bandeiras está nas mãos de três casais jovens e que, não por isso, deixam de apresentar qualidade e bom entrosamento.

Robson e Nathiely, o primeiro casal, foram muito aplaudidos ao longo da Descida e apresentaram belas coreografias para o público. A presença do fundador e presidente da escola, Adolfo Giró também foi saudada pelo público presente.

IMPERADORES DO POVO



Encerrando a Descida da Borges 2015, os Imperadores do Samba fizeram jus à alcunha de Escola do Povo. Numerosa com seus componentes, os leões da Padre Cacique se agigantaram com a presença de sua torcida, que antes mesmo da apresentação começar, fazia ecoar pela Borges seu grito de guerra “Eu sou... Sou Imperador até morrer!”.

Com muito samba no pé e animação, os destaques da vermelho e branco encantaram o samba à plenos pulmões. O intérprete Vinícius Machado mais uma vez se destacou, colocando o público para cantar não só o samba de 2015, mas também sambas de quadra e hinos da escola.

Já no clima do enredo de 2015, as cabrochas dos Imperadores desceram a Borges vestidas com roupas alusivas à dupla GreNal. E samba no pé não faltou com o time de passistas da escola. Os casais deram show de harmonia e desenvoltura, com a garra costumeira dos Imperadores.



Para o presidente da LIESPA, Juarez Gutierrez, a Descida da Borges é mais uma etapa concluída pela organização do carnaval. “A nossa alegria sendo completada. O carnaval vem afirmando sua importância quanto cultura popular. Tivemos noites aqui muito vitoriosas, com disciplina, mais de 40 mil pessoas curtindo a festa... Eu, como diretor disso tudo, e aqui falando em nome da LIESPA e  também da UECGAPA, estou muito feliz porque o carnaval está feliz. As pessoas estão aqui curtindo a Descida da Borges, e também se preparando para estar na muamba nos dias 6 e 7 de fevereiro, no Porto Seco e nos nossos desfiles oficiais, de 13 à 16 de fevereiro. Eu agradeço a todos que colaboraram para que essas atividades fossem realizadas com sucesso”.