sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

O triste momento da despedida

Após dez anos de experiência e habituado a um fato que acontece anualmente na mesma data, as emoções já parecem estar amenizadas e coração acalentado correto?
Não o Rei Fabio Verçosa hoje e um dia terrível para ele. Saber que vai se despedir de três pupilas que se tornaram família e receber outras três e iniciar um novo processo de aproximação não e tarefa fácil.  Podemos entender o dilema do Rei na mensagem deixada no Setor 1, e direcionada a corte que hoje se despede.

Corte se despede do rei na noite de hoje - Foto Diário Gaúcho

O triste momento da despedida 

Por Fábio Verçosa
Rei Momo de Porto Alegre

Somos matéria e espírito. Mas, ainda somos pouco evoluídos, e pendemos, na maioria das vezes, mais para o lado materialista.
Daí, não entendemos e pouco aceitamos as despedidas.
Afastar-nos fisicamente de alguém que amamos, parece-nos cruel e inaceitável.
Assim é comigo, em relação às Soberanas do Carnaval de cada ano.
E 2014, não foi diferente. Aliás, foi. E sempre será!
A cada fim ou início de ano, recebo três Soberanas.
E, também a cada fim ou início de ano, me despeço de outras três.
Em 2014, recebi três mulheres fantásticas, não somente naquilo que a maioria das pessoas vê, o físico. Caroline Aires, Alana Garcia e Brenda Martins.
Cada uma diferente. Cada uma especial. Mas todas muito amáveis e inesquecíveis.
Hoje, dia 09 de janeiro, nossos momentos de convivência escasseiam. Mas, nossos corações vibram cada vez mais forte, junto com a batida do outro.
Poder olhar para elas, mesmo que com os olhos marejados de lágrimas, e dizer valeu a pena, é bom demais.
E valeu muito mais que a pena.
Valeu a amizade, o carinho, o respeito, o amor, a gratidão,...Valeu mesmo!
Como cantava Zizi Possi, perigo é ter você perto dos olhos, mas longe do coração...
Hoje, as terei longe dos olhos mas, bem perto do meu coração.
Carol, Alana e Brennda, vocês serão eternamente Soberanas do nosso Carnaval, e principalmente, Soberanas do meu amor!