quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Portas da prefeitura de São Leopoldo fechadas para o povo do carnaval

Evando Santos, presidente da associação luta junto aos presidentes pela realização do carnaval - Foto Jackson Gomes 

Na tarde desta quinta feira (11) o conselho de presidentes das escolas de samba de São Leopoldo foi barrado na porta do gabinete do prefeito de São Leopoldo Aníbal Moacir da Silva (PSDB). Os dirigentes carnavalescos queriam ter conhecimento da liberação ou não do fomento para o carnaval 2015 a fim da organização das escolas e eventos do calendário oficial, como a escolha da rainha, marcada para o próximo sábado.

A novela mexicana que vive o carnaval de São Leopoldo iniciou em Agosto deste ano com o rumor de que não haveria carnaval que revoltou a comunidade carnavalesca. Dias depois após ouvir e dialogar bastante com os integrantes da Associação das entidades carnavalescas de São Leopoldo, o prefeito de São Leopoldo Anibal Moacir da Silva, o Moa, CONFIRMOU a realização do carnaval 2015 de São Leopoldo.

Império do Sol é a atual campeã do carnaval a cidade - Foto Jackson Gomes

A informação de que não haveria carnaval nas terras capilés causou alvoroço em meio ao povo carnavalesco. O motivo seriam os altos custos que a festa gerava aos cofres públicos. Mas após manifestações pela internet o prefeito voltou atrás e decidiu conversar com as lideranças carnavalescas para que, mesmo com recursos mais baixos, a festa seja realizada em 2015. Agora as comunidades lutam pela aprovação deste recurso. 

Antes disso em um ato de total desrespeito e talvez até deboche com o povo do carnaval. Durante a premiação do Estandarte de Ouro de São Leopoldo uma cena, no mínimo pitoresca ocorreu no local do evento, mas antes é preciso “começar do começo”. A alguns dias a Prefeitura Municipal de São Leopoldo assumiu a possibilidade de NÃO HAVER carnaval naquele município. Os altos custos da festa seriam o responsável pelo cancelamento do evento, mesmo a cidade tendo um dos maiores carnavais do estado.

Mesmo assim a Associação das Entidades carnavalescas do município segue com sua programação e realizou o evento “Estandarte de Ouro” premiando aos melhores do carnaval 2014. Durante discurso inflamado dos presidentes das entidades que lamentavam o rumor de não haver carnaval eis que chega o atual secretário de cultura do município “ricamente trajado” com vestes alemãs.

Veja bem: Que São Leopoldo seja uma cidade de colonização alemã e seja o berço da mesma, isso boa parte de nós já sabemos. Resta saber o que leva um dirigente do governo (sabendo que encontraria um povo contrariado por saber do cancelamento de sua maior festa) a comparecer a um evento que tem suas origens cravadas na cultura afro com as vestias de um povo que tanto recrimina e critica o carnaval.

Não quero acreditar que seja um deboche tão pouco uma afronta! Resta saber qual seria a reação deles caso qualquer um de nós chegasse a um Kerb de fantasia.

Prefeito deve receber novamente os dirigentes amanhã


Ficou marcado para amanhã (12), uma nova reunião na qual (espera-se) que o prefeito da cidade recebe o conselho de presidentes para tomarem uma decisão final. A 60 dias do carnaval as escolas de samba do município (duas delas com compromissos firmados no grupo intermediário A de Porto Alegre) não sabem o valor do fomento, tão pouco se haverá verba destinada pelo poder publico para a realização do carnaval. Caso o resultado do encontro de amanhã seja contrário ao esperado por parte dos carnavalescos, é possível até mesmo que o evento do próximo sábado venha a não acontecer, frustrando uma comunidade que é tradicional na alegria de um dos maiores carnavais do Vale dos Sinos!