segunda-feira, 15 de dezembro de 2014

Grande evento da harmonia da Praiana


Por Ramão Carvalho 

Foi um sucesso a festa da Harmonia da Praiana, que contou com as apresentações das Escolas de Samba convidadas Realeza, Academia de Samba Puro, Imperatriz Dona Leopoldina, Estado Maior da Restinga e da dona da casa.

O evento aconteceu na Quadra Show da Praiana, na Avenida Padre Cacique e o público, em bom número, prestigiou a festa.

Por volta das 23 horas adentrou a pista a Sociedade Beneficente Cultural Realeza, que tem como enredo as Comissões de Frente do carnaval... O Grupo Show da Lilás e Branco estava alinhado, comandado por Paulinho Branco, com destaques para a Bateria e Harmonia de Bruno Martins, Mosa no primeiro Estandarte, Vinicius Souza e Jana Rodrigues elegantemente portando o primeiro pavilhão.


Logo após a apresentação da Realeza foi a vez da Academia de Samba Puro. A escola com sua bateria cadenciosa empolgou os presentes. Após o agradecimento e saudações de Paulinho Durão, dando as boas vindas ao povo, ele apresentou oficialmente o guardião do Pavilhão Oficial para 2015, que será Alexandre Becker, que forma o par ao lado de Guislaine Pereira. O Casal adentrou a pista de apresentação já demonstrando harmonia e integração. Mário Jeferson, o presidente da entidade,  comandou a apresentação do Grupo Show que demonstrou alegria, beleza e empolgação, peculiar da escola do Morro da Conceição.

A Sociedade Beneficente Cultural e Recreativa Imperatriz Dona Leopoldina, iniciou seu show com o comando de Alexandre Belo junto à bateria do mestre Douglas Breque, que ditaram o ritmo alegre e descontraído. Apesar de não estar com o time completo, a Escola Laranja e Preto mostrou garra e alegria em sua apresentação.


Já eram 03 horas da manhã de domingo quando a anfitriã iniciou sua apresentação. A Academia de Samba Praiana estava alegre e bem trajada. Robinho Sorriso agradeceu aos que se fizeram presentes na Festa da Harmonia, agradeceu a todas as escolas co-irmãs que ali se apresentaram. O Diretor Marlon Silva foi montando o grupo Show da escola, que aos poucos lotou a área de apresentações. Destaque para o casal de mestre sala e porta bandeira Hélida Freitas e Marcelinho, com graça, sincronia e muita energia, abrilhantaram o show da verde e rosa.

Após a apresentação da Praiana, foi a vez da Sociedade Recreativa Beneficente Estado Maior da Restinga adentrar ao espaço de apresentações. A Bateria da Escola, com sua cadencia, ginga e balanço agitou quem assistia o início das apresentações. Renan Ludwig, com sua potente voz empolgou o grupo ao cantar o samba 2015. O grupo reduzido de destaques apresentou-se com alegria em plena madrugada de domingo.

Estava em companhia da carioca e pesquisadora Eliane Santos de Sousa, que é doutoranda em arte e cultura contemporânea pela Universidade Estadual do Rio de Janeiro, com trabalhos voltados ao quesito mestre sala e porta bandeira. Ela prestigiou e elogiou a festa, principalmente no que diz respeito à dança dos casais gaúchos e especialmente na peculiar dança das Porta Estandartes que por ali bailaram graciosamente com energia e disposição.

Em suma, a festa da Harmonia estava bem organizada, ordeira e divertida. As escolas não demoravam muito para a montagem de seus grupos, o que manteve a atenção e a participação do público. Parabéns aos organizadores do evento, receptividade sempre notada na Praiana, presidente Miro, Chico Correia e todos os praianenses. Parabéns! ... que venham muitas outras festas deste porte!

A estrela da festa foi o RITMO!
Por Israel Ávila

Embora seja sempre muito bom ver um show recheado de destaques bem vestidos e talentosos as grandes estrelas da festa na Praiana foram de fato as harmonias e as baterias.


Com a Realeza, Bruno Martins se destaca como uma das novas vozes do nosso carnaval. Seguro, conduziu o show com o belo apoio da Bateria de Mestre Lipo, que traz na bagagem o Estandarte de Ouro do ultimo carnaval, e mostrou na cadencia e no ritmo o por que desta importante premiação do carnaval recebida.

Após a imponente voz do filho, foi a hora da marcante voz do pai. Paulinho Durão, pai de Bruno Martins, subiu ao palco com a sua Academia de Samba Puro, para cantar e encantar a todos com seu incontestável talento. Aliás, Samba PURO é a denominação perfeita para o trabalho que fez a bateria da escola. Sob o comando de Mestre krlinhos, estreante na função, os ritmistas do morro apresentaram ritmo contagiante, bossas bem elaboras e um levada convidativa a se dançar. A tradicional “batida” da escola não se perdeu, mesmo com as felizes variações e bossas elaboradas pelo novo mestre.


Mestre Douglas Breque e Alexandre Belo formaram o casamento perfeito no ritmo que se propõe a Imperatriz Dona Leopoldina neste carnaval. A união da experiência do canário e o talento do jovem mestre de bateria brindaram os presentes com um ótimo repertório e uma “pegada” que da gosto de se ver e ouvir. Por sinal, torna-se quase impossível ficar parado ao som da Laranja Mecânica.

Já o anfitrião Robinho Sorriso e Mestre Nenê prepararam um show todo especial para apresentar aos convidados da Academia de Samba Praiana. Embora o tempo de apresentação da escola tenha sido reduzido pelo adiantado da hora, Robinho passeou por sambas da entidade e de escolas coirmãs, enquanto o mestre e seus ritmistas conduziam a festa com ritmo leve e cadenciado, resultado dos muitos ensaios feitos pela escola da Padre Cacique.


Ao fim, uma das melhores baterias do nosso carnaval invadiu a quadra. Na ocasião, chefiados pelo auxiliar de bateria Fabinho Freitas, os Tinguerreiros deram seu costumeiro espetáculo de ritmo, unindo som a coreografias que permitem que o público note que os ritmistas fazem seu trabalho com alegria e descontração. No palco Renan Ludwig dava o tom e a voz ao sambas da tricolor da Zona Sul e embalou e encerrou o evento com aquela vontade “que quero mais”.

Parabéns Robinho pelo evento... aguardaremos, ansiosos, a próxima data!