sábado, 8 de novembro de 2014

Tinguerreiros foram um show a parte


Primeira escola de samba a apresentar-se na mostra de sambas de enredo para o carnaval 2015, o Estado Maior da Restinga coloriu a arena de shows com um espetáculo verde, vermelho e branco. No palco a bateria dos Tinguerreiros chefiada por Mestre Guto tocou como se estivesse em casa. Segura, com os ritmistas bem a vontade, certamente foi o grande diferencial da apresentação da escola. Não resta dúvida de que ano a ano ela se consagra entre as baterias do Rio Grande do Sul.

O próprio presidente Preto, em entrevista a Rádio Metrópole salientou que infringiu o regulamento da Liespa, e levou um número a mais de componentes. Segundo ele, só na bateria foram mais de 100 quando o permitido eram 80 pessoas no total do show. O presidente reitera que não poderia deixar nenhum ritmista de fora haja vista que todos se esmeram em ensaios durante a semana, e não poderiam ficar de fora do espetáculo. Outro ponto a se destacar no estado Maior é Renan Ludwig, que durante o show demonstrou que de fato, a Restinga é o seu lugar.