segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Perfil: Jhuan Lima


Nome: Jhuan Lima

Idade: 19 

Naturalidade: Porto Alegre

Função no carnaval: Compositor, Ritmista e Mestre-Sala

Profissão: Estudante

Religião: Umbandista 


Estado Civil: (   )Solteiro   (    )casado   (x  ) namorando  (   ) enrolado   (    ) a procura

Escola que começou:
Academia de Samba Praiana

Escola por onde passou: Tribo Os Tapuias, Ac de Samba Praiana, Ac de Niterói, Bambas da Orgia, União da Vila do IAPI, Estação Primeira da Cruzeiro (São Lourenço).

Escola que está: Copacabana e Bambas da Orgia.

Escola do coração: Bambas da Orgia.

Se não ocupasse a função que ocupa no carnaval, o que você seria? : Diretor de Carnaval.


Profissional do carnaval gaúcho que você admira: Luis Fernando Lima (Pai).

Um carnaval inesquecível: 2012, onde foi o meu primeiro ano como diretor de carnaval em uma escola em São Lourenço do Sul. 

Uma palavra: Conquista

Um sonho: Ver um samba de minha autoria na Nação Azul e Branco.

Um programa de TV: Esquenta!

Um filme: Mil Palavras – Eddie Murphy

Um amigo ou amiga: Maguila Bambas 

Uma música: Sonhar – Mc Gui

Um defeito: Detalhista 


Uma qualidade: Persistente

O que você vê de certo no carnaval: Organização, e o respeito das escolas uma com as outras.

O que você vê de errado no carnaval: A estrutura. O povo poderia ser mais organizado em questão de luta para um ambiente melhor para a nossa cultura popular!

Uma história de carnaval: Em 2012, fui convidado para ser o diretor de carnaval em uma escola em São Lourenço do Sul a Estação Primeira da Cruzeiro, na época eu tinha apenas 16 anos, no qual a mesma em 12 anos não havia ganhado nenhum titulo. Havia a tarefa difícil de bater a tetra campeã da cidade. Enfim, escrevi o samba junto do meu parceiro Maguila Melodia, buscamos auxilio nos barracões das escolas de samba de Porto Alegre, e fomos pra avenida. Comissão de Frente ricamente vestida, bateria cadenciada, quesitos todos em ordem, e o resultado final: Campeã! E um titulo no meu pequeno currículo, HeHe. Mas nada é feito sozinho, tudo isto foi possível graças ao Presidente da Escola Gilson Ferreira e sua Esposa Tatiane Ferreira, que me auxiliaram e fizeram junto a mim as coisas acontecerem!