segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Da série "Pequenos Foliões" - Gabriel Pereira

        

  E aí setoristas de primeira grandeza, tudo na paz?  Findando Outubro, mês das crianças, não poderíamos deixar de falar e homenagear em nossa coluna essa “gente pequena” que é o futuro de todos nós. Pra ilustrar a matéria de hoje, um jovem talentosíssimo, intérprete da “Esporte Dá Samba” e que faz parte do time de canários da Imperadores do Samba.

Foto: Humberto Macedo

         Com a palavra... Gabriel Pereira !!!!

          “Bom, eu sempre tive o sonho de cantar no carnaval porque desde 2004 eu já desfilava. Em 2010, então com 11 anos surgiu a oportunidade de defender um samba na “Esporte Dá Samba”. Foi demais. Acabei ganhando e depois de duas semanas me convidaram para fazer parte do trabalho com eles. Fiquei ali junto com os outros até que chegou o ano de eu interpretar sozinho na Esporte Dá Samba, e desde 2012 eu sou o interprete oficial da escola.

          Mas o sonho maior sempre foi desfilar na Imperadores. Desde pequeno. Então vim trabalhando na escola mirim para que se um dia a chance surgisse eu estar preparado. Quando surgiu o convite foi demais, eu nem acreditava. Porque se olharmos a história da escola veremos grandes nomes, só feras cantaram no Imperador, e eu sendo o mais novo é mais honroso ainda. Imaginem cantar onde já cantou Medina, Buda, Claudio Barulho, Ferraz... É demais!!

 Desfilo na Imperadores desde 2009, mas não cantando. O desfile mais marcante pra mim foi o que o enredo falava  sobre a maquiagem. O desfile foi lindo demais e também porque eu cantei pela primeira vez e agora vou para o terceiro ano consecutivo e espero nunca mais sair.

         Tenho dois ídolos no carnaval. Neguinho da Beija-Flor por toda sua história e Vinícius Machado porque vi de perto tudo o que ele passou nesses anos e foi ele quem me deu essa oportunidade. Pra mim ele é o melhor de todos no momento. Pretendo seguir trabalhando mais e mais, com humildade, até virar um grande intérprete do carnaval.

         Fora do carnaval admiro aqueles que conseguem se destacar e fazer história na música. Pretendo estudar música, cursar uma faculdade dessa área e viajar por aí, fazendo o que eu amo.”

Foto: Humberto Macedo 

          O menino fala como gente grande né? Rsrsrs

          Lindo saber que existe esse sentimento e essa paixão dentro do coração de nossos pequenos. É neles, e somente neles, que está toda nossa esperança da continuação de nossa festa maior que é o carnaval. Mega  abraço Gabriel. Nós do Setor 1, te desejamos sorte e que consigas atingir todos os teus objetivos, na música e fora dela também.

Um salve a nossos erês Um salve a nossos curumins. Um salve a todas as crianças do mundo!!  Abraço Astral pra geral e fuuuui...