segunda-feira, 20 de outubro de 2014

.. criançando com o Padedê!

Foto Lauro Evaniro/Setor 1

Que festa para criança tem de ter carinho, brincadeiras, um cenário legal, guloseimas, (muitas guloseimas!), todos concordam, não? Pois multiplique isso muitas vezes. Foi o que se viu na tarde do último sábado, 18, no parque de diversões em que se transformou a quadra da Praiana,na ação encantadora organizada pelo projeto Padedêdo Samba-RS.   Liderados por Hélida Freitas e caracterizados de personagens infantis que povoam os sonhos da criançada, os instrutores  que ontem eram Bruxinha, Fada, Chapeuzinho Vermelho, Branca de Neve, entre tantos outros, juntaram-se a amigos e colaboradores para transformar um dia de aula da escola, que desperta talentos do nosso carnaval, em uma fabrica de sorrisos.

As crianças eram recebidas em um cenário infantil muito colorido e logo convidadas a brincar. À disposição,muitas balas, doces, brigadeiro, bolos, cachorro quente, refrigerante, balão surpresa e muito mais. Tudo sem filas e sem correria, como criança gosta. Piscina de bolinha e cama elástica foram instaladas para extravasara energia dos pequenos. Foi o dia de brincar com seu professor. Adultos e crianças relembraram brincadeiras antigas como a dança das cadeiras e a equipe do Padedê esteve ainda acompanhada do Rei Momo Fábio Verçosa e sua princesa Alana Garcia, incansáveis soberanos do nosso carnaval que, também caracterizados na temática infantil, participaram ativamente desta tarde dedicada às crianças.


 Ao final da tarde, como de costume, todos colocaram suas roupas de curso e mostraram aos presentes o bailado desenvolvido em aula. E mais uma vez a emoção tomou conta de todos. Para os presentes e emotivos, vero riso fácil de antes dar lugar a uma carinha séria e concentrada de quem entra na passarela para mostrar o seu trabalho, é inenarrável. De máquinas em punho, pais, amigos e convidados disputavam o melhor ângulo. Instrutores orgulhosos e sorridentes cutucavam os colegas destacando seus pupilos em evolução. Além de alunos do Padedê, aprendizes do projeto da Praiana também se fizeram presentes na apresentação. E todos fizeram bonito.

Ao final do evento, nossa equipe conversou com Hélida, uma das instrutoras do projeto do Padedê, que falou sobre este trabalho que em novembro completa 4 anos de atividades no Rio Grande do Sul.

S1: Em novembro o Padedê faz 4 anos. Hoje vocês fizeram uma festa para as crianças, para as famílias, mostrando um pouco do projeto de vocês. Qual é o saldo que vocês veem destes 4 anos de trabalho do Padedê para o nosso carnaval e também para a autoestima destas crianças?

HÉLIDA: Pra nós que voltamos para a parte social, é muito importante esses eventos, para interação das crianças que estão no projeto e que não estão, fazerem essa troca, esse intercambio. Do mesmo modo que nós vamos para o Rio de Janeiro, por exemplo, outras crianças de outros projetos também vem pra cá para trocar experiências. No mês que vem a gente comemora 4 anos e estamos caminhando aos pouquinhos, igual grão de feijão, de pouquinho em pouquinho, de um em um ano trabalhando, com muita luta, muita garra, aos poucos adquirindo conhecimento, adquirindo a confiança do povo do carnaval... Porque o projeto Padedê do Samba é para o carnaval, é para todas as escolas.

S1: As escolas de samba apoiam fortemente o Padedê, que é um projeto de formação de novos destaques, lutadores da cultura carnavalesca, ou ainda vocês estão lutando para garantir o espaço destes jovens no meio? Embora já estejam prestes a completar 4 anos, ainda enfrentam resistência...


HÉLIDA: O carnaval de Porto Alegre ele é bem complicado, porque as pessoas querem ver acontecer, querem soluções para ontem. E o Padedê aos poucos está mostrando pra quê veio. Então não é de um dia pro outro que acontece a formação. O Padedê não tem pressa, até porque os alunos não vão sair daqui já dançando de primeiros numa escola de samba. A hora que quiserem chegar (escolas, diretores) nos apoiar, se unir, fortalecer, já que está sendo bom, será bem-vindo. Toda ajuda será bem-vinda e assim a gente vai, de grão em grão, construindo o Padedê do Samba.

A equipe Setor 1, formada por pessoas que amam o carnaval, presta aqui todas as reverências a equipe do Padedê do Samba RS por proporcionar esta tão valorosa contribuição para o carnaval e o desenvolvimento de nossas crianças. Parabéns Diretoria, parabéns instrutores, parabéns colaboradores.