terça-feira, 30 de setembro de 2014

Perfil: Gugu Lacerda


Nome: Luiz Augusto “Gugu” Lacerda

Idade: 32 anos

Naturalidade: Porto Alegre – RS/Brasil

Função no carnaval: Figurinista, Pesquisador de Tema Enredo, Disign Costum...

Profissão: Design de Produtos

Religião: Africanista

Ao lado da amiga Onira Pereira - Foto reprodução de arquivo pessoal - Fotografo: Fábio Cruz

Estado Civil: ( x )Solteiro   (    )casado   (   ) namorando  (   ) enrolado   (    ) a procura

Escola que começou: União da Vila do IAPI – em 1998

Escola por onde passou: União da Vila do IAPI, Academia de Samba Puro, Imperatriz Dona Leopoldina, Acadêmicos de Gravataí, Embaixadores do Ritmo, Imperatriz Leopoldense, Copacabana, Garotos da Orgia, Império da Zona Norte, Academia de Samba Praiana...

Escola que está: Unidos de Vila Isabel

Escola do coração: União da Vila do IAPI


Se não ocupasse a função que ocupa no carnaval, o que você seria? : Talvez seria Mestre Sala...

Profissional do carnaval gaúcho que você admira: Carlos Medina – Um dos profissionais do nosso carnaval mais regrados que conheci...

Um carnaval inesquecível: Difícil escolher apenas um... Então arrisco a dizer que o Carnaval de 1991 onde a “Vila” desfilou o tema enredo “Antes de Samba... Semba” é memorável e ficará gravado na minha memória para sempre.

Uma palavra: Talento

Um sonho: A eternidade

Um programa de TV:

Um filme:

Um amigo ou amiga: Não são muitos, mas são verdadeiros! Cada um tem a sua importância impar na minha vida e quando preciso todos estão ao meu lado.


Uma música: “Saigon”

Um defeito: Ser Perfeccionista

Uma qualidade: Deixo para os meus amigos responderem...

O que você vê de certo no carnaval: O surgimento de novos talentos! É preciso que o nosso carnaval se renove e acredito que o surgimento de novos artistas esteja intimamente ligado a essa renovação. Admiro quem estimula a paixão que o carnaval exerce em nós. Só quem vive essa festa entende o que sentimos...

O que você vê de errado no carnaval: A falta de respeito e de comprometimento com os profissionais do carnaval.


Uma história de carnaval: Em 2001, com 19 anos, assumi a Direção de Carnaval da Academia de Samba Puro. Naquele ano dirigi o carnaval da escola junto com ícones da folia como Luis Mauro, Onira Pereira, Edson Vieira, Guaraci Feijó... Mas porque um “Guri” de 19 anos seria o Diretor de Carnaval tendo esses monstros na escola? Não sei... Ate hoje me pergunto isso! Bom... O ano de 2001 chegou e já me via em apuros com os preparativos da Escola que no ano antes havia sido campeã do Grupo IB, sendo credenciada para desfilar no Grupo IA. Os cofres da Escola estavam quase que zerados... Não tínhamos verba para vestir os Destaques. O tempo foi passando e além de dar uma de maratonista, eu desenhava os figurinos que faltavam, ajudava no barracão, fazia compras para as fantasias e brigava com o presidente da escola. Na véspera do desfile já faziam 24 horas que estava acordado em volta dos últimos preparativos. Passei mais uma madrugada acordado “montando” os adereços do Casal de Mestre Sala e Porta Bandeira, assim completando 48 horas acordado. A escola era a primeira a desfilar na segunda feira de carnaval na Avenida Augusto de Carvalho, ou “Alberto Barcelos – O Roxo”. Entre a tarde e a noite perdi o telefone celular e não consegui ir em casa para buscar a roupa a qual iria desfilar. Resultado: Desfilei barbudo, com o cabelo quase Black Power, calçando um chinelo de dedo ,trajando uma bermuda e uma camiseta sujas. A camiseta continha uma logomarca, então vesti por cima dela uma outra camiseta que era dos empurradores de carro. Com fome, com sono, cansado... Todo o sacrifício valeu a pena! A Samba Puro sagrou-se campeã e no próximo ano desfilava no Grupo Especial...