quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Presidente Preto esclarece o rumor sobre a venda da quadra da Tinga

Palavra do Presidente

Quero me dirigir aqui aos nossos Ritmistas, Baianas, Comissão de Frente, Coordenadores, Destaques, Diretores, Conselheiros, Simpatizantes e todas as pessoas que com amor e paixão ajudaram a construir a S.R.B. Estado Maior da Restinga (povo do carnaval), desde que assumi a Presidência desta Entidade tenho buscado, incansavelmente o melhor para ela, e tenho ouvidos atentos para aqueles que como eu, desejo o melhor para nossa Escola.
Neste sentido recebi uma proposta que pode ser interessante para a entidade, para a sua independência e a sustentabilidade. De maneira democrática e transparente encaminhei a proposta ao Conselho, que é composto por pessoas idôneas e que ao longo dos anos ajudaram a construir este nosso Patrimônio (Material e Imaterial), e que ficam aqui os meus mais sinceros agradecimentos.
Fui procurado pelo Empresário do Super Kan, que me fez a seguinte proposta: A permuta do espaço físico da entidade que possui algo entorno de quatro mil metros (sendo 1.250 m² de área construída), por duas áreas que somadas são superiores em tamanho ao nosso equipamento atual, que totalizam algo entorno de seis mil e quinhentos metros quadrados, localizada à Estrada João Antônio da Silveira, ao lado do Supermercado Leve Mais – Bairro Restinga, futuramente melhor localizada e com a previsão da construção de um equipamento sustentável (2.850 m² em área construída) para receber quatro mil (4.000) pessoas (com climatização total, gerador de energia, banheiros, espaço para camarotes, copa, sala refrigerada, PPCI, acessibilidade, sala para o patrimônio salas para atelier e salas para reuniões, estacionamento próprio), com sobra para a construção posterior através de projetos de equipamento de apoio social e de lazer em uma área auxiliar de 3.357 m² para a construção de equipamentos sociais como: creche, salas de oficinas culturais, quadras poliesportivas, salão social e espaços de recreação.
Então somente a área da Nova Quadra seria no total de: ÁREA CONSTRUÍDA 2.850 m²: sendo o TÉRREO: 1.750,00 m² (Secretaria, Sala Troféus, Hall Principal, Loja de Suveniers, (2) Copa/Cozinha c/ churrasqueira, Sala de Patrimônio, Sala das Baianas, Comissão de Carnaval, Sanitários, Camarins, Bilheteria) - MEZANINO – PAVIMENTO. SUPERIOR: 1.100,00 m² (Camarotes, Camarote Presidencial, Copa, Área para Mesas, Sala da Presidência, Sanitários).
Este foi o encaminhamento feito ao Conselho de Administração da Entidade, que autorizou a Diretoria Executiva, que ao longo de 20 dias apresente um Projeto Arquitetônico para que o mesmo de a sua aprovação ou não da proposta, para que seja encaminhado a Prefeitura Municipal de Porto Alegre, que é a detentora do Terreno da SRB Estado Maior da Restinga, que encaminhará ao Executivo Municipal para a possível aprovação. Tão logo estiver de posse do Projeto Arquitetônico, apresentarei também à comunidade.
Portanto me vem à memória as verdadeiras pessoas que construíram nosso atual equipamento, Evaristo Babat Mutti, Flávio Pinto Soares e João Carlos Franco Cunha e seus Familiares, que á época protagonizaram um novo momento para Restinga, hoje assim como eles à época, me vejo em um dilema que me faz tomar uma decisão como eles à época de colocar a nossa entidade em um novo momento novamente.
Direção Executiva 
SRB Estado Maior da Restinga