sexta-feira, 11 de julho de 2014

A estreia de "Carnaval na Ilha da Magia"


Primeiramente, meus cumprimentos! A todos amantes do Carnaval de Porto Alegre e Região, peço licença para falar um pouquinho do Carnaval da minha cidade, Florianópolis. Acredito que essa troca de informações engrandece ainda mais nosso espetáculo, pois o Samba não tem fronteiras. Agradeço de coração a toda equipe do Setor 1 pelo espaço cedido e em especial a todos sambistas gaúchos que receberam eu e meus parceiros de Samba muito bem ao longo desses últimos anos, somos muitos gratos por isso. Neste espaço buscarei abordar os assuntos da melhor maneira possível, tornando as matérias agradáveis de ler.

O nosso carnaval...


Fazer carnaval é fazer cultura, é expressão construída socialmente, é a singularidade mostrada em conjunto. Divulgar o carnaval e as Escolas de Samba de Florianópolis-SC, a todos que acompanham e gostam de Carnaval, independente da localidade, é manter viva a chama de uma das maiores riquezas populares produzidas nesta ilha.

Que iniciou no século 20, no Morro da Caixa entre amigos Marinheiros Cariocas e moradores de Florianópolis, ali surgiu a Escola de Samba Os Protegidos da Princesa em 1948 que migrou da Caixa para o Morro do Mocotó e lá encontrasse até os dias atuais, logo depois em 1955 nasceu a Embaixada Copa Lord no mesmo Morro da Caixa, os desfiles eram em torno da Praça XV de Novembro, passou para a Avenida Paulo Fontes, não vivi essa época, mais quem presenciou afirma que era um espetáculo a parte.


Em 1989 foi inaugurado o Sambódromo de Florianópolis, conhecido com Passarela do Samba Nego Quirido, sim, “Quirido”, o nome foi uma homenagem ao fundador da Escola de Samba Embaixada Copa Lord, Juventino João dos Santos Machado, um ilustre sambista da cidade, e a Escola de Samba Campeã na inauguração da Passarela do Samba foi a Unidos da Coloninha.

Passarela Nego Quirido - Foto Martinho Ghizzo/PMF

Atualmente são 12 Escolas de Samba em Florianópolis, 6 no grupo de  acesso e 6 no Grupo Especial. Ainda existe um Terceiro Grupo composto por 6 Blocos de Enredo e duas Grandes Sociedades que desfilam na Passarela do Samba. Os desfiles ocorrem a partir da sexta-feira de Carnaval, começando com o grupo de Acesso. No sábado é o dia que as Escolas do grupo Especial mostram seus trabalhos. E no domingo para finalizar desfilam os blocos de enredo e as grandes sociedades.

A apuração dos votos, onde se consagra a grande campeã, ocorre na Segunda de Carnaval e o desfile das Campeãs na Terça, com a presença da Campeã e Vice do Especial, Campeã do Acesso e Campeã do Terceiro grupo. Em 2015 será o primeiro ano que terá o descenso do Grupo Especial para o Acesso, uma novidade que movimenta ainda mais os trabalhos das agremiações, pois ninguém quer dar ao luxo de ficar em ultimo e cair para o Acesso de 2016. 


Conheça abaixo a ficha técnica de cada agremiação de Florianópolis – SC.

Grupo Especial

GCERES Os Protegidos da Princesa (65 Anos) – Atual Campeã do Carnaval de Florianópolis
Fundação: 18 de Outubro de 1948
Cores: Verde, Vermelho e Branco
Símbolo: Coroa
Títulos: 25
Bairro: Morro do Mocotó

SRCS Embaixada Copa Lord (59 Anos)
Fundação: 25 de Fevereiro de 1955
Cores: Amarelo, Vermelho e Branco
Símbolos: Uma cartola e bengala negras, um par de luvas e uma carta
Títulos: 19
Bairro: Morro da Caixa

SRC Unidos da Coloninha (52 Anos)
Fundação: 10 de Janeiro de 1962
Cores: Verde, Azul e Branco
Símbolo: Aperto de Mão
Títulos: 7
Bairro: Coloninha

GRES Consulado (28 Anos)
Fundação: 05 de Maio de 1986
Cores: Vermelho e Branco
Símbolo: Pandeiro
Títulos: 6
Bairro: Caeira do Saco dos Limões

GRCES União da Ilha da Magia (6 Anos)
Fundação: 13 de Maio de 2008
Cores: Verde, Branco e Ouro
Símbolo: Gaivota
Títulos: 2
Bairro: Lagoa da Conceição

Dascuia (2 Anos como Escola de Samba)
Fundação: 01 de Janeiro de 2004 (Bloco Carnavalesco)
Cores: Verde e Rosa
Símbolo: Dois Leões, uma Coroa e trevo
Títulos: 1 (Campeã do Acesso 2014)
Bairro: Morro do Céu

Grupo de Acesso

O Grupo de Acesso de Florianópolis surgiu em 2012 com Blocos Carnavalescos Campeões e Escolas de Samba da região da Grande Florianópolis, Municípios como São José e Palhoça têm suas representantes oficiais no Carnaval da Capital.

GRES Acadêmicos do Sul da Ilha
Cores: Azul e Rosa
Símbolo: Sol e Lua
Bairro: Tapera

GRES Amigos do Caramuru
Cores: Vermelho, Azul e Branco
Símbolo: Índio
Bairro: Morro do Mocotó

GRCES Império Vermelho e Branco
Cores: Vermelho e Branco
Símbolos: Fênix
Bairro: Pantanal

Escola Futsamba Josefense
Cores: Verde, Amarelo, Vermelho e Azul
Símbolos: Pandeiro e Bola
Município de São José – SC

GRES Nação Guarani
Cores: Vermelho, Laranja, Amarelo, Verde, Azul, Roxo e Branco
Símbolo: índio
Município de Palhoça SC

GRES Palhoça Terra Querida
Cores: Verde, Vermelho, Azul e Branco
Símbolo: Pomba Branca
Município de Palhoça SC

Nas próximas matérias irei falar um pouco de cada agremiação, começando com a Escola de Samba mais antiga da Capital e atual campeã do Carnaval de Florianópolis, o GCERES Os Protegidos da Princesa.