quarta-feira, 18 de junho de 2014

O desabafo do Rei: "Sexta-feira 13, um dia de sorte"

Rei Momo Fábio Verçoza Foto - Fátima Oliveira

“Quebrando os mitos da sexta-feira 13,                                      Texto - Fátima Oliveira
a do mês de junho deste 2014, foi plena de
sorte e felicidade para o
Rei Momo Fábio Verçoza.”

Após passar por uma dura batalha devido a um problema na coluna – hérnia de disco, que atingiu a L5 (lombar 5) e S1(sacro 1)- desgaste causado por muito trabalho e por excesso de peso, durante  aproximadamente 90 dia, indo e vindo de médicos e fisioterapeutas, além de tomar uma quantia enorme de medicação, Fábio Verçoza  recebeu através de uma doação o que seria fundamental para sua recuperação, um colchão terapêutico, personalizado  da marca  Angelina Trisoftt e foi entregue em sua residência.

O colchão especial tem perfilado terapêutico, espuma de adaptação estabilizador, molejo de aço, espuma niveladora e os dois elementos fundamentais para o tratamento, caixa ortopédica e infra - vermelho longo.
Todos éramos sabedores dos problemas que Fábio vinha enfrentando, então uma campanha teve inicio, através do jornalista Renato Dorneles do Jornal Diário Gaúcho, e de Jef Camisolão da TV Restinga, objetivando, única e exclusivamente  a aquisição do colchão que o auxiliaria em sua recuperação.

A partir deste momento um grupo de centenas de amigos do Rei,  através das redes sociais, visitas e encontros, saíram em busca deste objetivo, e que finalmente aconteceu através da jornalista e amiga Cristina Mazzei, no último dia 13 de junho, ou seja, uma sexta-feira 13- de muita alegria e sorte para o Rei Momo. 

Paralelo a todo o movimento, vieram outras ações, entre elas uma rifa capitaneada pelos coordenadores da SMC,  Leonardo Maricato e Anderson Petersen, cuja verba arrecadada, juntamente com os valores depositados na conta destinada para este fim, estão sendo utilizados para as seções de fisioterapia, terapia e compra de medicamentos, uma vez  que o tratamento continua e sua recuperação é lenta.
Como não deixar o Rei Falar sobre estás ações e como na sentir a  emoção do meu amigo Fábio Verçoza,  que durante toda e nossa conversas se emocionou e ao final disse que para ele esta foi a maior demonstração de carinho e amor que seus amigos, seus súditos tiveram demonstrando o quanto ele é importante e  “Sei das orações das ligações e dos  recados nas redes sociais, sei de muito mais, descobri que ser rei momo me deu mais que uma fantasia, uma segunda pele, me deu amigos que serão eternos  aos quais agradeço e que não sentarei nomes, pois seria muito difícil e esqueceria alguém, agora peço que encerem as ações financeiras e daqui para frente quero receber doações, sim, mas de muito carinho, afeto e amor, sou grato demais e isto significa muito em minha vida e como pessoa, serei durante o tempo que tiver um Rei Momo que fará sempre o melhor por seus amigos, mostrando na avenida minha alegria e meu reconhecimento por tudo que recebo, Deus abençoe a todos”, finaliza Fábio.

Fábio ainda continua com o tratamento, mas já se sente em condições de retomar seus compromissos, de maneira mais lenta e com um pouco de cuidado, ele garante que em breve estará fazendo aquilo que mais ama, retomando suas funções como Rei Momo do Carnaval de Porto Alegre, alegrando sua comunidade carnavalesca e realizando suas ações sociais.