sexta-feira, 29 de julho de 2016

Acadêmicos de Niterói em clima de São João!


A atual campeã do carnaval de Canoas sairá do tradicional, e realizará sua festa de São João no próximo dia 28 de Agosto.

A festividade vai acontecer durante todo o dia. Ao meio dia será servido um almoço, que oferecerá galeto e diversas saladas (levar talheres). Na parte da tarde, serão oferecidas as comidas típicas da festa de São João. A festa ainda contará com a presença da banda Amigos da Harmonia e com a apresentação do grupo show da Escola pra agitar o público.

O valor do almoço é R$ 10,00 e pode ser adquirido antecipadamente com Cristiane, pelo número (51) 9992-8490 ou Xandy, pelo número (51) 9138-7859.

A festa acontecerá no piquete número 1, no Parque Eduardo Gomes, onde ocorrem os desfiles das escolas de samba de Canoas.

quinta-feira, 28 de julho de 2016

Transferida a festa de lançamento do tema da Nenê da Harmonia


A festa de lançamento do tema enredo para o carnaval 2017 da Nenê da Harmonia que ocorreria no próximo dia 31, foi transferida para o dia 7 de Agosto.

O evento começará ao meio dia, o valor do almoço é R$ 15,00. Será servido buffet de massas, arroz e saladas. Após às 15h o valor do ingresso fica R$ 5,00 e terão várias atrações. Entre elas: Bandas de pagode, atrações musicais e o grupo show da Nenê da Harmonia para 2017.

A festa acontecerá na sede do Harmonia F. C./ Rua Marcílio Dias, número 132. Bairro Harmonia, em Canoas.

Para comprar seu ingresso, entre em contato com Daniel Scott pelo telefone (51) 9412-9371 ou Vânia, pelo telefone (51) 8925-3426.

“- Minha vida não seria a mesma sem meu Estado Maior”



Viviane Rodrigues, 40 anos, cursando ensino superior, e atuante como microempresária.

Vivi, como é carinhosamente conhecida, começou a freqüentar ensaios aos sete anos de idade. Acompanhava suas primas, que eram moradoras da comunidade da Restinga.

Vivi não imaginava naquela época que o Estado Maior seria fundamental em sua vida como é até hoje!

A musa não é oriunda de família carnavalesca, mas relata que seus pais sempre apoiam, torcem e orgulham-se bastante das atividades com ligação no carnaval.

Aos dezesseis anos foi eleita Rainha do carnaval de Porto Alegre, representando Estado Maior da Restinga no ano de 1993. Após o reinado, a convite do então Mestre Estevão, assumiu a frente de bateria como madrinha.

“- Aceitei o posto sem pestanejar, pois o amor pela Tinga era cada vez maior... Passei sempre, a partir de então, a apresentar meus ritmistas ao público com muito amor, carinho e dedicação!”

Para Viviane, ser madrinha ou rainha é ser mais um componente da bateria... Carisma, humildade, respeito e dedicação são primordiais

Vivi desabafa: "- Eu preciso deles, não me vejo sozinha trabalhando pela minha Escola! Sou apaixonada pelo CISNE (nossa estrela maior) como todos os TINGUERREIROS são! Todos somos um na avenida, por isso um de nossos bordões é: QUEM GOSTA DE NÓS SOMOS NÓS !!!"

A destaque, com certo brilho nos olhos, nos  falar com muito fervor da comunidade tricolor... “Comunidade de gente simples, sem frescura”, diz. Ainda salienta que a Terrinha tem magia:

"- Quem entra na Restinga não quer sair mais... Nossa Quadra é nossa casa e temos orgulho em dizer: SOU TINGA E DAI!"

Viviane consegue organizar sua vida particular e suas agendas em Porto Alegre e além fronteiras. Ela cumpre compromissos na Restinga como madrinha de bateria dos “tinguerreiros” e Rainha da bateria paulistana de Imperador do Ipiranga.

O envolvimento com suas Baterias na capital sul-riograndense e paulista é perfeito. O carinho é dado e recebido a contento, pois tem a aceitação das ambas as comunidades, o que para ela é muito importante.

Sua maior alegria é ver a emoção de cada componente e torcedor quando a Restinga está na avenida (e cita a Restinga por ser sua escola raiz).

A maior tristeza relatada é ainda não ter as arquibancadas fixas no Porto Seco.

Como samba inesquecível ela cita Sete Pecados Capitais, do seu Estado Maior cantado nas avenidas em 1993.

A fantasia quem mais a marcou foi a do ano de 2013, onde teve a honra de representar o símbolo-mor, seu CISNE.

"A Estado Maior da Restinga é formada por pessoas que amam o carnaval, é uma Entidade forte, unida e guerreira, que embeleza a avenida e leva alegria para o povo que veste as cores verde, vermelho e branco. E por isso sempre dizemos: TINGA TEU POVO... TE AMA!” (emocionada)

Durante nossa entrevista, a eterna musa deixa seu recado a todas as meninas que sonham em serem madrinhas ou rainhas:

"- Nunca desistam de seus sonhos, freqüentem suas escolas de coração, sejam carismáticas, nunca arrogantes ou sem humildade... Sejam verdadeiras com as pessoas em sua volta, tenham orgulho e acima de tudo respeito pelo seu Pavilhão! Conversem com o diretor da sua escola e explique o motivo de querer vir à frente desta bateria... Tenham fé e jamais esqueçam que não se faz nada sozinho!"


Viviane confessa que se não fosse o carnaval não teria as oportunidades que teve e tem fora do estado. Ela ama realmente o carnaval daqui, apesar de todos os problemas que tem.

O amor em desfilar com a sua Tinga no Porto Seco é incontestável. Ela adora o carinho e a alegria das pessoas nas arquibancadas, diz ser gratificante ver o brilho no olhar das pessoas que estão ali participando daquele espetáculo que é nossa cultura popular.

Viviane Rodrigues é filha de Ogum com Iansã. Reza quando acorda e quando dorme. Sua fé é o que a move diariamente.

Ao fim da entrevista, Vivi declara:

“- Minha vida não seria a mesma sem meu Estado Maior, se não fizesse parte dela... EU SOU TINGUERREIRA!"


 Ficamos por aqui com mais este bate papo descontraído. Até a próxima se Deus quiser...

COMUNICADO: Diretoria Executiva de Acadêmicos de Gravataí

(Divulgação feita em página oficial da entidade carnavalesca S.C.B. Acadêmicos de Gravataí)

A Diretoria Executiva de Acadêmicos de Gravataí, vem tornar público que por força maior, será alterado o período de inscrições e entregas das obras musicais do “Festival de Samba Enredo 2017”.

Sendo assim, a nova data limite de inscrição e entrega dos itens obrigatórios conforme os artigos e do Regulamento do Festival de Samba Enredo 2017, é de 15 de Agosto de 2016 (grifo Setor 1).

Ficam inalteradas as demais condições estabelecidas no respectivo Festival através de seu Regulamento.


Rita Bitencourt

Presidente

Carnaval de Porto Alegre: Nunca estivemos tão próximos do fim...

Uma cultura que pode estar indo pelo ralo - Foto reprodução

Texto: Israel Ávila 

Temas lançados, baterias ensaiando, festivais prestes a começar e alguns dos barracões já trabalham na limpeza de suas alegorias para os trabalhos se iniciarem. Tudo fluindo perfeitamente na folia de Porto Alegre.

Exceto um “pequeno grande detalhe”: informações extraoficiais dão conta de que a secretaria de cultura ainda não assinou o convênio, que encaminhado a Secretaria da Fazenda, libera a verba destinada ao carnaval 2017 de Porto Alegre.

A assinatura do documento tem um tempo hábil para acontecer, e caso não ocorra, poderia por em risco a qualidade, ou mesmo a realização do carnaval na capital gaúcha.

Os problemas financeiros da festa de momo assombram o Complexo Cultural do Porto Seco, isso desde o desfile das campeãs. As grandes vencedoras do carnaval ainda não receberam seus respectivos prêmios, o que certamente ajudaria para dar o pontapé inicial no trabalha para 2017.

Tudo isso, dado em um ano eleitoral pode se agravar ainda mais, caso haja a troca de governo, e também a troca de interesses em nossa já desacreditada cultura.

A estagnação dos barracões se dá porque, boa parte das escolas de samba, esperam apenas pelo subsidio dado pelo poder público para realizar seu trabalho, exceto escolas que vão optar por temas patrocinados, estas por sua vez tem ai, uma pequena mas importante garantia de ajuda de custo.

Os problemas do carnaval vão além dos cifrões. Já passamos do meio do ano, e existem escolas e barracões lacrados, que se quer foram abertos para uma necessária limpeza e reciclagem de material.

A grande mídia também é cruel ao noticiar fatos isolados ocorridos em escolas de samba, que tentam a caro custo, locar seus espaços para festas privadas. Tudo sobrecarrega os cansados ombros do carnaval.

É de se pensar o exemplo de Florianópolis, em Santa Catarina, que optou por não realizar seus desfiles em um ano para fazer aquela “faxina na casa”, revirar gavetas, encontrar e solucionar erros, para ai sim voltar mais forte, com novas ideias vindas de novas cabeças. Participar de debates nacionais, e até internacionais, belas palavras e belos discursos funcionam muito bem na teoria, mas e a prática?

Não nos cabe noticiar aqui somente o mundo cor de rosa pintado pelos dirigentes. É preciso sim, que a massa carnavalesca e amantes do samba saibam, comentem e principalmente FISCALIZEM o que realmente está acontecendo com o carnaval de Porto Alegre. Só assim teremos chance de repassar a cultura que tanto amamos para nossas futuras gerações... caso contrário, nos restará mostrar fotos e recortes de jornais de lindos carnavais que um dia tivemos, e que estamos bem perto de não termos mais...

Hélio Garcia é Samba Puro!


Na noite de ontem, foi definido o novo diretor de harmonia geral da Academia de Samba Puro. Trata-se de Hélio Garcia.

Hélio já foi presidente do Estado Maior da Restinga, e diretor de carnaval da Imperatriz Dona Leopoldina, Fidalgos e Aristocratas, Imperadores do Samba, Academia de Samba Praiana e Copacabana.

Ele deixou um depoimento, com exclusividade, ao Setor 1:

“- Quero agradecer à Direção da Samba Puro pela lembrança, tenho muitos amigos no morro. Já havia decidido junto com a minha família que não iria mais participar do carnaval de Porto Alegre, mas o projeto apresentado pelo Júnior, Mário Jéfferson, Titica e Maurício me seduziram. Preocupação com as crianças e adolescentes da Conceição, tendo uma oportunidade única para aprender com a comunidade. Sempre tive uma grande simpatia pela Samba Puro e sempre fui muito bem recebido no morro. As pessoas presentes na reunião de ontem foram importante na minha decisão de voltar ao carnaval, mas há uma grande influência do meu sobrinho Celsinho. Minha intenção é formar uma equipe nota 10 no quesito evolução com integrantes da comunidade. Estou me sentindo feliz.”

Definido o microfone número 1 da Copacabana


E a Sereia da Bom Jesus vai fortalecendo seu time em busca do título em 2017. Desta vez, houve mudança na harmonia. Vanderlei Trindade assume o posto de intérprete oficial da Escola, que em 2016 era ocupado pelo canário Evandro Medina.

Em 2016, Vanderlei foi o intérprete oficial da União da Tinga. Ele tem passagem como apoio em harmonia por diversas escolas de samba da capital, como Estado Maior da Restinga, Acadêmicos de Gravataí e Realeza.

Nas redes sociais ele expressa a felicidade e deixa seu recado a comunidade e apoios musicais:

" Alô galera chegou a hora de brilhar fica aí o meu convite aos meus amigos para vir comigo nesta nova jornada... As portas da gloriosa da Zona Leste estão abertas para todos é só chegar! Também temos a minha Ala SENSAÇÃO, também estamos de braços abertos para todos que quiserem vir fazer parte desta grande receita de emoções... Sou Nagô Na Bahia Cheguei da Culinária Brasileira Participei (...)"

"(...) quero aqui fazer os meus agradecimentos a equipe que irá me ajudar a defender as cores da gloriosa: Alessandro (voz), Baiano (voz), Martins (voz), Rodrigo (voz), Thais (voz), Alex (cavaco), Kelvin (cavaco), Kaian (cavaco), Lúcio Adriano (violão 7) e ao meu diretor de Harmonia Anderson Mesquita... Todos prontos pra luta! Muito Obrigado Família".

E as vozes vão ecoar pelo Ninho da Águia - Festival 2017

  
No próximo sábado (30) começa a disputa para definição do hino que embalará a nação azul e branco rumo ao desfile oficial em 2017.

A partir das 20:30 horas dará inicio na sede da agremiação um dos mais tradicionais festivais de sambas de enredo de Porto Alegre. Nesta edição, 7 obras disputam o grande prêmio de R$ 4.000,00 (quatro mil reais) e o reconhecimento de toda a comunidade Altaneira.

O diferencial na plataforma deste ano é que, nesta primeira data, todos os candidatos cantarão suas obras para o público que estiver presente, fator este que facilita tanto para a escolha do favorito pela massa “bambista” como no auxilio ao júri.

O júri do festival neste ano está composto pelas seguintes autoridades convidadas: Cleomar Rosa, Clovis André Silva, Cláudio Vieira, Ramão Carvalho, Silvio de Oliveira, Fábio Ananias, Mestre Biskuim, Jadir Pessoa e Bráulio Pontes Neto.

Segue a lista dos concorrentes no festival de sambas de enredo Bambas da Orgia 2017

01 - De Paula e Estêvão
02 - Douglas Ananias, Vinicius Souza, Gabriel, Alisson e Marcelo Trindade
03 - Luis Cláudio, Leandro Godinho, Bruno Batista e Tiago Pinheiro
04 - Carlos Goulart e Luiz Costa "Mano do Cavaco"
05 - Rafael Tubino, Marcus Brum, Diego Bodao, Diego Alemão, Tiago Morganti, Igor Viana, Thiago Meiners e Victor Alves
06 - Valdenir dos Santos, Anderson do Nascimento, Rafael da Silva e Juan de Athayde Lima
07 - Gustavo Mendes, Michele Wolkweis, Anderson Rodrigues e Jorge Farias Martins 

Segundo informações prestadas pelo Diretor de Carnaval da entidade Bráulio Pontes, ficou definido a seguinte ordem de apresentação para o dia 30 de Julho:

1ª apresentação – Samba 05
2ª apresentação – Samba 06
3ª apresentação – Samba 02
4ª apresentação – Samba 04
5ª apresentação – Samba 03
apresentação – Samba 07
7ª apresentação – Samba 01 

Na passarela do samba em 2017 Bambas da Orgia segue com tema enredo intitulado “Num Piscar de Olhos, Tudo Pode Acontecer”

Para você que deseja acompanhar este momento a quadra da escola está localizada na Avenida Voluntários da Pátria, 1387 | Porto Alegre - RS

Cancelada a palestra de Lucinha Nobre no CETE

Imagem: SRZD-Carnaval

Setor de Comunicação CETE

Comunicamos o cancelamento da palestra com a porta-bandeira Lucinha Nobre, que seria realizada no próximo sábado, dia 30 de julho, no módulo 2 do curso do CETE.

Tanto a palestra de Lucinha quanto a de Joel Costa Jr, presidente da Liga das Escolas de Samba de Florianópolis, serão remarcadas e as novas datas comunicadas através da imprensa especializada e dos canais comunicação do CETE (e-mail e redes sociais).

Agradecemos a compreensão de todos.

quarta-feira, 27 de julho de 2016

Reassunção de posto na Rosa Dourada


CANOAS - Como o próprio destaque nos fala, o bom filho à casa torna...

Depois de ter se afastado da passarela do samba canoense em função de dispensa médica no ano de 2016, retorna a representação de padrinho de bateria Filipe Bueno.

O destaque retorna ao posto no qual já desfilara por outros dois carnavais. Ele marca história no carnaval do estado por ter sido o primeiro passista agraciado com esta honraria.

O jovem com seus 22 anos de idade já atua no movimento carnaval por mais de uma década. Já teve passagens por outras áreas em uma entidade tais como bateria, comissão de frente e passista.

Adicionar legenda

Na Rosa Dourada nove foram os carnavais onde houveram a contribuição de Filipe Bueno. Atualmente ele faz parte do seleto grupo de passistas da ala coordenada por Rafael Lacava na Imperadores do Samba.

Em seu currículo destacam-se as passagens por União da Vila do IAPI, Estado Maior da Restinga, Acadêmicos de Niterói, Nenê da Harmonia, Estado maior de Morretes dentre outras escolas do município de São Leopoldo, Novo Hamburgo, Sapiranga e Canela.

No último carnaval, Di Trindade desempenhou a função frente a bateria Guardiões Dourados no carnaval da paz.

Através de nota enviada ao setor de comunicação deste site, Filipe expõe seus sentimentos com o retorno as apresentações pela Rosa Dourada:

"Hoje um bom filho a casa torna. Pode passar o tempo que for, mas cria da casa sempre retorna de alguma forma. Primeiramente, antes de tudo, um breve agradecimento a quem realmente me viu crescer dentro da minha atual trajetória dentro do samba - minha Presidente Irene Mancy e Sidiclei Mancy, as pessoas que sempre depositaram total confiança em mim, sobre estar ocupando o posto de padrinho da Bateria, a qual já estou desenvolvendo o trabalho desde 2014 junto com o meu Mestre de Bateria Sidnei Mancy... Agora é só voltar aos trabalhos com a Bateria Guardiões Dourados e mostrar à que viemos. Agradeço desde já e bora cair no Samba.”

Em nota, Filipe Bueno

Minha história, meu orgulho - Nossas Raízes


E hoje, quem tem sua história contada aqui no Setor 1, é a Escola de Samba Nossas Raízes. Localizada no bairro Guajuviras, computando um total de 4 títulos em 11 anos de desfile.


O COMEÇO DE TUDO

Tudo começou na família da atual direção da Escola, com três crianças ociosas que criaram o grupo “Criança Anjo”. Denis William (com 6 anos), Paola Danúbia (com 7 anos) e Camila (com 9 anos) faziam apresentações de dança em eventos pequenos como aniversários. O então pequeno grupo cresceu, e com mais de 200 componentes, viu que era necessário organizar o grupo formalmente, com nome e grupo diretivo. Assim, no dia 02 de Dezembro de 2002, nascia a Associação Cultural Recreativa e Carnavalesca Nossas Raízes.

Logo em seu primeiro desfile, em 2005, a Escola obteve a terceira colocação, com o enredo: “Nossas Raízes conta e canta Canoas – Orgulho de todos nós”. A escola conquistou seu primeiro título em 2008, e repetiu o feito nos anos de 2009, 2010 e 2012.

O último título, em 2012/ Foto: Web

AMOR À COMUNIDADE

Nossas Raízes tem o costume de valorizar as pratas da casa, teve por muito tempo Heloísa defendendo o 1° estandarte da Escola. Bea e Leco são o 1° casal de MS e PB da agremiação por mais de 5 anos e Naty Durando dança à frente da bateria por mais de 8 anos. Todos estes, moradores do bairro Guajuviras.


A Entidade sempre tem preferência por temas que valorizem a cultura negra. E ainda, tem o costume de reciclar as fantasias de um carnaval para outro quando o recurso não é tão alto, já visando uma ajuda ao meio ambiente. Durantes três anos, foram usados os mesmos adereços e os membros da Escola pagam apenas R$ 10,00 para desfilar.

FORMAS DE ADQUIRIR RECURSOS

A agremiação realiza eventos durante o ano todo, em especial chás coloniais, feijoadas e almoços. O maior evento ocorre sempre no lançamento do tema enredo, os eventos são conhecidos pela alta qualidade e número de pessoas que vão prestigiar.
A escola leva, geralmente, 90 integrantes na bateria, 10 alas e 3 carros alegóricos para os desfiles no Parque Eduardo Gomes.

Nossas Raízes, têm como Presidente, Lena. O vice-presidente e carnavalesco é Dico, Sílvio da Silveira tesoureiro e Silmar Lima como Presidente do Conselho Fiscal.

A expressão da alma com toque de carnaval

Imagem: reprodução/web

O personagem da folia Choco Pereira, figura conhecida no nosso carnaval, trilhou caminhos até o estado vizinho, Santa Catarina, para aperfeiçoamento de suas técnicas de dança.

O coreógrafo participa neste exato momento do Festival de Dança de Joinville, evento responsável pelo encontro de grandes nomes no segmento da dança nas mais diversas vertentes.

Em bate papo com o artista ele expressa sua real entrega a arte e a dança e o que espera desta participação no encontro de gigantes:

“Meu amor pela dança vem de infância. Quando mais novo participava de grupos de hip hop, inclusive ganhei campeonatos de Danças Urbanas - naquela época chamada de Break (...)

(...) Espero adquirir conhecimento que possa agregar não só para o desfile de Bambas, mas para o carnaval num todo... Pretendo ajudar nossos coreógrafos porto alegrenses a fortalecer esse setor das escolas (...)”

Da adolescência a fase adulta Choco vem colecionando grandes passagens pelo nosso carnaval em várias vertentes:

Comissão de Frente

1998 - Império do Sol
1999 - Imperatriz Dona Leopoldina
2000 a 2003 - Bambas da Orgia
2004 e 2005 - Imperadores do Samba
2006 a 2010 - Bambas da Orgia

Mestre Sala

2011 - Bambas da Orgia
2012 - União da Vila do IAPI
2013 - Protegidos da Princesa Isabel
2014 a 2016 - Acadêmicos de Gravataí

2017 - Coreógrafo da Comissão de Frente e Coordenador de Treinamento Físico de Bambas da Orgia 

O festival é uma proposta da conhecida Escola de Dança e Ballet Bolshoi do Brasil, única extensão estrangeira da mundialmente reconhecida escola de dança com sede na Rússia. O curso é ministrado pelo bailarino paulista Alex Soares.

Choco participará da Especialização - Composição Coreográfica em Dança Moderna, Contemporânea e Técnicas de Improvisação.


SETOR 1 IN DANÇA

Toda expressão artístico-cultural tem espaço no Setor 1!

A parceria do grande coreógrafo como palco da cultura popular poderá ser acompanhado pela nossa fanpage no Facebook.

Os grandes momentos do festival de dança de Joinville serão ilustrados e retratados pelo nosso colaborador Choco Pereira. Fiquem ligados


Para ter acesso a Fan Page, clique aqui

terça-feira, 26 de julho de 2016

Minha história, meu orgulho - Acadêmicos de Niterói


Dando início ao Especial “Minha história, meu orgulho”, temos a campeã do carnaval de Canoas de 2016, Acadêmicos de Niterói, contando sua história. Contamos com a ajuda de Cristiane Teixeira, atual diretora de carnaval da Agremiação. Que já foi porta bandeira e porta estandarte da mesma.

No ano de 1992 teve origem a então Escola de Samba Unidos de Niterói. Escola esta que desfilou por um ano somente... A vontade de continuar era enorme, mas as condições financeiras não eram boas.
Foi então, que no dia 06 de Abril de 1998, em uma reunião de família, no conhecido "Pátio", localizado na rua 1° de Maio, número 1710, em Niterói. Que Valdir César e Crispim Fernandes tiveram a ideia de fundar uma Escola de Samba. Nascia ali, a Acadêmicos de Niterói.

Carnaval 2003/ Foto: Arquivo pessoal
O CARNAVAL MARCANTE

Cristiane relata, que o carnaval marcante para a Escola foi no ano de 2003, onde a tricolor Canoense conquistou o título de campeã do grupo de acesso do carnaval de Porto Alegre, com o enredo: “Reisado”.

O CARNAVAL PARA ESQUECER

Para a diretora, o carnaval para ser apagado da história da Agremiação foi o do ano de 2014, carnaval em que a escola foi rebaixada para o grupo de acesso do carnaval de Porto Alegre e licenciou-se do mesmo, com o tema: “Manuel Padeiro, o zumbi dos Pampas, a saga de um guerreiro”.

O AMOR QUE PASSA DE GERAÇÃO À GERAÇÃO

Dentro da Acadêmicos, temos vários destaques que estão atuando dentro da Escola por mais de uma década. Este amor, por muitas vezes, foi passado dos pais para os filhos. Temos como exemplo Kelly (1° Estandarte), Chris Rafa (1° passista e irmão de Kelly) filhos de dona Regina e a pequena Mel, que é porta bandeira mirim e filha de Cristiane Teixeira.

GRATIDÃO

A diretora ainda deixa seu agradecimento à todas as pessoas que contribuíram para que a Acadêmicos de Niterói se tornasse uma grande escola de samba. Existem pessoas que muito contribuíram com isso. Principalmente a família Teixeira:

"Meu muito obrigado. Se vocês não tivessem iniciado, hoje não teríamos chegado onde chegamos, agradeço também à comunidade, que mesmo quando a Escola não estava bem, permaneceu pelo amor à nossa coruja guerreira!"

Fora a época de carnaval, a Escola trabalha primeiramente com o balanço do que foi o carnaval passado. Onde errou, onde acertou, para então dar continuidade e começar tudo outra vez. Com escolha do tema, samba, contratações e as outras atividades para o próximo carnaval.


A Escola, no geral, deixa uma sugestão ao carnaval de Canoas: Os carnavalescos poderiam contribuir mais com o carnaval, unindo-se mais. Não adianta bater pé e querer impor datas só na hora de receber a verba. Poderia haver mais dedicação. O carnaval precisa de mais! Uma boa alternativa seria uma União de Destaques de Canoas. Isso engrandeceria o carnaval também, dando oportunidade para os destaques trabalharem o ano inteiro.

Para o desfile de 2017, a diretora conta que o plano é simples. Superar o carnaval de 2016, a Escola quer evoluir cada vez mais!

Amor ao quadrado


Cada ruga tua representa uma história.

E são tantas… Quantas experiências, quantas histórias para contar, quantos conselhos para dar, quanta paciência para suportar… Esquecem a sua vida, para vivenciar a dos netos. Sempre cheios de atenção, de carinho, de amor.
São o meio termo, o equilíbrio, a palavra de esperança. O colo que aninha, o ombro que apesar de cansado… apoia.

O olhar de complacência, o oásis da segurança que aplaca a sede e alimenta o corpo. Vocês são tudo de bom e belo da vida. Por vezes, deixam de ir em algum lugar de seus interesses, para ir à quadra, ao sambódromo e onde quer que seja para acompanhar os netos carnavalescos, dando incentivo e apoio.

O Setor 1 deixa aqui o seu agradecimento à você, que é mãe e pai em dobro. Que cuida, ama e defende seu neto, assim como um gato defende seus filhotes.

Feliz dia dos avós!

segunda-feira, 25 de julho de 2016

Negritude será cantada pela Dona Leopoldina em 2017


Já não é mais novidade para a comunidade carnavalesca que entre as linhas amarelas a escola de samba Imperatriz Dona Leopoldina falará sobre a comunidade negra e seus vultos aqui do estado dentro das contribuições no canto e na dança.

O tema enredo carrega o título “A Imperatriz canta e conta a negritude tchê!”. Segundo informações a decisão foi tomada em comum acordo com a comissão de carnaval da laranja, e que a idéia vinha amadurecendo desde o ano de 2010.

Fomos atrás de quem melhor poderia responder aquelas perguntas que todo amante da arte gostaria de fazer. Entramos em contato com o carnavalesco da escola Sandro Rauly que nos cedeu uma exclusiva para tratar da proposta da Dona Leopoldina. Convidamos você a nos acompanhar nesta entrevista: 

Perguntamos (S1) a Sandro Rauly como foi feita a escolha deste tema?

Sandro Rauly - A escolha do tema foi até bem tranqüila. A direção da escola tinha a consciência de que teria que ser um tema forte, de fácil entendimento e que desse para ser bem desenvolvido na questão plástica . Tivemos algumas sugestões de tema e no final a direção optou por esse tema.


S1 – Quem figurou com importância para a escolha do tema?

Rauly - a idéia inicial do tema é do presidente Vitor Hugo, e o desenvolvimento na questão da sinopse está a cargo do Maurício Nunes tendo também a minha colaboração.

S1 – Conte-nos mais sobre o desenvolvimento do tema enredo da coroada.

Rauly - O enfoque principal do enredo é exaltar a contribuição do negro no desenvolvimento do estado em vários segmentos como na questão da  religiosidade, nos esportes, na influência da culinária, nas artes (cinema, teatro, etc), na política, entre outros...

Iremos ter a participação de lideranças do movimento negro gaúcho. Enfim o enredo será uma grande celebração para cultura negra .

A idéia inicial de fazermos esse tema, como disse anteriormente, partiu do próprio presidente da escola o Vitor Hugo. E na qual o nosso diretor de carnaval Maurício Nunes foi amadurecendo a idéia e chegamos a conclusão que seria uma boa oportunidade focarmos a cultura negra em nosso enredo.

A comunidade há tempos estava pedindo um tema com uma pegada “afro”. E ficaram muito felizes com a escolha do tema.

S1 – Em quais itens da grande agremiação podemos esperar a assinatura de Sandro Rauly?

Rauly - Toda a questão plástica da escola é de minha responsabilidade. Toda a criação de figurino, de fantasias de alas, destaques e carros alegóricos... Confecção dos protótipos, toda cromia que será usada na escola, material que será utilizado... Enfim, toda parte plástica artística do desfile sou eu que desenvolvo juntamente com minha equipe de trabalho, até porque ninguém faz nada sozinho (risos).

S1 – Imperatriz Dona Leopoldina em 2017 por Sandro Rauly.

Rauly - Eu estou muito motivado com mais esse projeto para o carnaval da Imperatriz. Será o meu segundo carnaval na escola na qual fui muito bem recebido ano passado e tive toda a liberdade para desenvolver o carnaval da escola, no qual fomos campeões.

Para mim particularmente falando será um carnaval mais difícil de se executar, digo não pelo fato do tema, mas mais sim por querer fazer sempre o melhor desfile, visando buscar mais um campeonato para a escola .

S1 – O que a comunidade carnavalesca e a comunidade da Dona Leopoldina podem esperar para as apresentações?

Rauly – Quero fazer mais um grande carnaval para esta comunidade que me recebeu super bem no carnaval passado.

Vocês podem esperar mais um grandioso, lindo e emocionante desfile da escola. Eu conto com o apoio e a participação de toda a diretoria e nossa comunidade para juntos alcançarmos mais uma vez o nosso Grande objetivo que é o Campeonato no carnaval de 2017.

Imagem: correio do povo
S1 – Como foi esta transição entre as agremiações da capital e a chegada na sede da atual campeã?

Rauly - Para mim foi até um pouco surpresa por eu estar vindo de outra escola também de comunidade (foram 5 carnavais seguidos na Vila Isabel)... Me transferi para a Leopoldina e no meu primeiro carnaval na escola já fui campeão. Nossa foi muito emocionante! Ainda mais pela receptividade que eu tive na escola, e ver a alegria e felicidade deles com a conquista do campeonato nossa essas coisas são muito gratificantes.

S1 – Sabemos da importância do trabalho em equipe. E por se tratar de uma temática carregada de dificuldades e detalhes minuciosos quem são os anteparos para este longo trabalho até a avenida em 2017?

Rauly É muito importante ter uma comissão de carnaval por que dessa forma o carnavalesco não fica sobrecarregado de funções. No carnaval passado já tivemos essa experiência e vimos que deu certo!

Na escola temos uma Comissão de Carnaval que é composta pelo Diretor de Carnaval (Maurício Nunes), O Diretor de Harmonia Geral (André Nunes), Sandro Rauly (Carnavalesco). Estamos estudando outros nomes que possam vir a fazer parte da nossa comissão, tudo com o real intuito de buscar sempre o melhor para a Imperatriz.


Encerramos esta entrevista mais uma vez agradecendo o carnavalesco Sandro Rauly pelo espaço cedido em sua agenda.

Para quem ainda não tinha esta informação, Sandro Rauly participa da comissão de organização do evento de abertura e encerramento das Olimpíadas Rio 2016, e nos figurinos apresentados teremos a assinatura do grande mestre.

Resumindo, a negritude terá seu espaço perpetuado na passarela do samba em 2017. Os vultos e contos serão cantados e enaltecidos nos versos do seu samba enredo... Sua história retratada com muita alegria e guiados pelo ritmo da  Laranja Mecânica.

Toda a elegância e um carnaval de extremo impacto! 

A majestosa coroada, Imperatriz Dona Leopoldina promete um grande trabalho. Aguardemos os próximos capítulos...

Domingo espetacular em Sapiranga

foto: rede social/Vilson de Oxum

O dia de ontem, 24 de Julho, teve tom especial para a cidade das rosas – mais precisamente verde e rosa acompanhados dos mais belos tons em amarelo e ouro da saudosa Mãe Oxum.

Durante todo o dia a movimentação no barracão da escola de samba Unidos de Sapiranga foi intensa. O evento de lançamento do tema enredo 2017 da agremiação foi um legítimo sucesso.

Para recepcionar as autoridades do município, os irmãos de religião e amigos de pai Vilson de Oxum, os componentes da diretoria e organização do evento ofereceram ao público presente uma bela e saborosa feijoada.

Como acompanhamento de todo bom prato oferecido nos grandes encontros carnavalescos, uma música de qualidade regidos por músicos exemplares fizeram parte desta festa. Os amigos do Samba da Joaquim comandaram a quadro musical do evento.


ENTRE RISOS E ALEGRIAS... LÁ VEM PAI VILSON DE OXUM!


Após servirem o almoço deu-se início ao cerimonial de apresentação do tema enredo 2017 conduzido com maestria por Lauro Evaniro.

Durante as leituras do tema intitulado “Das terras do carvão, a Orixá mais formosa: A Unidos canta Pai Vilson de Oxum, o Filho da Cidade das Rosas”, a emoção tomou conta do público presente. O riso deu lugar as lágrimas de felicidade do homenageado ao escutar sua trajetória e feitos. No final das leituras, ecoaram os aplausos.

As palavras do presidente Valter Pereira encheram de ânimo toda a comunidade. Um carnaval promissor, lindo e grandioso serão oferecidos a Sapiranga pela escola de samba.

Vale ressaltar os diversos momentos em que Israel Ávila, antigo diretor deste veículo e atual apresentador do programa Kizomba, fez homenagens em reverência a seu grande ídolo e parceiro de ligação eterna, seu pai. 

“Sobre o lançamento do tema em minha homenagem da Unidos de Sapiranga, quero apenas pedir que a Mãe Oxum cubra a todos envolvidos com muito carinho e muito axé.
Muito emocionado com tudo o que aconteceu ontem. Muito obrigado”

Palavras de Pai Vilson de Oxum nas redes sociais

O intérprete Anderson Luis frente ao microfone número 1 conduziu a apresentação do grupo show de Unidos de Sapiranga nas homenagens ao tema enredo.


Dando continuidade ao evento, o samba continuou com o grupo Samba da Joaquim e as diversas personalidades do samba regional. Tom Astral, Cesinha, Lú Astral, Vivian Vaz, Anderson Luis (Andy) e Beto estiveram presentes e ofereceram ao público grandes apresentações cantando clássicos do samba e MPB.

A diva da voz Claúdia Quadros, mesmo após passar por complicações de saúde no fim de semana anterior ao evento, esteve presente e rendeu belíssimas homenagens ao amigo Vilson de Oxum com sua voz inconfundível.

A alegria e emoção estiveram presentes lado a lado no transcorrer de todo o evento. Veja algumas fotos do evento clicando no link a seguir. (FOTOS - LANÇAMENTO DO TEMA ENREDO 2017)

Para o próximo mês, a entidade está preparando novo evento que onde apresentará o samba enredo homenageando o filho da cidade das rosas. Fiquem ligados, pois logo publicaremos as informações.

O carnaval na cidade de Sapiranga ocorrerá no dia 27 de fevereiro de 2017. Grandes serão as surpresas da entidade. Parafraseando a canção: Nesta cidade, todo mundo será de Oxum ao cantar pai Vilson em verso e prosa.