quinta-feira, 5 de março de 2015

A folia porto-alegrense em 2016



Após o resultado final da folia de Porto Alegre de 2015, já se pode traçar a formação dos grupos que irão compor o carnaval de 2016 da capital. O número de escolas, a princípio, não se altera, devendo manter-se em 10 escolas no Especial, 7 no Grupo Intermediário A e 6 no Grupo de Acesso, além das duas tribos carnavalescas.

GRUPO ESPECIAL:

1 - Imperadores do Samba (bicampeã)
2- Embaixadores do Ritmo
3 - Bambas da Orgia
4 - Estado Maior da Restinga
5 - Império da Zona Norte
6 - União da Vila do IAPI
7 - Unidos de Vila Isabel
8 - Imperatriz Dona Leopoldina
9 - Acadêmicos de Gravataí
10 - Unidos do Capão (Campeã Grupo A)

GRUPO INTERMEDIÁRIO A

1 - Copacabana (rebaixada Especial)
2 - Academia de Samba Puro
3 - Academia de Samba Praiana
4 - Império do Sol
5 - Unidos do Guajuviras
6 - Imperatriz Leopoldense
7 - Unidos da Vila Mapa (Campeã Acesso)

GRUPO DE ACESSO

1 - Realeza (rebaixada Grupo A)
2 - Protegidos da Princesa Isabel
3 - Acadêmicos da Orgia
4 - União da Tinga
5 - Escola de Samba da Glória
6 - (Escola a ser convidada)

TRIBOS CARNAVALESCAS

1 - Os Comanches
2 - Os Guaianazes

Faltando menos de 1 ano para o carnaval de 2016, os desfiles acontecerão um pouco mais cedo, nos dias 5, 6, 7 e 8 de fevereiro. 

quarta-feira, 4 de março de 2015

Praiana comemora seus 55 anos


Vá se agendando porque no próximo dia 10 de Março a Academia de Samba Praiana está preparando um grande coquetel em sua quadra para comemorar os seus 55 anos de historia. O evento será realizado entre as 20 e as 22 horas e deve marcar o pontapé inicial da escola para seus trabalhos para o carnaval 2016.

Em tempo, a Praiana realizou um grande desfile no último carnaval que lhe rendeu o 3º lugar no Grupo intermediário A da Capital. A da verde e rosa porto-alegrense fica na Av. Padre Cacique, 1559. 

Aniversário das Manas é neste domingo

Por Israel Ávila

No próximo Domingo (08) o povo do samba tem encontro marcado: é hora de cantar “Parabéns a Você...” para as irmãs sambistas mais conhecidas do Vale dos Sinos. A partir das 11 horas AS MANAS Vivian e Viviane aguardam aos amigos para o “churras” na quadra da Imperatriz Leopoldense, em São Leopoldo.

As 14 horas é hora de deixar “os pratos” de lado para iniciar a super roda de samba com “Amigos das Manas”. Todos os canários e canárias que fazem parte de algum momento da vida destas figuras estão convidados a participar e dar suas respectivas canjas na festa. A festa terá entrada franca e a bebida que poderá ser consumida é somente a do local. 

Gigantes do Samba

       
  E aí meu povo, todo mundo já recuperado das noites do Porto Seco? O carnaval ainda bomba em muitos lugares por aí, e que seja sempre assim. Hoje vou falar do trabalho de dois caras que são ícones em nosso carnaval. Uma justa e singela homenagem a dois guerreiros que fizeram novamente um trabalho excepcional em suas passagens nas noites desse carnaval no Porto Seco.

Paulinho Durão…

         Malandro da antiga, do atalho, da malemolência… do morro… da Maria da Conceição… puro samba… Samba Puro ! Durão conduziu com maestria o carro de som da Samba Puro, foi lindo lhe ver cantando, emocionando e encantando a todos que tiveram o privilégio de assistir seu desfile. Presenteado com um sambaço do Bruno e acompanhado do balanço inigualável da bateria do morro, Paulinho veio brincando. Estive na concentração pra lhe dar um abraço e desejar bom desfile e ele estava; pelo menos aparentemente; calmíssimo, certo do que fazer, do que ia encontrar. Aquela era sua hora. Ali é seu lugar, a avenida… iluminada… com o povo esperando pra ouví-lo. Ali ele está em casa. Ali é ele quem comanda. Ali… ele é quem sabe. Que me perdoem o vocabulário, mas PAULINHO deu show, foi tico duro (como a gente se refere a quem não vacila)… foi DURÃO !!!!


Sandro Ferraz…

          Quem não sentiu falta do… “Bom dia mundo carnavalesco” ou simplesmente do “Ooooiiiii” ecoando na cabeceira da pista? Pois o danado nos privou esse ano de escutar tudo isso, hehehe. Só que se engana quem pensa que ele não trabalhou no carnaval desse ano.

           Ferraz fez um brilhante trabalho à frente da harmonia musical da Embaixadores, buscou pro grupo jovens talentos e foi fundamental para a conquista do vice-campeonato. Visitei o barracão da escola na noite da muamba e fiquei maravilhado com o canto da rapaziada. Aí sorridente, tocou no meu ombro e disse-me baixinho: Encosta ali nas cordas e ouve o que esses danados tão fazendo…  

            Primordial… essencial o trabalho do Sandro, o de um diretor de harmonia musical que conhece e sabe o que o grupo vai encontrar pela frente, e se faz respeitar.  Isso tá fazendo tanta falta por aí… Particularmente tenho que lhe agradecer em meu nome e de meus parceiros pelo carinho com que tratou e trabalhou nosso samba.


Vida longa aos dois !! Estrelas maiores do nosso carnaval!!
…TEM QUE RESPEITAR NÚMERO BAIXO !!!
  
Abraço Astral em todos e até a próxima coluna em que “lembrarei mais 2 feras… Alexandre “miseravão” Belo e Zinho “tigre” Melodia !!   Fuuui …

O fim do "casamento" entre Mestre Boneco e a União da Vila do IAPI

Foto Juliano Damaneno 

O casamento de cinco anos entre a União da Vila do IAPI e Mestre Boneco chegou ao fim na noite desta quarta feira (04). A noticia foi dada ao Setor 1 pelo próprio mestre de bateria, que disse que em comum acordo ao presidente Jorge Sodré deixa a ala de ritmistas do trem da alegria.

Dos cinco anos que esteve a frente da Bateria Coração da Vila, apenas este ano o diretor não obteve nota máxima no quesito. Mas o enlace de Mestre Boneco com a tricolor da Zona Norte não iniciou em 2012, antes disso, desde 1998 ele sempre foi ritmista da escola que diz ser sua de coração.


“Dentro ou fora da escola, serei sempre Vila Por Amor...” – limita-se a dizer o dirigente de bateria que tem passagens por Unidos do Capão, Acadêmicos de Niterói entre tantas outras do interior do estado. 

Mestre Rodrigo deixa a Unidos do Capão


Mestre Rodrigo deixou na tarde desta quarta feira (04) a Unidos do Capão. Em telefone ao Setor 1 o diretor de bateria que estreou frente a uma ala de ritmistas neste ano diz sair da escola com a sensação de dever cumprido, mas que não há possibilidade de dar sequencia ao trabalho dentro da atual campeã do Grupo intermediário A.

“Agradeço a comunidade e a direção da escola pela acolhida, e deixo aqui um abraço para cada amigo e ritmista que torceu por mim neste carnaval. Sigo meu trabalho a frente ou dentro de uma bateria como sempre fiz: com respeito, dignidade e transparência.” – Diz o mestre que foi campeão junto a escola do tigre sapucaiense. 

Pagode das Pérolas



Carnaval no fim e a vida voltando ao normal. E o que voltam também são as festas, os sambas, os agitos da cidade. E foi pensando nisso que a Ala de Cabrochas das Pérolas da Zona Norte promove, a partir deste sábado (07), o Pagodinho das Pérolas ZN. A festa, que promete ser a melhor roda de samba da zona norte de Porto Alegre já tem local definido: Gato Felix (Baltazar de Oliveira Garcia, 765).

O samba acontece sempre a partir das 23 horas, com atrações locais e também nacionais. Quem gosta de samba, chega lá.

Imperatriz do Sol é campeã em Santa Cruz

Paulo Brito foi o homenageado da Imperatriz do Sol, campeã do carnaval de Santa Cruz do Sul. 
Foto: reprodução site PM Santa Cruz do Sul

Com apuração realizada na noite de ontem (04), Santa Cruz do Sul conheceu a campeã do carnaval 2015. Imperatriz do Sol conquistou o título da folia com o enredo em homenagem ao jornalista esportivo Paulo Brito. A escola levou para a avenida, no desfile de sábado (28/02), três alegorias, dez alas e 300 componentes.

A escola terminou a apuração com 179,5 pontos, seguida da Imperadores do Ritmo, com 179,1 pontos. Em terceiro lugar ficou a Acadêmicos do União, com 178,4 pontos e em quarto lugar, a Unidos de Santa Cruz, com 178,3 pontos.

terça-feira, 3 de março de 2015

Um rei de verdade...


Em meados de 1997, Fábio José Duarte Verçoza deixou de ser um “ser humano normal” para virar Rei Momo de Porto Alegre. Sim, porque o rei momo que ele incorporou passa longe de ser um ser humano normal.

Ao longo dos 10 anos em que esteve com a faixa e a coroa de rei, Fábio não usou estes instrumentos como adereço decorativo, como 50% (ou mais) dos reis que existem por ai. Usou o titulo para representar o carnaval e locais onde o próprio carnaval nunca pensou em estar.

Ao lado de suas 10 rainhas e 20 princesas, vestiu outros “adereços” além da fantasia: postura, educação, conhecimentos do carnaval e respeito. Peças fundamentais para que um rei não se torne somente e unicamente um bobo da corte.

Ações sociais, projetos educacionais, visitas a hospitais e participações em diversos eventos fizeram parte da agenda das cortes deste rei, que pensa em nos deixar...


Nos deixar sim... pois no carnaval 2015 Fábio Verçosa anunciou ser seu ultimo ano com os “utensílios” reais. Embora a grande maioria do carnaval vá contra esta  desta decisão, o Setor 1 tentou entender os motivos em uma entrevista exclusiva que fizemos a uma semana atrás com o rei.

Antes das perguntas e respostas, a Equipe Setor 1 deseja todo o sucesso do mundo por onde você passar Fábio... na certeza de que quem foi rei jamais perderá a majestade, tão pouco seus “súditos”. Deixamos nosso fraterno abraço lhe agradecendo por toda feita referente ao carnaval, na certeza de que, dificilmente o “Reino de Porto Alegre” terá outro rei a sua altura...

Setor 1 - Porque pensou em ser rei momo?

Fábio Verçosa: Na verdade, até o último dia, da minha primeira inscrição no final de 1997, nunca havia pensado em ser Rei Momo. Participava continuamente do carnaval desde meus 14 anos, mas esse personagem me parecia muito distante, como que inatingível. Minha irmã, Maria Helena, que leu no então Correio do Povo, a matéria sobre o Concurso e me incentivou. Com o apoio da então Coordenadora de Carnaval, Mariângela Sedrez, me inscrevi, no último dia (uma sexta feira), na última hora (17h, aproximadamente). Depois de inscrito, me dediquei muito, estudando sobre a História do Personagem e sobre os Soberanos que me antecederam. Confesso que, jamais imaginava vencer. Até porque, entre os candidatos, existiam alguns bastante conhecidos no meio carnavalesco.


Setor 1: O que foi mais fácil e mais difícil ao vestir o personagem?

Fábio Verçosa: Nada foi fácil. A vida é assim, difícil. E a ficção não é diferente. Nunca tive alguém que me dissesse o que fazer ou não fazer. Aprendi a ser Rei Momo, reinando. Confesso que em meu primeiro Reinado, cometi uma infinidade de erros. Também não me envergonho em dizer que, na largada, me deslumbrei. É complicado sair do anonimato e de uma rejeição social em função da obesidade, e acordar-se sendo chamado de Rei, conseqüência, em parte, dessa mesma condição física. Todo o preconceito (hoje chamado de bullyng) sofrido na minha infância por ser gordo, aflorou inicialmente de forma negativa (vingança) e “usei” de forma errada o título que eu conquistara. Aprendi da forma mais cruel que não poderia ser daquela forma. Jamais esquecerei a noite seguinte ao Concurso, que, empunhado de faixa e coroa, entrei no ensaio de uma Escola, “me achando”. Tomei uma vaia que talvez pudesse ser comparada à dada a cantora Lucinha Lins, quando venceu o concurso MPB, cantando Purpurina. Doeu, mas aprendi. É na dor que se aprende de fato. Os aplausos nos afagam a alma, mas as vaias preenchem nosso cérebro, nossa capacidade de aprender de fato.
Não menos difícil foi, com o passar do tempo, entender que o Personagem não me pertencia. Eu, no momento em que quis ser o Rei Momo da Capital gaúcha, deixava de lado a minha individualidade, e passava a representar uma comunidade. Não me refiro aqui a nenhuma Entidade, Presidente, Poder Público,... Refiro-me aqui ao povo que trabalhava o ano todo esperando a explosão da maior manifestação cultural brasileira, o Carnaval.
E para não dizer que nada foi fácil, foi sim: conviver com o carinho que recebo dessa mesma comunidade.


Setor 1 - Uma grande alegria durante estes dez anos

Fábio Verçosa: A maior alegria durante estes 10 anos, foi ter conquistado o carinho verdadeiro de muitas pessoas que inicialmente tinham resistência a minha pessoa. Ser beijado por homens barbados e adolescentes rebeldes, e escutar: - Tu és um verdadeiro Rei. Tu me representas”, não tem preço. Jamais esquecerei cada uma destas demonstrações de carinho.

Setor 1 - Uma grande tristeza ou decepção

Fábio Verçosa: Não diria decepção, pois a idade fez com que aprendesse a não criar mais expectativas. Chamaria de maior tristeza: entrar e sair do Reinado e não ver o Complexo Cultural do Porto Seco construído. E que fique claro, não vejo aqui, culpados nem vítimas. Somos todos as duas partes. Lembro-me bem, de quando ouvi, o grande jornalista Renato Dorneles, numa explanação na Assembléia Legislativa dizendo que, não entendia como nós carnavalescos aceitamos a mudança para o Porto Seco, apenas com as promessas. Eu, disse ele, jamais conheci alguém que entregasse sua residência atual em troca de um projeto, sem que a nova casa estivesse construída. Portanto, cada um de nós, tem sua parcela de permissividade nessa história. Certamente, o dia mais feliz da minha vida, será o dia em que eu possa ver o Complexo totalmente construído, pois sei o quanto à comunidade carnavalesca de Porto Alegre,  necessita, sonha e merece isso.

 Setor 1 - Por que parar?

Fábio Verçosa: Elencaria vários e vários motivos para esta decisão, mas acredito que o mais importante é ser coerente com aquilo que falo: “- Temos que ter consciência de que não somos eternos, muito menos insubstituíveis”. O ser humano comprovadamente tem sua vida definida numa curva. Ascendemos e declinamos. Assim é a vida. E para que esperar o declínio e reconhecer que devemos sair de cena? Prefiro ter a certeza de que deixarei saudades, do que o risco de ouvir: “Já vai tarde!”. Quero deixar na lembrança da comunidade carnavalesca de Porto Alegre, grandes momentos, fantasias bonitas e criativas, um Rei ágil, faceiro. Não permitiria jamais que minha cidade tivesse um Rei, senão em sua plena forma. Nosso carnaval merece o que temos de melhor, inclusive o Rei Momo.

Setor 1  - Uma mensagem ao povo do carnaval

Fábio Verçosa: Para todos, que como eu, fazem parte e acreditam num segmento visivelmente discriminado por parte da sociedade, muita força. Munam-se de conhecimento, que é a única arma capaz de derrotar os preconceituosos e também se abasteçam de amor pelo nosso Carnaval. Precisamos da nossa união e dessas armas para passarmos, creio eu,  por momentos rochosos que estão por vir. Vivemos uma eterna batalha, onde só sairemos vencedores se nos unirmos, não por razões financeiras, mas pela verdadeira essência do nosso ideal: o reconhecimento cultural e social de nosso carnaval.

Agradecimentos:

Fábio Verçosa: Agradecer é o ato mais importante e mais difícil neste momento. Se citar nomes, certamente serei injusto, esquecendo pessoas de suma importância no processo. Se não citá-los também serei injusto com aqueles de suma importância nesse processo. Opto pelo primeiro, o risco da injustiça por covardia.
Agradeço sim, a toda comunidade carnavalesca  de fato. Os integrantes das Entidades, o povo das arquibancadas e camarotes, aos trabalhadores da Avenida, à verdadeira impressa do Carnaval,... Esses sim, fizeram e farão parte da minha história.

E para finalizar, dizer que, a única certeza que tenho neste momento é de que o Reinado de Momo da Capital gaúcha, me fez uma pessoa melhor e mais feliz. Sou muito grato à verdadeira comunidade carnavalesca de Porto Alegre, que vibrou, aplaudiu, sorriu e chorou comigo. Jamais esquecerei tudo isso. Brinco, mas é uma verdade, minha vida se divide em antes e pós-reinado. Por mais que eu queira ou não, este personagem conviverá comigo o resto da minha vida.

segunda-feira, 2 de março de 2015

Padedê do Samba a todo vapor

Foto: Humberto Macedo
Espaço Padedê do Samba/Setor 1

Após a temporada momesca, a escola Padedê do Samba mantém ativas as suas apresentações com os alunos. Nessa segunda (02) participa da inauguração da Escola Municipal Porto Novo vizinha do sambódromo, com a presença do Prefeito. A idéia da diretora Claudia é muito louvável, agregando a sua escola os valores do seu entorno da região onde a mesma se localiza. Já no próximo dia 07, as 10h30min estarão se apresentando na Escola estadual Ana Neri,onde acontecerão oficinas do Padedê na escola ao longo do ano.

As aulas oficialmente iniciam dia 16 de maio e as novas inscrições poderão ser feitas na Usina do Gasômetro, a partir das 13h30min nessa data. As turmas são para porta estandartes, porta bandeiras e mestres sala. Nas mesmas condições dos anos anteriores, preenchimento de ficha,taxa única no valor de 60 reais (vitalícia) com direito a camiseta uniforme da escola. Para os alunos já inscritos haverá um recadastramento com inicio na volta às aulas.

É importante acompanhar, pois a escola tem bastante alunos e esse ano terá que regular as vagas. Aproveitamos para agradecermos a Equipe Setor 1 pelo agraciamento de alguns dos nossos integrantes.

Gabriella Moacyr foi a revelação do carnaval/Troféu Setor 1 - Foto Humberto Macedo


 FAMÍLIA PADEDÊ

TROFÉU SETOR 1/GRUPO ESPECIAL
Revelação do carnaval - Gabriella Moacyr – 1ª P.E Império da Zona Norte
2º Casal de MS e PB - Bambas da Orgia – Fabiane e Carlos (bailado Cisne)
1º Casal de MS e PB - Imperadores do Samba – Simone e Cesar Augusto

TROFÉU SETOR 1/ GRUPO A
2º Casal de MS e PB - Praiana – Ricardo e Natália
1ª Porta-Estandarte  - Praiana  - Laura Rodrigues
2ª Porta-Estandarte - Praiana - Natália Vigano

TROFÉU SETOR 1/ GRUPO ACESSO
Revelação - Casal Mirim de MS e PB da Unidos de Vila Mapa Bruna e Hyelson
2º casal de MS e PB – Acadêmicos da Orgia – Jair Filho e Aisha
1ª Porta-Estandarte - Protegidos da Princesa Isabel  - Sander

Cohab 1 é campeã em Passo Fundo

Torcedores comemoram título da Cohab 1. Foto: Reprodução Rádio Uirapuru.

A Academia do Samba Cohab 1 foi a grande campeã do carnaval 2015 de Passo Fundo. A escola, que havia sido vice-campeã em 2014, levou para a avenida neste carnaval, o enredo "A Academia do Samba Cohab 1 no rufar dos tambores faz dançar no mesmo compasso índios, negros e brancos". A escola foi a segunda a desfilar, pelo Grupo Especial, na noite de sábado (28). Confira abaixo a classificação geral do carnaval 2015 de Passo Fundo:

1o. Academia do Samba Cohab 1 com 179,5 pontos
2o. Bom Sucesso com 171,6
3o. Unidos da Operária com 156,7 pontos.
4o. Bambas da Orgia (rebaixada por não cumprir o regulamento)

No Grupo de Acesso, a campeã foi a Acadêmicos do Chalaça (178,3), seguida da União da Vila (177,7) e da Pandeiro de Prata (166).

Clique AQUI e ouça o samba da escola campeã, composto por  Vinydacor, Nando do Cavaco, Xandinho Nocera, Leandrinho LV, Mamau Castro, Diley Machado, André Rosa e André Filosofia.

No batuque do tambor, OOO
Academia de Samba eu sou
Celebrando a miscigenação
Em verde e branco baila o meu coração

Vem na ginga da dança
Solta o corpo e balança
O meu povo é raça, é Brasil
Sopra o vento traz a pureza
Dança o índio na natureza
A tribo em festa sacudiu
Singrando oceanos surge o colonizador
Na bagagem a cultura que aflorou
Nos bailes, um convite pra dançar
Reis e rainhas a se acabar
Era o país a "sambar"

Mãe negra seu filho é pura tradição
Na força da fé, muito axé, louvação
Oi gira o corpo pra saudar seu orixá
Ogunhê meu pai Odoya Iemanjá

Uma nova era despontou
Enfim chegou a democracia
Nas ruas, a luz de uma nação
Findava a opressão, em um novo dia!
Na dança eterna da memória
Um clima de sedução
Amores que marcaram história
Unindo às raças em comunhão
E hoje, tem frevo, quadrilha,lambada
Capoeira, reggae e funk lata
Embalando geral
O nosso povo, que vive a lutar
Vale ouro e vem brilhar no carnaval

domingo, 1 de março de 2015

Sonhos: Tema do Embaixadores para 2016


Após alcançar o vice-campeonato no Grupo Especial a Embaixadores do Ritmo apresenta seu tema enredo na busca do título para o carnaval 2016. Com o título “Sonhar não custa nada, basta acreditar!” a entidade dos Ursos Polares vai falar dos sonhos de crianças, medos, e pretensões adultas: tudo aquilo que nos leva a sonhar. 

AI VEM... Programa Setor 1!

Criação do logotipo do programa é de Gilberto Bica

Ler (através do site e fanpage), ouvir (através da parceria com o Sambalance) e agora VER! O site Setor 1, em parceria com a assessoria Fênix Cultural e com a produtora Raça publicidade & Consultorias lançará o PROGRAMA SETOR 1.

Na próxima semana você acompanhará o programa de estréia que terá produção de Carla Zhammp e Nani Ribeiro com direção geral de Pha Flores. A apresentação marcará o reencontro de Israel Ávila e Viviane Rodrigues frente a telinha, uma vez que em meados de 2013 e 2014 apresentavam juntos o programa Sambagé, do âncora Alex Bagé.

Parceria renovada: Viviane Rodrigues e Israel Ávila - Foto arquivo Setor 1

Entrevistas, entretenimento, coberturas e muito mais farão parte do recheio deste bolo. O programa também servirá de piloto para algo ainda maior que as três empresas (Setor 1, Fenix e Raças) estão preparando para o povo do carnaval, que merece e logo terá um grande lugar de destaque em todas as mídias.

O programa Setor 1 já conta com o apoio de Fantasy Festerê e estará aberto para quem mais quiser apostar na divulgação do samba e do carnaval. Fique ligado aqui no site para mais informações, esta semana estréia o SETOR 1 – Cultura Popular no lugar certo!

Cohab Santa Rita é pentacampeã em Guaíba

A corte recepcionou as escolas e convidados - Foto Lauro Evaniro 

Um carnaval de comunidade com cadeiras na calçada, e uma ótima estrutura de avenida. Uma festa organizada com pontualidade e pequenos intervalos entre os desfiles.  Um carnaval que além das escolas de samba disponibiliza espaço para blocos onde diversos segmentos da sociedade local manifestam a alegria de seus participantes.  Assim foi o carnaval de Guaíba realizado na noite de ontem. Quatro escolas de samba com uma grande participação das torcidas agitam a Passarela do Samba  Liberato Garcia.

A primeira a entrar foi a Tradição, homenageando os quarenta anos da Império da Zona Norte, agremiação do carnaval de Porto alegre, seguida da Estado maior da Colina que trouxe para  avenida  o Tema  “ Tia Ciata – A Ialorixá  do samba aporta em Guaiba e abençoa a Colina."

Abre alas da campeã - Foto Lauro Evaniro 

Já  no inicio da madrugada era hora de Império Serrano levantar a galera cantando  a magia e alegria do povo cigano com “A cada passo a poeira levanta do chão – Sou cigano e tenho na liberdade a minha religião”. E para encerrar a noite, e muito esperada por grande torcida a Academia de Samba Cohab Santa Rita trouxe por tema o questionamento, “ Qual é o seu papel ? falando de sustentabilidade quis chamar atenção de todos Pra este assunto tão em pauta na atualidade. Em apuração realizada nesta tarde na passarela do samba o carnaval de Guaiba tem o seguinte resultado.

1ª Colocada: 178.1 - Academia de Samba Cohab Santa   ( Penta Campeã)
2ª Colocada: 176.4 - Império Serrano
3ª Colocada: 153.0 - Estado Maior da Colina
4ª Colocada: 141.4 - E S Tradição 


Está de parabéns uma cidade que faz a festa pensando em sua comunidade. A equipe do setor 1 agradece a Secretaria de Cultura e Turismo Sra. Claudia  Mara  Borges Rosa,  a incansável assessora Cristiane Tolotti e ao Rei Momo Daniano Engers   e sua corte pelo convite atenção e receptividade.

São José é a campeã de Cruz Alta

Comunidade festeja o título - Foto: Wagner Amaral 

Um dos carnavais mais comentados do Rio Grande do Sul já tem sua nova campeã. A Unidos de São José levantou “o caneco” em Cruz Alta. Com o tema: “Cruz Alta: Terra da gente no estandarte da história” a entidade obteve 194,9 pontos na soma geral. Em segundo lugar ficou a Unidos do Beco com 193,3 seguido por Imperatriz da Zona Norte (193,1), Gaviões da Ferrô (192,5) e Acadêmicos do Sol (180,7).

Contra a vontade do poder público, carnavalescos de São Leopoldo realizam carnaval


Texto e colaboração: Andrea Thurler


A COMUNIDADE CARNAVALESCA DE SÃO LEOPOLDO,
MOSTRA MAIS UMA VEZ QUE É A RESISTÊNCIA DO SAMBA!

 Aconteceu na noite de ontem na Av D. João Becker, mesmo com todo o boicote por parte do governo municipal na pessoa do prefeito e a cúpula do 7º andar, a Muamba Comunitária.
 O ato contou com a presença em massa da comunidade, em torno de 8 mil pessoas, os vereadores que apoiaram o evento, Sr Aurélio Schimitiz (presidente da Câmara ), Luiz Castro, Elemar Garcia, entre outras autoridades presentes, como o ex prefeito Ary Vanazzi, Ronaldo Nado Teixeira, Paulo Borba, entre outros.

 Foi um ato alegre, com muita união entre as cinco escolas participantes, e recebido com muito carinho pela comunidade Leopoldense, numa mostra indiscutível de integração entre o povo da cidade e a comunidade carnavalesca. Vale a pena ressaltar também que nenhuma ocorrência que desabonasse a conduta da comunidade carnavalesca e a integridade física da população em geral foi registrada.


Um dos momentos emocionantes do evento de ontem foi a homenagem que Associação Carnavalesca fez as mulheres na Av. Dom João Becker, á mulheres que de alguma forma contribuíram para o carnaval leopoldense em toda a sua história. Entre tantas foram escolhidas 12 guerreiras que merecem todo o nosso respeito:

 São elas: Tia Tânia (Estação Primeira de São Léo), Cléria (Acadêmicos do Rio Branco),Tia Lourdes (Anastácia), Andréa Andrea Souza (Estúdio Feliz), Eloísa (Imperadores do Sul), Patrícia Souza Borba, Sra. Tânia (Prefeita de Dois Irmãos), Tia Tita (Baiana), Odete (Ass. Carnavalesca), Tia Dora (Estação Estação Primeira), Carem ( Ass. Carnavalesca).

sábado, 28 de fevereiro de 2015

Alex do Cavaco deixa o Império

Foto: TV Restinga

Alex Nunes, ou Alex do Cavaco, que no ultimo carnaval foi o diretor de harmonia do Império da Zona Norte deixa a escola da Avenida Sertório, na capital. Segundo ele, o motivo seria a vontade de dedicar-se a uma nova função, e assim encerrar sua carreira carnavalesca com Chave de Ouro.

Durante os 29 anos de avenida, Alex tem passagens por escolas como Estado Maior da Restinga, Imperatriz Dona Leopoldina, Academia de Samba Praiana, Imperadores do Samba, União da Tinga, Academia de Samba Puro, Realeza, Vai Vai e Imperatriz Leopoldinense.


“Agradeço ao presidente Urso, Marquinhos e especialmente ao Seu Pires, presidente do Conselho, que me deu grande força dentro da escola!” – diz o músico. 

quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

A pedido: Bambas da Orgia


Sociedade Beneficente e Cultural Bambas da Orgia
Caro associado (a):
Lembramos aos associados (as) que o prazo para colocar em dia as mensalidades atrasadas, que teve início em 15 de dezembro de 2014, se encerra no próximo dia 15 de março de 2015. 
O pagamento das mensalidades atrasadas é condição indispensável para exercer o direito de voto nas próximas eleições, podendo os associados (as) dirigirem-se até a secretaria para efetuar os pagamentos.

Atenciosamente. 
Direção

Carnaval de Livramento é transferido

Foto reprodução
Devido às fortes chuvas que abatem a região, o carnaval de Santana que seria neste final de semana foi transferido para os dias 06, 07 e 08 de Março. Segundo a organização do evento, além da chuva, outro agravante é a estrutura de arquibancadas e camarotes que devido ao mal tempo e a greve dos motoristas, não conseguirá chegar a tempo da montagem.


Informações extra-oficiais dão conta que se o mal tempo prosseguir, há a possibilidade de que o carnaval de Uruguaiana também sofra alterações na data. 

São Leopoldo e o carnaval da resistência

Mesmo sem recurso, foliões garantem a folia - Foto reprodução

O carnaval de São Leopoldo para o ano de 2015 esteve, assim como diversas atividades na cidade, sob efeito gangorra. Teve seus altos e baixos, suas aceitações e negações.

Mas como se costuma dizer “A voz do povo, é a voz de Deus” e, “Se Deus é brasileiro” o carnaval da cidade aconteceria.

Após intensa negociação por parte da associação carnavalesca e sua comissão de carnaval, integrantes das diretorias das escolas e simpatizantes com o governo do município por aproximadamente seis meses – reuniões, presença em sessões na câmara dos vereadores, passeatas pacíficas - enfim, a novela que circundou as festas de momo da cidade teve seu final feliz: o carnaval ocorrerá sim!

Mesmo sem o repasse da verba que costumeiramente ocorria, a associação que tem a tarefa de reger um dos maiores carnavais da região metropolitana não deixará de realizar o evento. O evento foi batizado de desfile comunitário. Quem acompanhou essa trajetória até aqui resume o fato á uma palavra: RESISTÊNCIA!


A FOLIA ESTÁ GARANTIDA!
E segue o baile para os foliões...

 A festa ocorrerá no próximo sábado (28), a partir das 19h30min no tradicional local das apresentações, a Avenida Dom João Becker (em frente ao ginásio municipal Celso Morbach).

Quase todas as escolas de samba marcarão presença no desfile comunitário leopoldense: Alambique Leopoldense, Acadêmicos do Rio Branco, Academia de Samba da Zona Norte, Estação Primeira de São Léo e Imperadores do Sul. 

As escolas União da Vila, Imperatriz Leopoldense e Império do Sol não irão participar do evento. 

A luta do povo do carnaval - Foto Andrea Thurler

A apresentação das entidades carnavalesca será diferente este ano: a comissão de frente, por exemplo, será composta por integrantes das oito agremiações da cidade simbolizando a união em prol do carnaval. Esta é apenas uma das modificações. O evento será inovador. Vale à pena prestigiar.

O padrão dos desfiles para o público será próximo dos que ocorriam nos anos 90. Por isso chegue mais cedo a Av. Dom João Becker com suas famílias, cadeiras e isopores para assistir o desfile de sua escola do coração com comodidade, pois não haverá arquibancadas ao longo da avenida.

A segurança do evento será por parte da Brigada Militar e Guarda Municipal, tudo acertado em reunião com a comissão, segundo relato do presidente.


Foto: Andrea Thurler
PALAVRAS DO PRESIDENTE 

Nesta quinta (25), após contato com o presidente da Associação das Entidades Recreativas e Carnavalescas de São Leopoldo, Evandro Santos, e perguntado sobre as perspectivas sobre o evento o mesmo, prontamente a pedido do Setor 1 remeteu nota de esclarecimento:

“Boa noite! Apesar de todos os esforços, a A.E.R.C.S.L lutou e apresentou todas assolicitações do município, e não conseguimos alcançar nosso objetivo de realizar o carnaval 2015. Estou muito triste com toda essa situação. Decepcionado... Até em tom de despedida da associação, pretendemos fazer um grande evento pensando sempre nas comunidades e nas escolas de samba. Os preparativos estão a todo vapor e os presidentes com muita vontade de fazer o melhor.”

                                                                                           EVANDRO SANTOS – PRESIDENTE DA A.E.R.C.S.L